1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

Adjunto adverbial deslocado e pontuação

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by Eduardo Rodrigues, Sep 28, 2012.

  1. Eduardo Rodrigues

    Eduardo Rodrigues Senior Member

    Brazil
    Portuguese (BR)
    Regra geral: A posição normal do adjunto adverbial é o final da oração. Em qualquer outra posição, deve-se pô-lo entre vírgulas.

    Frase: Os portões serão fechados precisamente no horário estabelecido.
    Dúvida: Há de se por "precisamente" entre vírgulas ou essa é uma das exceções à regra geral?
     
  2. englishmania

    englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    Não vejo por que razão se deveria colocar alguma vírgula aí.

    Não estou muito dentro do assunto, mas fiz uma breve pesquisa e nada me disse que o adjunto adverbial deveria ser no final a oração ou, caso contrário, entre vírgulas.
     
    Last edited: Sep 28, 2012
  3. Eduardo Rodrigues

    Eduardo Rodrigues Senior Member

    Brazil
    Portuguese (BR)
    Na Novíssima Gramática de Língua Portuguesa, de Cegalla, está, em Sinais de Pontuação, seção Emprego da Vírgula (pág. 429), que:

    "Emprega-se a vírgula para separar adjuntos adverbiais:
    'Eis que, aos poucos, lá para as bandas do oriente, clareia um cantinho do céu.' (Visconde de Taunay)
    'Com mais de setenta anos, andava a pé.' (Graciliano Ramos)
    O adjunto adverbial, quando breve, pode dispensar a vírgula:
    'Dentro do navio homens e mulheres conversavam.' (Jorge Amado)"

    Daí, e dos meus professores de língua portuguesa, que surge minha dúvida.
     
  4. englishmania

    englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    Obrigada. Não quero comentar mais, porque, como disse, não estou dentro desse assunto, com as mudanças todas que se verificaram na gramática... Em termos intuitivos, não poria vírgulas na frase que apresentou. Vejo, intuitivamente,"precisamente no horário estabelecido" como uma unidade e não "precisamente" sozinho.
     
  5. Eduardo Rodrigues

    Eduardo Rodrigues Senior Member

    Brazil
    Portuguese (BR)
    Concordo consigo, quebrariam a sequência lógica da frase as vírgulas, mesmo por sequer haver pausa na fala. No entanto, há de se considerar que, além de pausa, as vírgulas também indiquem ênfase na entonação. Quando há dois adjuntos adverbiais, é justificada a ênfase no primeiro:
    "... mesmo por, também, sequer haver pausa."
    Ainda assim, não é o caso.
     
    Last edited: Sep 28, 2012
  6. Ariel Knightly

    Ariel Knightly Senior Member

    Rio de Janeiro
    Brazilian Portuguese
    Pelo visto você já sabe qual é a resposta... :eek:

    Penso que quem quer aprender pontuação deve apenas ler bastante e atentar para a relação entre escrita e prosódia. Desse jeito você vai se sair muito melhor do que seguindo as regrinhas dessas novíssimas gramáticas que existem por aí. É que elas não dão conta de explicar tudo e em princípcio nem se propõem a tal. Mas se for tão importante assim estabelecer uma "regra geral", a vírgula gráfica sinaliza na escrita um tipo de pausa da fala que marca certas fronteiras sintáticas importantes. Assim como muitas dessas pausas são opcionais, suas respectivas vírgulas também não costumam ser obrigatórias. Então se a pausa for improvável, o mesmo deverá ser verdade sobre a vírgula na escrita.
     
    Last edited: Sep 30, 2012
  7. 4TranslatingEnglish Senior Member

    Portugal, Lisbon
    Good old fashion Portuguese
    Ainda há pouco tempo tive umas dúvidas sobre vírgulas. Há aqui no fórum um tópico sobre isso:
    http://forum.wordreference.com/showthread.php?t=2082734&highlight=vírgula
    que tem um link que esclareceu a minha dúvida.
    Lembro-me muitas vezes desta citação de Oscar Wilde: “This morning I took out a comma and this afternoon I put it back again.”
    Acontece-me muito. :)
    Posto isto, sempre que posso evitar uma vírgula, ou um travessão, ou qualquer pontuação desnecessária, evito.
     

Share This Page