court of records

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by luchy591, May 16, 2010.

  1. luchy591 Senior Member

    Panamá
    português (Brasil)
    Tenho um texto que diz:
    L. PAUL PIPERATO county clerk and and Clerk of the Supreme Court of the State of New York in and for Rockland County, the same being a Court of Records having by law a seal TO HEREBY CERTIFY THAT...

    Como poderia melhorar esta traduçL.
     
  2. luchy591 Senior Member

    Panamá
    português (Brasil)
    Como poderia melhorar a traduçao deste texto?

    L. PAUL PIPERATO, County Clerk and Clerk of the Supreme Court of the State of New York in and for Rockland County, the same being a County of Records having by law a seal, DO HEREBY CERTIFY THAT:....

    L. PAUL PIPERATO, oficial de justiça e oficial da Suprema Corte do Estado de Nova York e do municipio de Rockland, o mesmo atuando como ........... possuindo o selo requerido pela lei, POR MEIO DESTE CERTIFICA QUE:...

    Agracedida pela correçao

    Disculpa, lá se foi uma palavra sem o til!
     
    Last edited: May 16, 2010
  3. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Não se esqueça de propor a sua tradução.

    'L. PAUL PIPERATO escrivão da comarca e do Tribunal Supremo da comarca de Rockland do Estado de Nova Iorque, a desempenhar funções de Tribunal de Pequena Instância, dispondo de chancela para deste modo certificar...'

    Notas:
    'Tribunal Supremo' não corresponde aos nossos Tribunais Supremos, na realidade é até um tribunal de comarca. Talvez mais valesse não traduzir para evitar confusões

    'Court of Records' julgo ser um tribunal que julga causas de menor importância. A designação 'Tribunal de Pequena Instância' é portuguesa, não faço ideia de qual seja a brasileira. Talvez também não fosse de traduzir. Curiosamente, Rockland não figura entre as comarcas do Estado de Nova Iorque que têm esse tipo de tribunal, mas o que vale é o que diz o documento, não é verdade?

    A forma como está escrita designação do tribunal parece dar a entender, à primeira vista, que deveria ser Tribunal Supremo do Estado de Nova Iorque, mas não é isso. O que a frase quer dizer é que o Tribunal Supremo da comarca de Rockland pertence à jurisdição do Estado e não a outra jurisdição, nomeadamente a federal.

    'Dispor de chancela' é uma tradução literal. Creio que pode ser substituida por 'sendo competente para.../ com competência para...'
     
    Last edited: May 16, 2010
  4. luchy591 Senior Member

    Panamá
    português (Brasil)
    Sim Carfer, fiz um esforço para traduzir somente deixando em branco Courts of Records. Juro que já ganhei varios cabelos brancos nestas ultimas horas! Abraços
     
  5. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Voltando a este assunto, fiquei na dúvida de o que são realmente os 'Court of Records'.

    Tinha ideia de que eram tribunais de pequenas causas. E, ao procurar, encontrei este site que o parecia confirmar.
    http://www.ci.killeen.tx.us/index.php?section=92

    Entretanto, por não estar completamente convencido e por me parecer estranha a redacção da certidão caso assim fosse, continuei a procurar e encontrei esta definição (por acaso num site indiano, mas a base do sistema legal é a mesma, a common law http://www.rtiindia.org/forum/11709-mr-shailesh-gandhis-view-court-records.html):

    ' In common law jurisdictions, a court of record is a judicial tribunal having attributes and exercising functions independently of the person of the magistrate designated generally to hold it, and proceeding according to the course of common law, its acts and proceedings being enrolled for a perpetual memorial.[1] Judgments of a trial court of record are normally subject to appellate review. In many jurisdictions, all courts are courts of record. In many jurisdictions, courts that have the power to fine or imprison must be courts of record. In almost all jurisdictions, a court of record will have a court clerk whose primary duty is to maintain the permanent records. Traditionally, a court of record was required to have its own unique seal, which was used to authenticate its judgments and copies of its records.'

    Só depois de ler isto me ocorreu consultar o Barron's, que confirma: os Court of Records são tribunais que são obrigados a manter registos dos seus processos e decisões, designadamente para efeitos de recurso, neles se incluindo todos os que podem aplicar penas de prisão ou multa.

    Isto já faz muito mais sentido e, inclusivamente, permite explicar porque é que aquele tal tribunal de pequenas causas é um Court of Record: porque apesar de ser de pequenas causas, é obrigado a manter registos. Ora, havendo registos, faz também sentido que o escrivão mencione esse facto para justificar por que é que está em posição de emitir a certidão.
    Para nós tudo isto tem o seu quê de bizarro, porque não nos passa pela cabeça que haja um tribunal cujos actos não fiquem registados num processo. Mas é assim e certamente por boas razões.

    Entretanto põe-se o problema de como traduzir. Ora, a falta de correspondente no nosso sistema torna isso particularmente difícil. Só me ocorre uma perífrase explicativa e refaço a minha anterior proposta assim:

    L. PAUL PIPERATO, escrivão da comarca e do Tribunal Supremo da comarca de Rockland do Estado de Nova Iorque, sendo este um tribunal obrigado a registo dos respectivos procedimentos e estando na posse da chancela requerida pela lei, POR MEIO DESTE CERTIFICA QUE:...'

    Se alguém tiver uma ideia diferente, seria bom que o dissesse.

    E, já agora, aquele 'L.' inicial em 'L. PAUL PIPERATO' tem algum significado especial? É que não me parece comum a abreviação do primeiro nome. Alguém sabe?
     
  6. luchy591 Senior Member

    Panamá
    português (Brasil)
    Carfer, graças a Deus existem pessoas como você, nao sabe o quanto tenho aprendido. Muito obrigada.
     
  7. luchy591 Senior Member

    Panamá
    português (Brasil)
    Fiquei intrigada com aquele "L" e revisando bem a fotocopia me dei conta de que o "L", na realidade, é "1"! Resolvido, ao menos, este dilema. Coisas que acontecem... disculpa!
     

Share This Page