distinguir entre 3 p. presente ind. e 2 p. imperativo

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by mask-13, Feb 17, 2013.

  1. mask-13 Junior Member

    Moscow
    Russian
    Hola gente!
    Como falantes distinguem entre 3 pessoa de presento do indicativo e 2 pessoa de imperativo?
    De contexto no posso entender a vezes. Por exemplo, en esa cançao, que consista quasi toda de os verbos de esa forma, no posso distinguir entre presento e imperativo en todos os verbos salvo qe ve (creo que es o presento)

    Janaína tem cardume no mar
    Chama o povo para ir pescar
    Janaína tem cardume no mar
    Chama o povo para ir pescar

    Já faz tempo que a gente não vê
    Tanto peixe nesse mar
    Chama Pedro e vai chamar Dedé
    Traz a rede pra gente pescar​

    Hay que abmbiguidade para falantes nativos en esa cançao?
     
  2. Ruca Senior Member

    Grande Porto
    Português Europeu

    Olá,

    Para mim não há ambiguidade nenhuma. Chama e traz são a segunda pessoa do imperativo dos verbos chamar e trazer, respetivamente. Chego a essa conclusão pelo sentido do texto: nesta canção alguém está a dizer a Janaína que há peixe no mar e dá-lhe uma instrução/ordem: que chame o povo para ir pescar. Ou seja, trata-se de uma situação de discurso direto. Se fosse uma situação de discurso indireto, em que o narrador estava a contar o que aconteceu, penso que o mais provável seria utilizar o pretérito, como por exemplo: Fulano disse a Janaína que tinha (havia) cardume no mar. Disse-lhe para chamar o povo para ir pescar..."
     
  3. percivalpc Senior Member

    Em parte concordo com Ruca e em parte discordo. Se ficássemos somente na primeira estrofe, a hipótese mais provável seria, realmente, a de "Chama" no imperativo da segunda pessoa do singular, mas, a meu ver, haveria sim espaço para a interpretação do verbo no presente do indicativo da terceira pessoa do singular – a oração "Chama o povo para ir pescar" poderia ser coordenada a "Janaína tem cardume no mar", aquela como uma sequência desta, ambas com o mesmo sujeito "Janaína". Entrever o imperativo da segunda pessoa do singular na forma "Chama" seria mais plausível, mas ainda seria um risco, pois nada na primeira estrofe garante esta interpretação em detrimento daquela – nem marcas gramaticais, nem indícios semânticos.

    A meu ver, a ambiguidade só se desfaz em definitivo na segunda estrofe, quando a forma verbal "Chama" já não pode ter por sujeito "Janaína".
     
    Last edited: Feb 17, 2013
  4. mask-13 Junior Member

    Moscow
    Russian
    Muito obrigado!
     
  5. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Em geral, pelo contexto (e, na fala, pela entoação).

    A ambiguidade não existia se os versos estivessem melhor pontuados:
    Janaína, tem cardume no mar
    Chama o povo para ir pescar
    Janaína, tem cardume no mar
    Chama o povo para ir pescar

    Já faz tempo que a gente não vê
    Tanto peixe nesse mar
    Chama Pedro e vai chamar Dedé
    Traz a rede pra gente pescar

    "Janaína" aqui é um vocativo, e portanto devia ser separado do resto da frase com vírgula.
     
  6. percivalpc Senior Member

    Putz, é verdade, Outsider. Bem que eu estava achando misteriosa a frase "Janaína tem cardume no mar". hahah
     
    Last edited: Feb 17, 2013

Share This Page