expressões nacionais e regionais, brasileiras e portuguesas

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by Vanda, Apr 7, 2006.

Thread Status:
Not open for further replies.
  1. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Brasileiros e portugueses,

    Que tal um tópico sobre expressões típicas de uma região nossa, (que acabará, no final, sendo também usada em mais regiões) e expressões nacionais - em uso ou desuso - para que nossos amigos tenham um referencial quando "tropeçarem" por acaso em algumas delas?

    Eu começo: :D

    marmota (Minas Gerais) - uma pessoa mal vestida, fora de moda, tímida (usada no interior e provavelmente em decadência atualmente)

    atolado (MG) - tendo muito trabalho para fazer , "sufocado" de trabalho

    (MG) reduzido de senhor - qualquer pessoa . Ex.: Que isso, sô?

    (norte de MG) - reduzido de senhora - qualquer pessoa, inclusive homem. Ex.: Tem base não, sá (quando se acha que algo não pode ser verdade)

    moço (nacional?) - qualquer pessoa desconhecida, independente da idade, de quem se quer chamar a atenção. Ex. : Moço, quantas horas?

    Nó! (nacional?) - reduzido de Nossa Senhora! - interjeiçao de surpresa

    sungar (norte de MG) - levantar qualquer coisa

    jirau (norte de MG) - um suporte feito de bambu, normalmente- tipo de balcão- onde se colocam panelas para escorrer depois de lavadas

    casinha (MG) - tipo de banheiro rudimentar, fora da casa principal, típico de roça

    Depois eu volto com mais!
     
  2. Tomby

    Tomby Senior Member

    Along the Via Augusta
    Spanish/Catalan
    Óptima ideia Vanda! :)
    Eis algumas que achei engraçadas:

    AONDE = De jeito nenhum (em resposta a uma questão: "Você vai comprar isso?" "Aonde?!")
    ARROZ DOCE = Pessoa que está em toda festa ou em todo lugar, que está em todas.

    (Tirado do Dicionário de Baianês)
    Cumprimentos e bom fim-de-semana!
     
  3. angelina barbosa Senior Member

    Braga, Portugal
    Portugal, Portuguese
    É uma ideia gira, Vanda! :)

    giro (nacional) - engraçado, interessante, bonito

    lixar-se / lixado (nacional) - estar em maus lençóis (Ex: Tás lixado, meu!)

    lixado/a (nacional) - pessoa difícil (Ex: Aquela gaja é mesmo lixada!)

    estar/pôr-se à coca (nacional) - vigiar (Ex: Ele pôs-se à coca a manhã toda para ver se descobria quem lhe ia roubar coisas do quintal)

    pisgar-se / pôr-se na alheta (acho que é nacional também) - fugir, escapar-se (Ex: Mal viu o polícia o homem pisgou-se/ pôs-se na alheta)

    pernas para que vos quero (nacional) - fugir, afastar-se depressa (Ex: Quando os vi avançar, pernas para que vos quero, nem olhei pra trás!)

    gajo/a/os/as (nacional) - tipo, fulano (Ex: Esse gajo é parvo ou quê?)

    pêro (sul de Portugal) - maçã
     
  4. Márcio Osório Senior Member

    Recife - PE
    Brazil, Brazilian Portuguese
  5. SofiaB Senior Member

    English Asia
  6. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    , eu tinha me esquecido da nossa hors-concours de mineiridade:

    Uai! (MG) ué/uê (variação) - interjeição que serve para tudo. Diz-se que começou aqui na cidade vizinha, nas minas de ouro exploradas pelos ingleses. Os mineiros ouviam os engenheiros ingleses conversando uns com os outros e dizendo " uai" a toda hora. Daí os mineiros acabaram usando a expressão para tudo também, sem saber o que significava. Nóis é chique, fala inglês desde há muito tempo. (atenção: fala popular!):D

    trem (MG) - serve pra substituir qualquer coisa, qualquer coisa mesmo.
    Ex.: Comi um trem que me fez mal./ Tire este trem daí, menina!
     
  7. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Também já ouvi "Uai!" na Madeira. Algumas expressões madeirenses.

    E treco também, não é?

    Mais algumas, daqui destas bandas:

    bué: muito (de origem africana, mas agora ouve-se em toda parte)
    fixe: óptimo (o x pronuncia-se como em "xarope")
    garina: moça
    chavala: moça (de origem cigana, também se diz em espanhol)
     
  8. Robinvn

    Robinvn Senior Member

    In Dublin fair city
    Dutch, Belgium
    Gostei demais desse thread!!
    Até sinto pena que o português não seja minha língua materna..
    Mas nós também temos uma expressão nacional, quer dizer na parte da Bélgica que fala neerlandês: "Amai", que se usa quando se mostra espanto.
    Agora, a forma certa de escrever Amai seria "A mãe" porque vem do português. A história é que os Portugueses chegavam no porto de Antuérpia e ficavam boquiabertos, gritando "a mãe". Os Flamengos, mesmo não entendendo o sentido, incorporaram a palavra na língua falada que ainda hoje se mantém (e se usa muuuito).
     
  9. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    História bem divertida!

    Os Açores receberam alguma imigração flamenga, sabia?
     
  10. Robinvn

    Robinvn Senior Member

    In Dublin fair city
    Dutch, Belgium
    Não sabia não! Fico curioso se nós também deixamos traços em português. Vale um novo thread assim que acho algumas informações sobre o assunto.
     
  11. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Interessante! A minha curiosidade fica sobre a origem do uai por lá. Deve ter uma outra história.

    Treco, sim, e também troço - para qualquer coisa que eu queira variar de trem.

    PRESTENÇÃO (MG)= É quando o mineiro está falando e você não está ouvindo.

    pelejando (MG) = resposta à pergunta: E aí como vai? - no sentido de batalhando, lutando para sobreviver.

    luxento (MG) - pessoa muito exigente. Ex.: ô menino luxento! Não gosta de comer nada.

    cadinho ou mucadinho (MG) - só um bocado, só um pouco. Ex. Tô só com um cadinho de fome.


    lol. Tombatossals, esta do aonde eu conheço também. Fazia séculos que não a via! Ótimo!
     
  12. Leandro

    Leandro Senior Member

    Rio de Janeiro
    Brazil - Portuguese
    Acredito que as gírias a seguir são cariocas, não tenho 100% de certeza, porém lá vai:

    Valeu / Falô (Falou) - ok, obrigado, tchau
    Coé - olá
    Sei coé (gíria bem popular) - Aqui no RJ quando lhe fazem uma pergunta, e você vai responder "sei", normalmente falamos "sei coé". Acho que esse coé daí deve ter vindo de "qual é", ou seja, "sei qual é".
    Ir dar um rolé - ir dar uma volta, uma caminhada, uma saída

    *Quando se vai sair à noite, seja pra uma boate, ou alguma festa, aqui no RJ falamos "vou pra night", já em SP eles falam "vou pra balada". Nos outros estados não sei como se fala.

    *Como a Vanda disse ai em cima, em MG se usa "trem" a gente aqui no Rio usa "parada": Comi uma parada que me fez mal./ Tire essa parada daí, menina!

    P.S. Já reparam que na língua falada ninguém fala "obrigado" ? Todo mundo só fala "brigado".
     
  13. lampiao Senior Member

    Lisbon
    Portugal/Portuguese
    Não o posso afirmar como um facto, mas creio que sim.
    O português falado nos Açores é bem diferente daquele falado no continente. Eu sempre achei que eles falavam de uma forma afrancesada, mas possivelmente terá algo a ver com essa história.
    Na verdade, para mim é mais complicado perceber o português dos Açores do que o do Brasil!

    Já aconteceu, num canal de televisão de âmbito nacional, porem legendas numa reportagem em que um açoreano falava!
     
  14. ronanpoirier

    ronanpoirier Senior Member

    Porto Alegre
    Brazil - Portuguese
    Algumas do Rio Grande Do Sul:

    Aipim - Mandioca
    Bergamota - Tangerina
    Bolita - Bola De Gude
    Tchê (interj.) - Serve para finalizar qualquer frase :p
    Bah (interj.) - Serve para transmitir qualquer tipo de sentimento... ai depende da intonação usada
    Parada - Ponto De Ônibus
     
  15. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Até que enfim, apareceram os gaúchos!:) Cadê os paulistas?!

    lampiao
    lol. A Claudia Raia estava em uma entrevista na TV pt há alguns meses atrás e pediu ao entrevistador que desse uma ajuda na "tradução" quando ela foi atender a uma telespectadora.

    cadiquim - (corruptela de um bocado) = mucado - mucadinho
     
  16. Tomby

    Tomby Senior Member

    Along the Via Augusta
    Spanish/Catalan
    Frango, pelo ouvido nas transmissões desportivas portuguesas é um erro garrafal do guarda-redes. Corrijam-me por favor, caso estiver confundido.
    :D
     
  17. Tomby

    Tomby Senior Member

    Along the Via Augusta
    Spanish/Catalan
    Outsider tem toda a razão, mas "chaval/a", em espanhol não implica origens ciganas. Nem sequer é depreciativo. Trata-se de um registo muito popular, normalmente oral equivalente a rapaz ou rapariga (em Portugal) ou garoto/a no Brasil.
    Exemplo: "conocí a una chavala muy simpática" < "conocí a una chica muy simpática" < "conocí a una señorita muy simpatica" (na linguagem coloquial quase não se usa o término "señorita". Mas o menos estes seria ou graus de polidez de menor a maior.
    Cumprimentos!
     
  18. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Tombatossals, aqui também temos o frango do goleiro!
    Goleiro frangueiro! :)
     
  19. MarcB Senior Member

    US English
    a palavra chavala vem de uma palavra cigana. so en espanhol e uma menina qualquer.
     
  20. Tomby

    Tomby Senior Member

    Along the Via Augusta
    Spanish/Catalan
    Foi engraçado para mim ler "parada" e "ponto de ônibus". Ainda me lembro das minhas primeiras aulas de português quando nos diziam: escolham entre a língua falada em Portugal ou a falada no Brasil, mas nunca misturem, por exemplo, um brasileiro diz "Cadê o ponto de ônibus" e um português diz "Onde fica a paragem do autocarro". Os dois perguntam por a mesma coisa.
    Assim como estas palavras, em português há muitíssimas: paletó e fato, suco e sumo, etc., enfim eu não sou quem para dizer estas coisas, vocês conhecem melhor que ninguém o português e eu aprendo-o graças a todos vocês.
    Quanto à palavra aipim é algo familiar para mim porque é usada no Rio de Janeiro. Desconhecia o significado, perguntei por ela e se tratava da "simples" mandioca, que em Espanha, não sei se a tradução é certa, mas nos mercados chamam-na "yuca".
    Cumprimentos.
     
  21. Tomby

    Tomby Senior Member

    Along the Via Augusta
    Spanish/Catalan
    Obrigado MarcB, desconhecia a etimologia dela.
     
  22. angelina barbosa Senior Member

    Braga, Portugal
    Portugal, Portuguese
    Tombatossals, aproveito para acrescentar que quando um guarda-redes faz um "frango" monumental, o pobre passa a ser culpado de ter feito um "perú"!
    Se, pelo contrário, seja no futebol ou noutra ocasião qualquer, alguém consegue alguma coisa por ter tido uma grande dose de sorte, então dizemos "Que paio!"
    paio - grande sorte, ou sorte inesperada. (literalmente, "paio" é um tipo de chouriço, que por sinal é muito bom)
    farinha de pau- mandioca em pt
     
  23. Como muitos já disseram, esse “thread” é muito interessante. Estava pensando e uma expressão veio à cabeça mas não sei se é regional ou nacional.

    mandar bem – fazer alguma coisa de uma forma admirável

    “Ele está mandando bem nos filmes de comédia.” O que ouço muito nos programas da TV é “Mandou bem!”

    Também, acho que muitos cariocas falam “rapá,” uma redução de “rapaz.”

    Ronan, eu li que para os gaúchos, é tudo “trilegal” ou “tribom” etc. Você sabe onde isso surgiu?
     
  24. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    É a mesma coisa em português, Tombatossals. Quando escrevi "origem cigana", referia-me à palavra, e não à moça. ;)
     
  25. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    pojo (regiões de Minas/ em desuso) - graça, coisa engraçada. Ex. que pojo! Que coisa engraçada!

    pra dedéu (nacional) - muito, em quantidade. Ex.: Rimos pra dedéu.

    peixada (nordeste) - facada
    peixada ou pechada (gaúcho/em desuso) batida de carro

    barbaridade (gaúcho) - interjeição! - minha gaúcha preferida

    mandinho (gaúcho/ regiões) - menino pequeno

    perua (nacional) - mulher muito enfeitada, com muitos acessórios

    bobiça (nacional?) - forma adulterada de bobice= bobagem
     
  26. Tomby

    Tomby Senior Member

    Along the Via Augusta
    Spanish/Catalan

    Principalmente na Catalunha, os ciganos chamam os que não são da sua raça payos e os payos chamamos os ciganos (depreciativamente) payos. Em catalão paio. Uma tradução mais ou menos certa seria gatuno, talvez maroto, sei lá. Além disso, popularmente um chorizo (em espanhol) quer dizer malandro. Quando pedimos "um bocadillo de ministro" (uma sandes de ministro) tem um duplo sentido, nem sempre nos referimos a um naco de pão com um excelente enchido como os que devem comer os ministros, senão a uma sandes de chouriço (no sentido popular).:D

    Obrigado pelo esclarecimento, Outsider.:tick:
     
  27. Tomby

    Tomby Senior Member

    Along the Via Augusta
    Spanish/Catalan
    Outras expressões regionais que anchei engraçadas::D

    QUI-QUI-QUI-CÁ-CÁ-CÁ = Referente à risada de alguém (Quando Ana contou a história foi o maior qui-qui-qui-cá-cá-cá).

    RAID DAS MOÇAS = Rifa com nomes de mulher.

    (Tirado do Dicionário de Baianês)
     
  28. ronanpoirier

    ronanpoirier Senior Member

    Porto Alegre
    Brazil - Portuguese
    Outras do Rio Grande Do Sul:

    Guri/Guria - Garoto/Garota
    Tri (advérbio) - Muito --> também pode significar "legal"
    Ex.: Ele é tri legal! Ele é tri! significam ambas Ele é muito legal!
    Cusco - Cão Vira-Lata
    Piá - Garoto
    Prenda - Moça
    Ginete - Cavaleiro
    Se pá (totalmente coloquial, usado pelos jovens) - Talvez, Se Possível
    Charque - Carne Salgada
    Peleia - Briga, Disputa
    Pilchado - Vestido Com Trajes De Gaúcho
    Tanga (também significa parte inferior do biquini) - Sunga
    Bafão (totalmente coloquial, usado pelos jovens) - Confusão, Discussão
    Bolicho - Bar De Esquina/Bodega
    Varar - Atravessar
    Cerro - Morro
    Candieiro - Lamparina
    Valão - Esgoto, Arroio (geralmente poluído)
    Sinaleira - Semáforo
    Bagos (totalmente coloquial) - Testículos
    Pinguela - Ponte Pequena


    ***Não tenho certeza que todas as expressões estejam certas... algumas são do interior RS... que nem eu mesmo conhecia :-S mas meu pai deu-me alguma ajuda :)
     
  29. ronanpoirier

    ronanpoirier Senior Member

    Porto Alegre
    Brazil - Portuguese
    Eu não sei infelizmente, porém, eu faço idéia que tenha ssido originário do francês "très" o qual significa "muito" assim como a expressão "tri"... olha o que postei anteriormente ;)

    Esqueci do mais clássico!!!

    CACETINHO - Pão De Trigo/Pão Francês

    O engraçado é porque "cacete" antigamente significava "chato" mas hoje em dia significa "pênis"... então imaginai a reação de um atendente de padaria de algum outro estado, quando um gaúcho chega e pede cacetinhos :D hahahaha ;)
     
  30. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    A primeira vez que fui ao Rio Grande não conseguia dizer cacete na padaria de jeito nenhum. Uma outra que o Ronan não disse é
    queque (gaúcho) - bolo inglês.

    Ronan, as expressões ensinadas por seu pai são, ou melhor, com certeza eram usadas sim no interior! :) Eu havia feito um glossário gauchês - que já perdi - e agora recordei-me delas.
     
  31. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Os de Portugal acho que dizem "gajão".

    Aliás, a palavra "gajo" (e "gaja"), que se usa muito em Portugal, é de origem cigana.

    Os brasileiros diriam "cara".
     
  32. ronanpoirier

    ronanpoirier Senior Member

    Porto Alegre
    Brazil - Portuguese
    Pelo amor de Deus, dize cacetinho!!! Aqui, dizer cacete também é motivo para apanhar :D


    Eu li num site que o vocabulário, e até mesmo o jeito de falar, é porque os gaúchos do tempo das brigas entre Portugal e Espanha por territórios (nos tempos dos jesuítas e etc.) não queriam estar relacionados a nenhum dos lados então eles faziam cada lado pensar que eles estavam do outro :rolleyes: então para os portugueses eles falavam espanhol e para os espanhóis eles falavam português... e daí a confusão foi formada!
     
  33. Obrigado pela explicação Ronan...muito interessante mesmo.
     
  34. ronanpoirier

    ronanpoirier Senior Member

    Porto Alegre
    Brazil - Portuguese
    Lembrei de outra:

    Negrinho - Brigadeiro (o doce! não o militar :p )
     
  35. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    baita (regiões) - grande. Ex. : Levei um baita susto!
    bronca (regiões) - além de repreensão; protesto, reclamação, zanga. Ex.: Estou com uma bronca do XXX com o que ele fez comigo!
    birra (regiões) - além de teimosia, zanga, aversão. Ex.: Tenho uma birra de gente mentirosa.
    maracutaia (nacional) - Negócio fraudulento; negociata
    danado (regiões) - além de amaldiçoado,condenado; zangado, travesso, incrível, hábil, esperto. Ex.: O Ronaldinho é danado de bom!
    assuntar (MG) - informar-se
    situação ruça (nacional) - grave, delicada, ruim.
    lambujem (nacional) - vantagem que um jogador concede ao parceiro; lambuja, o que se ganha ou se dá além do combinado.
     
  36. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Mais duas :

    dizer/ falar abobrinhas (nacional) - falar coisas sem proveito ou sem sentido
    desculpa esfarrapada (nacional) - dar uma desculpa sem fundamento, sem consistência ou coerência.
     
  37. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Essa é nacional e internacional.
     
  38. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Uau, mais uns 12 posts e o Out será quatrão!!!!!

    Out você diz internacional porque outros idiomas a usam ou está se referindo ao uso em Portugal também? Só pra satisfazer minha curiosidade....;)
     
  39. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Referia-me a que é uma expressão comum em Portugal.
     
  40. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    bafafá (nacional?) - confusão
    fuxico (regiões) - intriga, fofoca
    jabá (regional) - comida
     
  41. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Mais....
    boiola (nacional) - homem gay
    sapatão (nacional) - mulher gay
     
  42. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Mais...
    picuinha (nacional) - atitude ou dito cujo intuito é contrariar, aborrecer outrem; pirraça, provocação, hostilidade um tanto gratuita, prevenção, desconfiança, implicância, cisma.
    Ex. : Não sou de ficar por aí com picuinha.
     
  43. Robinvn

    Robinvn Senior Member

    In Dublin fair city
    Dutch, Belgium
    E algumas que eu aprendi do pessoal.. Acho que são regionais (interior de SP) mas não estou certo!

    pistola - bravo, "puto"
    mala - uma pessoa chata que se acha engraçada
     
  44. Brazilian dude Senior Member

    Portuguese - Brazil
    Nunca ouvi pistola como bravo, e olha que eu sou do interior de São Paulo.

    Brazilian dude
     
  45. Robinvn

    Robinvn Senior Member

    In Dublin fair city
    Dutch, Belgium
    Ouvi várias vezes em Bauru.. Se quiser, posso dar referências:)
    Pistola: bravo, zangado, como em "Fiquei pistola com essa amiga sua"
     
  46. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Robin, vivendo e aprendendo, né? :) Também não conhecia esta expressão. Êta Brasilzão grande!

    Aí vai mais uma:
    ter pavio curto (nacional) - to be impulsive, rash, to be easily irritated
    Nycp me disse que poderia ser algo como itchy trigger finger, em inglês.
     
  47. Brazilian dude Senior Member

    Portuguese - Brazil
    E olha que Bauru é do lado. Eu moro em Botucatu e mesmo com o contexto que Robinvn fez o favor de nos fornecer, ainda me soa nova.

    Brazilian dude
     
  48. a_catarina

    a_catarina Senior Member

    Algarve, Portugal
    Portuguese / Portugal
    Pelo menos é assim que nós dizemos no sul de Portugal.:D
     
  49. a_catarina

    a_catarina Senior Member

    Algarve, Portugal
    Portuguese / Portugal
    Já agora, junto algumas expressões típicas do Algrave (sul de Portugal):

    griséus- ervilhas
    alcagoitas- amendoins
    canito/panito- diminutio de "cão" e "pão", respectivamente.
    albricoque- alperce
    mangar- brincar, gozar com alguém. (ex: Estás a mangar comingo, isso não pode ser verdade.)

    Quando me lembrar de mais algumas faço outro post.;)
     
  50. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Uau, nós também usamos mangar! Não sabia que era de Portugal! :)

    Mais.........

    fuçar - Bisbilhotar, farejar, esquadrinhar negócios alheios.
    Ex.: Quem andou fuçando na minha bolsa?
    dar pitaco - dar plapite. Ex.: Pára de dar pitaco na minha vida!

    soltar a franga = tornar-se desinibido, perder o acanhamento.
     
Thread Status:
Not open for further replies.

Share This Page