Results 1 to 13 of 13

Thread: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

  1. #1
    Join Date
    Jul 2012
    Native language
    galego
    Posts
    105

    “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Olá. Bom dia. Acabo mesmo de ler esta frase "Estou a quase a parir, leva-me a um hospital". Faz parte de um conto de Possidónio Cachapa. Está correta? Eu creio que o primeiro "a" está a mais, se calhar é uma gralha. O que acham? Obrigado de antemão.

  2. #2
    Join Date
    Oct 2009
    Location
    À beira do Oceano Atlântico
    Native language
    Português (Brasil)
    Age
    57
    Posts
    5,092

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Sim, também acho. E esse "a" não cabe aí.

    Estou quase a parir ou, quando muito,
    Estou a quase parir (soa estranho mas é possível)
    No entanto, nesta edição digital do conto está mesmo assim.
    Last edited by anaczz; 11th January 2013 at 3:31 PM.
    A ignorância é um lugar quentinho. (Leonardo Sakamoto)

  3. #3
    Join Date
    Jun 2011
    Location
    Rio de Janeiro
    Native language
    Brazilian Portuguese
    Age
    48
    Posts
    2,345

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    A moça quase a parir e esperam que ela tenha a gramática correta?
    My username is 'mglenadel'… 'm' as in mnemonic, 'g' as in gnostic…

  4. #4
    Join Date
    Oct 2009
    Location
    À beira do Oceano Atlântico
    Native language
    Português (Brasil)
    Age
    57
    Posts
    5,092

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Pois!!
    A ignorância é um lugar quentinho. (Leonardo Sakamoto)

  5. #5
    Join Date
    Oct 2010
    Location
    Portugal
    Native language
    português
    Posts
    2,656

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Quote Originally Posted by Orxeira View Post
    Olá. Bom dia. Acabo mesmo de ler esta frase "Estou a quase a parir, leva-me a um hospital". Faz parte de um conto de Possidónio Cachapa. Está correta? Eu creio que o primeiro "a" está a mais, se calhar é uma gralha. O que acham? Obrigado de antemão.
    Por acaso, não estará Possidónio Cachapa a escrever como fala a personagem?

  6. #6
    Join Date
    Feb 2008
    Native language
    Portugal- portuguese
    Age
    65
    Posts
    12,145

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Quote Originally Posted by marta12 View Post
    Por acaso, não estará Possidónio Cachapa a escrever como fala a personagem?
    Estará, com certeza. 'A quase/aquase', em vez de 'quase', ainda que incorrecto, é comum na fala.

  7. #7
    Join Date
    Jul 2012
    Native language
    galego
    Posts
    105

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Quote Originally Posted by Carfer View Post
    Estará, com certeza. 'A quase/aquase', em vez de 'quase', ainda que incorrecto, é comum na fala.
    É possível que seja isso.Não tinha reparado nesse pormenor, na verdade nem sabia que a gente falasse assim.

    Obrigado Carfer.

    Abraço.

  8. #8
    Join Date
    Jan 2013
    Location
    Lisbon-Portugal
    Native language
    Portuguese
    Posts
    18

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Quote Originally Posted by Orxeira View Post
    Olá. Bom dia. Acabo mesmo de ler esta frase "Estou a quase a parir, leva-me a um hospital". Faz parte de um conto de Possidónio Cachapa. Está correta? Eu creio que o primeiro "a" está a mais, se calhar é uma gralha. O que acham? Obrigado de antemão.
    Em Português, a construção perifrástica é dupla: segundo a norma tradicional do português europeu usa-se o verbo auxiliar "ser" seguido do verbo principal precedido da preposição "a". Ex: "estar a fazer". Já na norma brasileira, o normal é usar o continuativo, ou seja o verbo auxiliar "estar" e o verbo principal no gerúndio, taal como sucede no inglês. Ex: "estar fazendo". É curioso, porém, que numa região do sul de Portugal, o Alentejo, se diz e se escreve como no Brasil. Neste sentido, a frase está correcta segundo a norma portuguesa europeia.

  9. #9
    Join Date
    Feb 2008
    Native language
    Portugal- portuguese
    Age
    65
    Posts
    12,145

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Quote Originally Posted by tradugal View Post
    Em Português, a construção perifrástica é dupla: segundo a norma tradicional do português europeu usa-se o verbo auxiliar "ser" seguido do verbo principal precedido da preposição "a". Ex: "estar a fazer". Já na norma brasileira, o normal é usar o continuativo, ou seja o verbo auxiliar "estar" e o verbo principal no gerúndio, taal como sucede no inglês. Ex: "estar fazendo". É curioso, porém, que numa região do sul de Portugal, o Alentejo, se diz e se escreve como no Brasil. Neste sentido, a frase está correcta segundo a norma portuguesa europeia.
    Sim, mas o que está em causa neste tópico e o que causa estranheza a Orxeira é este 'a': 'Estou a quase a parir'

  10. #10
    Join Date
    Oct 2009
    Location
    À beira do Oceano Atlântico
    Native language
    Português (Brasil)
    Age
    57
    Posts
    5,092

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Quote Originally Posted by Orxeira View Post
    É possível que seja isso.Não tinha reparado nesse pormenor, na verdade nem sabia que a gente falasse assim.
    Obrigado Carfer.
    Abraço.
    Também não conhecia essa forma (aquase).
    A ignorância é um lugar quentinho. (Leonardo Sakamoto)

  11. #11
    Join Date
    Feb 2008
    Native language
    Portugal- portuguese
    Age
    65
    Posts
    12,145

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Quote Originally Posted by anaczz View Post
    Também não conhecia essa forma (aquase).
    Ela não existe, atenção, é apenas uma deturpação que não é incomum na fala, ao mesmo nível de asneiras como 'simples' em vez de 'síncope'. Há quem diga, mas não é correcta

  12. #12
    Join Date
    Jan 2013
    Location
    Lisbon-Portugal
    Native language
    Portuguese
    Posts
    18

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    "Aquase" é linguagem popular. É muito comum acrescentar um "a" prévio como por exemplo em "amandar" em vez de "mandar"

  13. #13
    Join Date
    Feb 2008
    Native language
    Portugal- portuguese
    Age
    65
    Posts
    12,145

    Re: “Estou a quase a parir, leva-me a um hospital”.

    Não obstante, e para minha surpresa, encontrei-a registada no wikicionário, na grafia 'aquase'
    http://pt.wiktionary.org/wiki/aquase

Posting Permissions

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts
  •