discurso indireto "ia" vs "iria"

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by babyray, Jan 30, 2012.

  1. babyray Senior Member

    Italian
    Olá a todos, nas frases "ele falou que ela ia ao cinama" e "ele falou que ela iria ao cinema", não consigo entender por que na primeira há o pretérito imperfeito o na segunda o futuro do pretérito. Quando preciso usar um e outro?

    Muito obrigada de antemão!
     
  2. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    ele falou que ela ia ao cinema = ele falou que ela costumava ir ao cinema
    ele falou que ela iria ao cinema = ele falou que ela poderia ir, num futuro próximo, ao cinema
     
  3. marta12 Senior Member

    Portugal
    português
    Não sei não:)
    Por cá, pelo menos, dizemos: ele disse que ela ia ao cinema hoje - também é um futuro próximo e é o que se usa mais na fala.
     
  4. Istriano

    Istriano Senior Member

    -
    :thumbsup:
     
  5. Istriano

    Istriano Senior Member

    -
    Na minha variante de português: Ele falou que ela iria no cinema hoje. :)
     
  6. Nonstar

    Nonstar Senior Member

    the outskirts of inner pantyhoses
    In-love-with-the-coming-race Portuguese
    Iria= ela não tinha certeza se ia. :D (ou tinha, mas me deu a impressão de que não tinha) :mad:
    Ia= ela disse que ia, mas não sei se foi. :D
     
    Last edited: Jan 31, 2012
  7. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Tinha hoje na frase de babyray, cidadão ?
     
    Last edited: Jan 31, 2012
  8. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Em linguagem coloquial, os dois tempos se confundem quando o verbo é ir, ou melhor, o significado que surge é de uma possibilidade de ir:
    Essa confusão é comum no português de Portugal, mas nesse caso específico vale também para o do Brasil.

    Quando o verbo não é ir, os dois tempos não se confundem:
    Mas dependendo do verbo, se confunde em Portugal:
     
    Last edited: Jan 31, 2012
  9. marta12 Senior Member

    Portugal
    português
    Desculpe Istriano, mas não na minha versão.:)

    Em Portugal podemos dizer: ele falou/disse que ia ao cinema hoje. Pelo menos é dito usualmente.
     
    Last edited: Jan 31, 2012
  10. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Vamos brincar de sim- e não-na-minha-versão?

    Sim-na-minha-versão!

    Continuem! É fixe
     
    Last edited: Jan 31, 2012
  11. Nonstar

    Nonstar Senior Member

    the outskirts of inner pantyhoses
    In-love-with-the-coming-race Portuguese
    Nem sei qual a minha versão!!! A minha é "sim" ou "não"?
     
  12. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Tira cara ou coroa: cara é sim-na-minha-versão, coroa é a outra. são as outras.
     
  13. marta12 Senior Member

    Portugal
    português
    Caramba!!! Até parece que é a primeira vez que há este tipo de discussão
     
  14. Nonstar

    Nonstar Senior Member

    the outskirts of inner pantyhoses
    In-love-with-the-coming-race Portuguese
    Na minha versão há uma profunda ambigüidade (olha o trema aí, gente!!!). Quem vê cara não vê coroa coração.
     
  15. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Já foi tua vez. Passa.
     
  16. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Ainda sinto saudades do trema. E você não é coroa, tá enxuta o.
     
    Last edited: Jan 31, 2012
  17. Nonstar

    Nonstar Senior Member

    the outskirts of inner pantyhoses
    In-love-with-the-coming-race Portuguese
    :D :D :D
     
  18. Erick404 Senior Member

    Rio de Janeiro
    Portuguese - Brazil
    O ia é usado no lugar de iria, mas nunca o contrário!

    Ou seja:

    Ele falou que ela ia no cinema quando tinha 10 anos.
    Ele falou que ela iria no cinema quando tinha 10 anos. (a menos que tivesse uma condição como "se seu pai deixasse")
     
  19. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Como assim? Não é comutativo, ou seja, se um é usado no lugar do outro, o outro pode ser também usado no lugar do um?
    Quer dizer que ela costumava ir ao cinema quando tinha 10 anos? Ou que ela só iria quando tivesse 10 anos?
    Essa frase usa iria e poderia ser também usado ia, especialmente em Portugal.
     
    Last edited: Feb 1, 2012
  20. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    Sim+Não-na-minha-versão!

    - Onde está o Uchi?
    - Ele disse que ia ao cinema.
    - Se eu não estivesse com dor de cabeça, eu também ia...
     
  21. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Não vale; ou você é sim, ou você é não.
     
    Last edited: Feb 1, 2012
  22. Bahiano

    Bahiano Senior Member

    Lá vem o intrometido...
    Pelo que saiba, Erick está certo. O Condicional pode ser substituido pelo Pretérito Imperfeito do Indicativo, e na fala é muito comun fazê-lo. P.ex. - Se eu fosse você, eu ligava (ligaria) para ele.
    Mas vice-versa não dá: - Quando era (seria :cross:) criança, ele comia (comeria :cross:) meleca.
     
    Last edited: Feb 1, 2012
  23. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Aqui nessa frase, o fosse está no pretérito, por isso que o verbo na oração subordinada concorda com ele, ligava.
    Aqui nessa frase, não encaixa o pretérito imperfeito, ao menos no Brasil. Em Portugal, poderia ser gostava.
     
  24. Bahiano

    Bahiano Senior Member

    E daí? Não falou nada sobre a substituição ser comutativa.
    Quanto ao resto, concordo com você.
     
  25. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    É comutativo, sim: quando ia ou iria significam possibilidade de ir, ou, quando significa possibilidade, quando ir é verbo auxiliar, são comutativos.
     
  26. Bahiano

    Bahiano Senior Member

    Aêêh, pode ver? Isso significa que só em caso (modo) condicional as duas formas são comutativas, ou seja, o Condicional pode ser substituido pelo Pretérito Imperfeito do Indicativo.
    Se não houver caso condicional (caso de possibilidade), o Pretérito Imperfeito do Indicativo jamais poderá ser substituido pelo Condicional. Isso foi o que eu quis amostrar com meu segundo exemplo e o que Erick404 quis dizer com:
    Será que eu estou errado?:confused:
     
  27. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Tá certo:thumbsup:
     
  28. Erick404 Senior Member

    Rio de Janeiro
    Portuguese - Brazil
    Exatamente!! Acho que o uchi não entendeu o que eu quis dizer.
    Basicamente, era que o Pretérito Imperfeito (ou Condicional) não pode ser usado para se referir ao passado (a menos que haja uma condição, como mostrei no meu exemplo)!
     
  29. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Ainda bem cocês sentende. Talvez a palavra comutativo seja muito bisonha, ou eu que bebo.
     
  30. babyray Senior Member

    Italian
    Obrigada à todos pela sua ajuda. Então tanto "ia" quanto "iria" podem usar-se na fala? Não há diferença? Se estou falando sobre o passado, entendo que só posso usar "ia" mas nos outros casos o que acontece? Muito obrigada outra vez!
     
  31. nihilum Senior Member

    23°13'S 43°13'W
    Portuglisc sprǣc
    "ele falou que ela ia ao cinama"
    "ele falou que ela iria ao cinema"

    Por ia, posso subentender que ela lhe disse vou no cinema; por iria, que ela desistiu de ir no cinema, (ou) estava incerta sobre ir, senão a incerteza de quem está dizendo isso.
    Para mim, se estivesse ele falava que ela ia ao cinema, seria como se dissesse costumava a ir.

    Há diferença! mas como dizê-la?... e dizê-la corretamente? Eu não sei.

    Veja esta página (site verbix): verbix . com / webverbix / go.php?D1=9&T1=sum&H1=109
    Esse é o verbo ser (em latim, esse). Se tem por infectum est (= é), esset (= ser), sit (= seja), erat (= era), erit (= será), e, por perfectum, fuit (= foi), fuisset (= fosse), fuerit (= for), fuerat (= fora), fuerit (= seria).

    O infectum, definido boçalmente, é para que sejam ditas ações não findadas. Em contraste com o perfectum, se obtém algo assim: somos bons amigos (estamos a ser), fomos bons amigos (não estamos mais a ser); éramos bons amigos (ainda estamos a ser amigos), fôramos bons amigos (não estamos mais a ser amigos).

    Não se obtém tal exemplo com os tempos futuros por formarmos iremos e iríamos do infectum (verbo haver: hei, h(av)ia): ir-hemos ser bons amigos (estaremos a ser), ir-híamos ser bons amigos (não estaremos a ser :cross:). O inteligível seria estaríamos a ser :tick:, e isso por ser subentendido como uma ação findada mas de continuidade/prosseguimento não determinado (perfectum, futuro do pretérito).

    Em latim, se usa(va) ibit para o futuro do presente, e ierit, para o futuro do pretérito. A diferença é(ra) clara no registro latino do verbo ser: era, será (= erat, erit), seria (= fuerit); ia, irá (= ibat, ibit), iria (= ierit). Quando se diz ia, se expressa uma ação pretérita não findada do verbo ir (mas não ocorre o oposto[1] ao se usar iria em português por havermos "perdido" o futuro[2]).

    1: podendo ser "vou/irei/iria + verbo" níveis de (des)comprometimento (e, em iria, se podendo exigir uma condição não satisfeita: eu iria se... = eu me descomprometo porque...).
    2: consultando a conjugação do verbo latino ire (eo), se pode ver a formação da passiva portuguesa se for como "ido será, será ido" (em latim, itus erit)

    Veja mais:
    Conjugação do verbo ire (verbix): verbix . com / webverbix / go.php?D1=9&T1=eo&H1=109
     
    Last edited: Feb 7, 2012
  32. darksoda Senior Member

    Portugues de Portugual e Portugues BR
    oi e a pessoal mals por reviver o topico mais tava lendo e pensei numa frase parecida mas nao tenho certeza se tem sentido isso mas enfim quando voce falar eu iria ao cinema parece meio incompleto mas quando tem a condicional parece ter mais sentido tipo eu iria ao cinema se ele deixa-se agora o ia nao precisa de complemento eu ia ao cinema ontem sem a segunda frase o ia ja tem sentido por si proprio mas nao sei se esse raciocinio esta correto :)
     
  33. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    Sim, de certa forma você tem razão.

    Acontece que "ia" é pretérito imperfeito do verbo "ir" e só tem esse sentido condicional quando está sendo usado no lugar do futuro do pretérito "iria", que tem um sentido condicional intrínseco.

    - Eu ia ao cinema ontem, mas não deu tempo.

    -Vá arrumar seu quarto!
    - Ah! Eu ia no cinema...

    -Se eu tivesse tempo, eu ia/iria ao cinema.


    (Seja bem-vind@ ao fórum)
     
    Last edited: Apr 19, 2012
  34. darksoda Senior Member

    Portugues de Portugual e Portugues BR
    obrigado a reposta :) a entao a frase eu ia no cinema quando era pequeno certa agora eu iria no cinema quando era pequeno parece incorreto para torna la correta seria eu iria no cinema quando era pequeno,caso meu pai tivesse me levado.
     
  35. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    :thumbsup:
     

Share This Page