1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

dinheiro em espécie

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by gvergara, Jul 28, 2008.

  1. gvergara

    gvergara Senior Member

    Santiago, Chile
    Español
    Oi:

    Sunponho que esta expressão é um sinónimo de dinheiro em espécie, mas gostaria da sua confirmação...

    _ "Ótimo, porque vim aquí para lhe pedir dinheiro."
    [...] Quanto?"
    _ "Quero dinheiro vivo."
    _ "Não creio que tenha muito dinheiro em espécie aqui em casa."
    Do romance "Vastas emoções e pensamentos imperfeitos" de Rubem Fonseca

    Gonzalo
     
  2. heldersamps New Member

    São Paulo - Brasil
    Portuguese - Brazil
    Olá!

    é dinheiro em espécie e dinheiro vivo são a mesma coisa... CASH!
    grana!

    um abraço!
     
  3. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    "Em espécie" é o antónimo de "em género" (in kind).
     
  4. gvergara

    gvergara Senior Member

    Santiago, Chile
    Español
    Gracias pela resposta, heldersamps. :)

    Quer dizer que se peço dinheiro a um amigo e me dá um cheque, está me dando dinheito em género?

    Gonzalo
     
  5. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Sim, o cheque não é dinheiro em espécie, mas sim um documento.

    Dinheiro em espécie inclui moedas e cédulas monetárias apenas.

    Uchi.m
     
    Last edited: Jul 28, 2008
  6. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Não sei, uchi, o dinheiro hoje está cada vez mais desmaterializado (eu arriscaria mesmo dizer que uma larguissima percentagem da massa monetária em circulação não é mais do que bits e bytes), de forma que eu não veria mal em adoptar uma definição mais lata de dinheiro. Que acha?
     
  7. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Mas no contexto da citação parece-me que o Uchi tem razão. O que a personagem provavelmente queria dizer era que não podia pagar em notas e moedas.
     
  8. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    É verdade, concordo! Cada vez mais se vê meios de pagamento por internet e cada vez menos agências e guichês com funcionários a mexer com dinheiro vivo... o dinheiro está cada vez mais virtual :)

    Só gostaria de saber quem embolsou todo o ouro do qual eram feitas as moedas de antigamente... está aí um mistério a ser resolvido! :idea:
     
    Last edited: Jul 28, 2008
  9. coolbrowne Senior Member

    Bethesda, MD - USA
    Português-BR/English-US bilingual
    Desconfio que Carfer esteja a semear confusão... ;):D

    Mas, seriamente, achei muito interessante essa expressão (obrigado Outsider).
    Nunca ouvi dizer isto no Brasil (onde seria em gênero) e é a primeira vez que a vejo escrita, mas "totalmente" faz sentido.

    Para evitar protestos vãos, notem que que nem disse que é errada, nem que não existe (esta última sendo uma afirmação temerária). Seria possível que minha ignorância seja devida à minha pouca idade? Quem sabe um de meus compatriotas já a conhecia?

    Até mais ver...
     
    Last edited: Jul 28, 2008
  10. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Sem dúvida, o que eu queria dizer é que o conceito de 'em espécie' vai certamente para além das notas e moedas. Mesmo um cheque para mim é dinheiro, partindo do pressuposto de que tem provisão. Se não tiver, aliás, o emissor vai parar à prisão e nisso não se distingue o cheque da nota (da cédula dos nossos amigos brasileiros), que também pode ser falsa, puro papel pintado e, portanto, não ser dinheiro. Acho que é um pouco redutor entender 'dinheiro em espécie' como o poderíamos entender há trinta ou quarenta anos.
     
  11. WAMORZINHO

    WAMORZINHO Senior Member

    brasil/sao paulo
    Portuguese
    Mas Carter, para que facilitar se podemos complicar né?:D
    O autor queria dizer que não tinha o dinheiro vivo, papel e moedas para pagá-lo.
     
  12. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Quem disse que não, wamorzinho?

    Mas se você realmente acha que falar dum conceito mais abrangente de dinheiro em espécie é complicar, então talvez, para descomplicar, não se importe de mandar para cá os seus cheques, cartões de crédito, chaves de acesso à banca electrónica etc., etc. Eu agradeço:D:D:D
     
  13. coolbrowne Senior Member

    Bethesda, MD - USA
    Português-BR/English-US bilingual
    Não posso concordar. Para todas as alternativas apontadas, o termo dinheiro cumpre a finalidade. A adição "em espécie" tem, e sempre teve, o propósito de especificar notas/cédulas e moedas. Não há necessidade de eliminar essa distinção.
     
  14. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Carfer, o nosso cheque só tem valor monetário se for assinado pelo sacado, senão ele é apenas um pedacinho de papel! E é nisso que ele é diferente do dinheiro em espécie, pois este último é o próprio valor monetário---não precisa de assinatura (ou autorização) para ser liquidado!

    Estou angariando cheques assinados e em branco, caso tenham interesse de colaborar, enviem-me os seus, hehe :) Não se esqueçam de assinar, hein? É muito importante! ;)
     
    Last edited: Jul 28, 2008
  15. Ricardo Tavares Senior Member

    Português - Brasil
    Em espanhol, o equivalente seria "dinero en efectivo", alías muito utilizado.
     
    Last edited: Jul 29, 2008
  16. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Não vou discutir, porque a discussão nos arrastaria inevitavelmente para fora do tópico e aí estou de acordo em que o que o homem não tinha era notas e moedas. Mas não se esqueçam que a questão foi suscitada pela contraposição de 'em espécie' e 'em género' e o que não cabe num conceito há-de caber no outro.

    Se quiserem manter as espadas desembainhadas, vamos às PMs. Levanto a luva:)
     
    Last edited: Jul 28, 2008
  17. Macunaíma

    Macunaíma Senior Member

    Um ninho de mafagalfinhos
    português, Brasil
    O dinheiro em espécie, isto é, em papel moeda impresso pela autoridade monetária, é o mais líquido de todos os valores monetários. Eu entendo o que o Carfer diz sobre a noção de dinheiro ser mais abrangente, mas aqui a chave é a liquidez. Cheque é uma ordem de pagamento que precisa ser liquidada; ouro, sacas de grãos, barris de petróleo, títulos ao portador, ações, etc., tudo isso precisa ser vendido. Só o dinheiro vivo, em espécie, é inquestionável, tem liquidez imediata. Essa é a razão porque vejo uma necessidade de distingui-lo das outras formas de 'dinheiro'.



    A maior parte nos cofres dos bancos, comercializado em forma de títulos vendidos a bancos, fundos de investimentos, etc. No Brasil, você compra esses títulos na BM&F e ele é a garantia de que você tem uma barrinha de ouro depositada em algum cofre por aí.
     
  18. WAMORZINHO

    WAMORZINHO Senior Member

    brasil/sao paulo
    Portuguese
    Viu como vc só queria complicar?
    A resposta para o que o nosso amigo queria é essa!
    Dentro do texto é isso que o autor quer dizer!
     
  19. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Não sofismemos, wamorzinho, nem atribuamos levianamente às pessoas intenções que elas não tiveram.

    A propósito desta frase, sobre a interpretação da qual, no contexto em que se insere, penso que entre todos nós não existem divergências, suscitou-se a questão de saber em que é que consiste 'dinheiro em espécie'.

    O que eu vim dizer é que a definição que dele deu uchi.m ('dinheiro em espécie inclui moedas e cédulas monetárias apenas) hoje dificilmente se pode sustentar, porque já existem outras formas monetárias que, posso estar errado, entendo que integram o conceito. Acho que não vale a pena prosseguir nesta discussão, mas só quero lembrar que se estivessemos a ter este debate na primeira metade do século XIX, muitos viriam argumentar que as notas/cédulas não constituiam dinheiro em espécie e que dinheiro em espécie era só o metálico. E teriam razão, porque era assim que era entendido nesse tempo. Tanto que as próprias notas continham, bem explícita, a promessa da sua troca por uma valor equivalente em ouro, menção que se manteve até já bem entrado o século XX. Mas hoje nenhum de vocês se lembra de negar que as notas sejam dinheiro em espécie, pois não? Achariam certamente ridiculo que as notas dissessem 'Euros Ouro' ou 'The United States of America will pay to the bearer, on demand...', não é verdade?

    Ora, aí está o que eu quis dizer e que pelos vistos foi mal entendido. Como bem lembrou Outsider, 'em espécie' é o antónimo de 'em género'. O conceito de pagamento 'em género', pela sua própria natureza, não mudou. O conceito de pagamento 'em espécie', pelo contrário evoluiu e muito: compreende hoje as notas, ao contrário do que sucedia e, na minha opinião, que vale o que vale obviamente, os novos meios de pagamento que, insisto, são dinheiro, são moeda.

    Agora, como uma mais desenvolvida sustentação dos porquês do que digo está deslocada neste forum, é óbvio que tenho de me ficar por aqui.

    Em todo o caso, gostaria de saber, para o caso de estar equivocado, se quando um foreiro, como o Gonzalo Vergara, pergunta sobre um conceito, como este de 'dinheiro em espécie', integrando-o naturalmente num contexto concreto, para não nos deitarmos a adivinhar, temos de limitar a resposta ao significado da expressão naquele contexto específico ou temos latitude para o esclarecer noutros contextos e acepções. Dito doutro modo, se a finalidade das respostas é esclarecer apenas aquele foreiro e aquela questão pontual ou esclarecer-nos a todos. Isto para que possa distinguir quando estou a ser útil ou a semear a confusão.
     
  20. Macunaíma

    Macunaíma Senior Member

    Um ninho de mafagalfinhos
    português, Brasil
    Ah, o vil metal¹ tentando semear a discórdia no seio de mais uma família...

    (¹) ou cédulas; ou ouro, petróleo, diamantes, créditos tributários, American Treasury bonds, etc
     
  21. WAMORZINHO

    WAMORZINHO Senior Member

    brasil/sao paulo
    Portuguese
    Não precisa ficar bravo. Eu estou desde o começo tentando dizer que o Gonzalo perguntou se o autor se referia a dinheiro moeda ou não.
    Porém se você acha que o dinheiro cheque tem o mesmo valor, isso é uma coisa que deve ser discutida lá no forum cultural, sem ofenças por favor, mas o que quiz dizer é que poderiamos ter tirado a dúvida do Vergara sem nos enrolarmos com questões existenciais.
     

Share This Page