Na sua vida eles já tiveram que experimentar

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by Hexlein, Aug 26, 2008.

  1. Hexlein

    Hexlein Senior Member

    Germany
    German
    Oi,
    eu gostaria saber se posso falar assim:

    Na sua vida eles já tiveram que experimentar quão duro é não possuir nada.

    Ha erros ou posso o dizer melhor doutra maneira?

    Muito obrigada desde já.
    Hexlein.
     
  2. WAMORZINHO

    WAMORZINHO Senior Member

    brasil/sao paulo
    Portuguese
    Acho que está bom, eu só mudaria uma coisa
     
  3. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Sua maneira está perfeita e muito chique. A sugestão da Wamorzinho é uma outra possibilidade. Ou ainda:
    Eles já experimentaram/ sabem como é duro não ter nada na vida!
     
  4. WAMORZINHO

    WAMORZINHO Senior Member

    brasil/sao paulo
    Portuguese
    A sugestão da Vanda:
    Eles já sabem como é duro não ter nada na vida.
    É mais informal, se o que você quer é somente falar, essa dai é mais indicada
    Agora se for para escrever, e dar uma impressão 'dramatica' a sua frase é perfeita.

    Minha opinião!!
     
  5. Hexlein

    Hexlein Senior Member

    Germany
    German
    Muito obrigada pelas respostas!

    Sim, trata-se dum texto escrito, é uma tradução dum texto alemão. Fala-se duma casal de idade que viveram já na época da guerra e que então eram muito pobres. Por iso, também hoje que têm muito mais dinheiro, não querem gastar dinheiro sem pensar muito.

    A sugestão de Vanda:

    Eles já sabem como é duro não ter nada na vida!
    expresaria isto também? Não se poderia entender como presente?

    Outra perguntinha: Meu amigo quis dizer "moradia" em vez de "vida", podem ser sinónimos ou é que estava a interpretar mal a sentença alemá? (Poderia perguntar-lhe, mas ele é desaparecido.)

    Obrigada mais uma vez.
     
  6. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Eles já sabem como é duro não ter nada na vida, apesar de ser uma frase no presente, implica: não importa quando aprenderam, mas hoje/atualmente eles sabem como é difícil não ter nada, porque já viveram/experimentaram isso em algum momento do passado. Só não é possível se eles já estiverem mortos!
    Contudo, como eu disse lá em cima, a sua frase está perfeita; apenas dei mais uma opção.
    Moradia vai mudar o sentido da frase. Vai dizer que não tinham nada na casa, mas não necessariamente vai implicar que passaram por dificuldades na vida.
     
  7. Hexlein

    Hexlein Senior Member

    Germany
    German
    Obrigada, Vanda, pelas explicações.

    Então acho que meu amigo estava errado. A sentença não fala duma casa. Eu somente não estava certa porque pensei que "moradia" poderia ter também o significado de "vida", porque "morar" e "viver" também podem ser sinónimos (em parte), não é?
     
  8. andlima

    andlima Senior Member

    Rio de Janeiro, Brazil
    Portuguese (Brazil)
    Hexlein, embora "viver" admita a acepção de "morar", "moradia" e "vida" não são sinônimos. Seu amigo certamente se confundiu.

    A propósito, parabéns pelo seu português. Muito bom mesmo. Assinalei duas pequenas correções porque você pediu pra corrigirem seu português. Na segunda, pareceu-me que você quis dizer "está desaparecido", se não entendi bem, desculpe. :c)
     
  9. Hexlein

    Hexlein Senior Member

    Germany
    German
    Muito obrigada, andlima, também pelas correcções e os parabéns.

    ele está desaparecido - você entendiu bem, sim, é um erro que faço muitas vezes e que me enlouquece. (Eu queria dizer que meu amigo não estava disponível naquel momento.)
    Em alemão temos somente um verbo para ser/estar, mas isto não deve me servir de pretexto porque sei falar espanhol e acho que neste aspeto não há muita diferença.
     
  10. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal

    Não se fie, há umas quantas, todas elas bastante enervantes e onde tropeçamos frequentemente.
     
  11. coolbrowne Senior Member

    Bethesda, MD - USA
    Português-BR/English-US bilingual
    Só uma coisinha bruxinha, esperando contribuir ;):
    A explicação de Vanda está excelente, como sempre :). Talvez ajude observar quea palavra chave é (schon), a qual adiciona o caráter de passado.

    Até mais ver... (Auf wiedersehen :D)
     
  12. Hexlein

    Hexlein Senior Member

    Germany
    German
    Muito obrigada a todos pelas contribuições.


    Ah, isto interesa-me muito, há já um thread sobre o tema?



    Bom saber, coolbrowne. Acabo de olhar no dicionário e vejo que "saber" tem os significados de "conhecer", "ser capaz" e também de "descobrir/experimentar". Então está tudo claro. (Em alemão temos diferentes verbos para cada significado e eu pensei somente no primeiro significado.)

    Estou encantada de estudar português com sua ajuda.
    Bom dia para todos.
    Hexlein.
     
  13. Hexlein

    Hexlein Senior Member

    Germany
    German
    Permitam-me duas perguntas mais, por favor:

    Está bem falar "Na sua vida eles..." ou deve ser "Na vida de eles..."?? Meu amigo (carioca) nunca quer acetar se eu falo "seu"/"sua" sem me referir a ele.


    "Até mais ver" - é uma expressão usual ou somente a tradução literal do alemão?

    Um pouco confusa - Hexlein.
    :confused:
     
  14. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
     
  15. coolbrowne Senior Member

    Bethesda, MD - USA
    Português-BR/English-US bilingual
    É um expressão meio antiga (como eu ;)), e não traduzida do alemão. Foi por puro acaso que eu me dei conta de que coincide com uma tradução quase perfeita para Auf Wiedersehen :)
     
  16. Hexlein

    Hexlein Senior Member

    Germany
    German
    :) :)

    Obrigada pelas respostas, Vanda e Coolbrowne.
     
  17. Espinharas Senior Member

    Brasil Português
    Olá, Hexlein.
    Penso que a sua frase está muito bem traduzida. É importante fazer atenção à vírgula. O português tem regras diferentes do alemão para o uso da vírgula.
    Quanto ao "sua", infelizmente, em português, o adjetivo possessivo para a terceira pessoa do singular e para a terceira pessoa do plural se escreve da mesma maneira:
    seu carro (carro dele ou dela); seu carro (carro deles ou delas);
    sua casa (casa dele ou dela); sua casa (casa deles ou delas). Ou seja, traduz o "sein" (masculino e neutro) e o "ihr" (feminino e plural).
    Assim, a frase é:
    Na sua vida, eles já tiveram que experimentar quão duro é não possuir nada.
    O pronome seguinte (eles), dá o contexto para se compreender a que se refere "sua".
    Abraço.
     
  18. Hexlein

    Hexlein Senior Member

    Germany
    German
    Olá, Espinharas. Desculpe o retraso em contestar. Você tem razão quanto ao uso da vírgula, é bem diferente.

    Quanto à palavra "sua" acho que o português é muito especial, sobre tudo a maneira de falar (ou de exigir de mim de falar) do meu amigo. Por exemplo na sentença da qual estamos a falar aqui, acho (desde a minha perspetiva :) ) que é muito claro que a vida é a deles e não a de "você" ou doutra pessoa. Mais ainda, "Na vida deles, eles ..." soa muito engraçado pela repetição, não acham?

    Se eu falo "Roberta e seu noivo fizeram tal coisa...", meu amigo olha para mim com o rosto assustado como se eu fosse dizendo que o noivo é o dele.

    Falo muito mais espanhol do que português, mas nunca alguem me correjiu quando falava "su", e isto poderia levar a mais confusão ainda porque nem sequera existe a diferença entre "seu" e "sua".
    Em alemão, como já explicou, temos a diferença "sein/ihr" (para masculino e neutro) e "seine/ihre" (feminino e plural), e podemos diferenciar entre "dele" e "dela", mas bem olhado "ihr" também pode ser "deles/delas" ou "de você/vocês" (ainda que isto se escreve com maiúscula, mas não se escuta :)). "in ihrem Leben" poder-se-ia traduzir por "na vida deles/delas" ou "na vida dela" ou mesmo por "na vida de você" se não vir a maiúscula. Mas nenguem pensaria nas outras possibilidades se a frase é tão inequívoca.

    Cumprimentos, Hexlein.
     

Share This Page