Matar-te-ei

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by DerFrosch, Dec 1, 2013.

  1. DerFrosch

    DerFrosch Senior Member

    Oi!

    Eu sei que "Te matarei" é mais usado no Brasil e que "Matarei-te" é mais usado em Portugal (embora isso provavelmente é uma simplificação:)), mas onde e quando diz-se "Matar-te-ei"?
     
  2. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Na verdade, não é matarei-te, é matar-te-ei, no caso de querer ficar no campo da gramática. Penso que é assim também que os portugueses dizem.
     
  3. DerFrosch

    DerFrosch Senior Member

    Obrigado por me informar, Vanda. Obivamente tenho muito a aprender, eu não vi matar-te-ei antes.
     
  4. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Aqui, neste caso, é regra de colocação pronominal: com o futuro do pretérito e futuro simples - apenas - o pronome é colocado no meio (mesóclise). clique
     
  5. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Exacto.
     
  6. Ruca Senior Member

    Grande Porto
    Português Europeu


    Olá DerFrosh,

    Em português padrão, em Portugal, a regra é o uso da ênclise, ou seja, "matar-te-ei", exceto se na frase houver alguma partícula que atraia o pronome para posição proclítica. Por exemplo:

    1) Se não vieres jantar, matar-te-ei! (bastante formal)

    2) Se não vieres jantar, vou matar-te! (comum)

    3) Ja te disse que te matarei, se não vieres jantar! (comum) Neste caso, o "que" atrai o pronome para posição anterior ao verbo.


    Mas, quanto à frase 1), a realidade é bem diferente do padrão. Estou plenamente convencido que a maior parte da população, incluindo muitas pessoas com formação superior, diriam com muita naturalidade "Se não vieres jantar, matarei-te". Esse "matarei-te" é incorreto, do ponto de vista gramatical, mas é utilizado por grande parte da população. Até já ouvi essa forma agramatical da boca de uma professora de português da minha filha...
     
  7. ElSoberano

    ElSoberano Junior Member

    Long Island, NY
    Español-Lat Am. English-United States
    MMM interessante! Olá foro, fala ElSoberano :),
    Acho que é muito interessante aquilo de fazer mesóclise com esse tempo verbal no português. No espanhol não temos casos assim, de empregar O pronome possessivo no meio do verbo conjugado.

    Eu sei que esse foro e pra falar do PORTUGUÊS somente, mais acredito que fica interessante e quis falar cá pra fazer comparações entre as duas línguas ibéricas.. Mais, não vejo no foro PT-ESP/ESP-PT esse tema..:rolleyes:

    Além disso, estive lendo a escritura de Ruca e me fiz lembrar dum caso no espanhol...

    No WIKIPEDIA há um artigo falando desse tema, cuya explicação é em inglês pelo que o artigo contém mais profundidade do caso do mesóclise antiguo no Espanhol Medieval http://en.wikipedia.org/wiki/Comparison_of_Portuguese_and_Spanish

    Embora não esclarece nada o tema de DerFosch, sim pode se dizer que é interessante o caso do mesóclise no portugués...

    Tenho só uma pergunta pertinente, A gente fala (matar-te-ei) commumente o só fala-se quando quer falar formalmente... ISSO NÃO COMPREENDO!:confused:

    Desculpa de Novo pelo desenfoque!
    ;)
     
  8. Thomas1

    Thomas1 Senior Member

    polszczyzna warszawska
    Olá,

    Estou a perguntar-me sobre a mesma coisa. Nas minhas leções do português (europeu) aprendi que as formas do tipo 'matar-te-ei' são muito formais e raras na lengua quotidiana (sobretudo na lengua falada). O contexto onde as vi mais frequentemente fue a literatura). Soponho que a forma 'matar-te-ei' aparecerá normalmente nos artigos de prensa ou nas noticias de televisão o de radio (e que será o padrão para jornalistas quem têem cuidado na lengua deles) mas nos filmes ou nos programas onde se utiliza muito a lengua quotidiana não necesariamente. Alguem poderia confirmar se isto é mais ou menos correcto?
     
  9. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    A mesóclise está cada vez mais confinada aos livros. No Brasil já praticamente não se usa na linguagem corrente.
    As alternativas costumam ser:

    Vou te matar. (esta é a mais usada, no Brasil)
    Vou matar-te.
    Irei matar-te.
     

Share This Page