1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

Emprego de "há"

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by Sonhadora, Mar 28, 2013.

  1. Sonhadora Senior Member

    Czech
    Olá aos foreiros do melhor fórum de sempre!

    Fiquei na dúvida acerca do emprego do "há" impessoal no sentido de "existir". Me dei conta de que raramente o vejo quando se trata de objetos que não se movem nem podem ser movidos, p.ex.:
    O Brasil tem muitas florestas.
    A cidade tem muitos prédios.

    Se usar o impessoal "há" em vez de "ter" vai soar normal? (No Brasil há muitas florestas. Na cidade há muitos prédios).
    Ou não soa bem? Sei que me falta muito a prática, mas como sempre vejo construções com "ter" nesse contexto pensei que talvez o "há" seja só para exprimir a existência de objetos móveis? P.ex.: Na sala há muitos pessoas. Na cidade há muitos carros.
    Será que tem mesmo alguma correlação entre o uso de "há" e "estar", este designando localização temporária e não permanente?
     
  2. patriota Senior Member

    São Paulo
    Português - Brasil
    No Brasil, a diferença é simples: as opções com haver que você deu (sim, estão corretas) são mais formais que as com ter.
     
  3. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    Pode sim, no Brasil. "Haver" é usado no sentido de existir e é considerado mais formal do que "ter" (talvez por isso veja "ter" com mais frequência).

    Não, o sentido é mesmo "existir"
     
    Last edited: Mar 28, 2013
  4. Sonhadora Senior Member

    Czech
    Ficou claro, obrigada! :)
     
  5. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    No português de Portugal:

    Correctas:
    O Brasil tem muitas florestas.
    A cidade tem muitos prédios.
    No Brasil há muitas florestas
    Na cidade há muitos prédios

    Incorrectas:
    O Brasil há muitas florestas.
    A cidade há muitos prédios.
    No Brasil tem muitas florestas
    Na cidade tem muitos prédios
     
  6. Casmurro

    Casmurro Junior Member

    Porto Alegre, Rio Grande do Sul
    Portuguese - Brazil
    Na língua falada é dominante o uso do ter. Na escrita, por conta da formalidade já citada, o haver é mais empregado.

    Acho interessante ressaltar que, por aqui, a posição do sujeito nesses exemplos não é muito usual. Por exemplo, em vez de "No Brasil há muitas florestas" e "A cidade tem muitos prédios", usaríamos "Há muitas florestas no Brasil" e "Tem muitos prédios na cidade". Esse sujeito deslocado é bem mais comum.
     
  7. celso8 Junior Member

    Brazil / São Paulo
    Portuguese-Brazil



    Há muitas florestas no Brasil. Uso impessoal. Não há sujeito. No Brasil é adjunto adverbial de lugar.

    Tem muitos prédios na cidade . Uso impessoal. Não há sujeito. Na cidade é adjunto adverbial de lugar.
     
  8. Sonhadora Senior Member

    Czech
    Não sabia isso obrigada! Vou deslocar, então)
     
  9. celso8 Junior Member

    Brazil / São Paulo
    Portuguese-Brazil

    Deslocar seria colocar o adjunto adverbial no início da oração, uma vez que, tradicionalmente, são colocados no fim.
     
  10. patriota Senior Member

    São Paulo
    Português - Brasil
    Não é uma regra... a posição é opcional.
     
  11. Casmurro

    Casmurro Junior Member

    Porto Alegre, Rio Grande do Sul
    Portuguese - Brazil
    Obrigado, realmente negligenciei essa parte.
     
  12. Youngfun

    Youngfun Senior Member

    Pekino, Ĉinujo
    Chinese/Italian - bilingual
    E... "Tem muitas florestas no Brasil?" Aceitável só no pt-BR coloquial?
     
  13. Casmurro

    Casmurro Junior Member

    Porto Alegre, Rio Grande do Sul
    Portuguese - Brazil
    A coloquialidade é relativa. Quer dizer, mesmo em uma reunião, por exemplo, se usaria o tem em vez do há. A formalidade em questão é em textos, como redações. Numa prova de língua portuguesa, por exemplo, usar o haver nessa frase é mais recomendado do que o ter. Mas em conversas o ter predomina mesmo.
     
  14. Ruca Senior Member

    Grande Porto
    Português Europeu

    Olá,

    Gostaria só de comentar na perspetiva do Pt-pt. Em Portugal, o uso do verbo haver, neste contexto, é a regra, quer na fala, formal ou informal, quer na escrita. Aliás, parece-me que muito dificilmente se ouviria um português dizer "Tem muito prédio na cidade" ou "Tem muitas florestas no Brasil". O normal, em qualquer nível de linguagem e em qualquer circunstância será:

    No Brasil, há muitas florestas. / Há muitas florestas, no Brasil.
    Na cidade, há muitos prédios. / Há muitos prédios, na cidade.
     
  15. Casmurro

    Casmurro Junior Member

    Porto Alegre, Rio Grande do Sul
    Portuguese - Brazil
    Interessante.

    Penso que o brasileiro tem uma certa fobia ao haver por não existirem diferenças fonéticas entre o a artigo, a preposição e o há verbo. Inclusive, creio que esse é o motivo principal da dificuldade que temos no emprego da crase.
     
  16. patriota Senior Member

    São Paulo
    Português - Brasil
    São tantos as que precisa ser um ás da gramática.
     
  17. Casmurro

    Casmurro Junior Member

    Porto Alegre, Rio Grande do Sul
    Portuguese - Brazil
    Nada que um ensino de qualidade não resolvesse. Mas aí são outros quinhentos.
     
  18. marta12 Senior Member

    Portugal
    português

    ...mas
    - O Brasil tem muitas florestas? - em vez de - Há muitas florestas no Brasil?/No Brasil há muitas florestas?
    Qualquer delas está correcta.
     
  19. Casmurro

    Casmurro Junior Member

    Porto Alegre, Rio Grande do Sul
    Portuguese - Brazil
    Sim, o emprego de um ou de outro fica a critério do freguês.
     
  20. marta12 Senior Member

    Portugal
    português
    Desculpa Casmurro, queria responder ao Ruca.

    Em Portugal, se as frases dadas pelo Ruca forem invertidas ficam correctas:

    A cidade tem muitos prédios.
    O Brasil tem muitas florestas.

    Usamos também o 'ter' em vez do 'haver'. Pessoalmente, são também correctas
     
  21. Ruca Senior Member

    Grande Porto
    Português Europeu

    Olá Marta,

    O meu comentário surgiu na sequência dos comentários que davam conta de que no Brasil as formas "Tem muitas florestas no Brasil" e "Tem muitas prédios na cidade" são as formas mais correntes.
     
  22. Ruca Senior Member

    Grande Porto
    Português Europeu

    Olá Casmurro,

    Em Portugal as formas a/à e as/às pronunciam-se de forma diferente e, portanto, para nós é mais fácil a distinção. Já no que diz respeito ao "há", é uma verdadeira desgraça: a quantidade de pessoas que escrevem "à" em vez de "há" é colossal.
     
  23. Casmurro

    Casmurro Junior Member

    Porto Alegre, Rio Grande do Sul
    Portuguese - Brazil
    O haver por aqui é substituído pelo primeiro verbo que aparecer. Há meses vira faz meses (e há quem não respeite a falta de sujeito, dizendo "fazem meses"), por exemplo.

    Quanto à crase, eu observo que as pessoas só usam a crase quando não devem, como "à todos" ou "à fazer". Nos casos em que ela deve ser empregada é completamente ignorada, como em "às vezes" ou "à toa".
     

Share This Page