1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

o Senhor/a Senhora, você, tu

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by Philippa, Jun 30, 2006.

  1. Philippa

    Philippa Senior Member

    Reading
    Britain - English
    Olá!
    Just 2 little questions from my little look at Portuguese for my holidays:
    My book seems to suggest that there are these 3 ways to say you: o Senhor/a Senhora, você and tu, but o Senhor/a Senhora has the same verb cojugations as você, doesn't it? Is it really considered a separate way to say 'you'?
    And there are dialogues where people are calling each other você and using first names - is this normal?

    I guess I'm most interested in an answer from portuguese from Portugal's point of view, as we're going to Portugal and this is the book's assumption too. Also when I had a look to see if this question had already been asked, I came across lots of scarily complicated você/tu answers for Brazilian portuguese!!

    Obrigada
    Philippa :)
     
  2. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    We've recently discussed it here. Observe that Outsider, Moura, Sjofre, Zezinha and Tombatossals are European and mostly of their posts in this thread is from European point of view.
    Have a nice stay in Portugal. :)
     
  3. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Yes, in the sense that each of the three has a different degree of formality:

    tu: informal/familiar
    você: intermediately formal; distant, but not very deferential
    o senhor / a senhora: quite formal

    Yes. "Você" can be used between adults of equal status, for example workmates. In this context, it's normal for people to address each other by first names.

    I second Vanda's suggestion. That thread has a lot of information about forms of address in Portugal, as well as links to other useful discussions.
     
  4. Philippa

    Philippa Senior Member

    Reading
    Britain - English
    Thank you, Vanda, but......... it's in Portuguese - Help!! :eek:
    And the other links all seem to be asking about Brazilian tu versus você usage.

    Hope you don't mind the little corrections!
     
  5. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
  6. Philippa

    Philippa Senior Member

    Reading
    Britain - English
    Muito obrigada, Outsider e Vanda. (are muito and e correct here?)
    The links make 'tú' and 'usted' seem fairly straightforward in comparison!!

    Outsider, boa sorte para (or maybe 'com' or perhaps 'em'!!) o futebol :p
     
  7. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Well, here there are 2 possibilities: boa sorte no futebol/ boa sorte com o futebol.

    But there's one problem, the Pt coach is Brazilian so in the end ...:D ;)
     
  8. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Yes, that's correct.

    One thing I think we all agreed on in the thread you couldn't read because it was written in Portuguese, is that foreigners should not worry too much about which form of address to use. Normally, we will realise that Portuguese is not your native language, and we will be tolerant with errors. ;)

    Oh, hehehe! Good luck to you, too. :D
     
  9. shard New Member

    english USA
    quick question...would voce be the best form to default to if we get confused? I'll be in brasil if that makes a difference.
     
  10. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    You can say você in Brasil everywhere. Even those - few in comparison - who use tu won't feel like you are obliged to use it too.
     
  11. Rallino Moderatoúrkos

    Ankara
    Turkish
    Bom dia!

    Tenho lido muitas discussões sobre o tema de "tu-você", e percebi que mesmo se não utilizasse a palavra "você", não tería nenhum problema.

    O que eu entendi é que posso sobreviver sem jamais utilizar a palavra "você".
    Posso sempre utilizar "tu" enquanto estou a falar com os amigos, e "o senhor/a senhora" quando há uma pessoa com quem devo falar formalmente.

    Tenho razão?

    Agradeço antecipadamente!


    P.S. Por favor, corrijam os meus erros!
     
  12. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    Sim, principalmente em Portugal.
    No Brasil, o senhor/a senhora para tratamento mais formal, é perfeito e quando usar "tu", será bem compreendido, embora não seja a forma mais usual de tratamento por cá.
     
  13. marta12 Senior Member

    Portugal
    português
    Em Portugal, embora haja quem use o «você», não é nada bem visto.
    Cá, em vez de você, o correcto é usar o nome da pessoa, ou mais formalmente o senhor/senhora.
     
  14. Rallino Moderatoúrkos

    Ankara
    Turkish
    Fantástico!

    anaczz e marta12, obrigado muitíssimo pelas suas ajudas!
     
    Last edited: Jan 11, 2011
  15. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
  16. Istriano

    Istriano Senior Member

    -
    Em Fortaleza, em Recife, em Brasília, em Santos e no Rio, muitas pessoas usam um sistema de 3 graus (como na língua híndi):

    informal: tu (em híndi seria tu)
    neutro: você (em híndi seria tum)
    formal: o senhor/a senhora (em híndi seria ap)

    O senhor / a senhora nunca é informal.

    Usted espanhol se usa como forma de tratamento informal na Costa Rica e na Colômbia (excluindo a costa caribenha).
    Na Costa Rica até com um cachorro se usa Usted. ;)

    O tu pode ter um tom arcaizante e formal/bíblico quando se usa em uma zona não-tuteante (SP capital, Espírito Santo, Minas, Buenos Aires). Na Costa Rica e em Buenos Aires o uso do tu é considerado uma afetação.
     
    Last edited: Jan 11, 2011
  17. Istriano

    Istriano Senior Member

    -

    Há pelo menos três tipos de você em Portugal:

    1. um tipo neutro, típico dos meios de comunicação (em um quiz por examplo)
    2. um tipo regional, por exemplo no Algarve é comum dizer às crianças: coma pexito!
    3. uma espécie de modismo (afetação), são famosas ''tias de Cascais''



    Você pode ser formal (no Rio Grande do Sul) ou informal (Espírito Santo, Sp Capital, Minas Gerais, Salvador) ou semiformal (Portugal, Norte do Brasil).

    Tu pode ser informal (Portugal, Rio Grande do Sul, vastas zonas do Norte e Nordeste brasileiro), ou arcaizante/bíblico (SP capital, Espírito Santo, Minas).

    compare com o espanhol:
    Usted pode ser informal (Costa Rica, Colômbia) ou formal (nos demais países); Vos pode ser informal (América Central, Cono Sur) ou arcaizante (nas demais regiões). Tu pode ser arcaizante (Buenos Aires), uma afetação (na Costa Rica) ou normal/informal (nos demais países). :)
     
    Last edited: Jan 11, 2011
  18. englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    Apesar de o "você" estar cada vez mais generalizado, concordo que é mais "bonito", correcto e formal dizer "o senhor quer...?", "o professor tinha dito...", "Então o dr. acha que devo...?" , "A colega acha que...?" , "O Fernando prefere que...?".

    Uma falante inglesa dizia-me que isso lhe fazia confusão - usar a 3.ª pessoa para alguém com quem estamos a falar directamente, como um "tu" (como em inglês é sempre "you"...) :p
     
    Last edited: Jan 11, 2011
  19. Istriano

    Istriano Senior Member

    -
    Acho que já ouvi el señor em vez de Usted em espanhol mexicano. :)
     
  20. marta12 Senior Member

    Portugal
    português
    As "tias de Cascais" não dizem a palavra «você»
    Usam a terceira pessoa do singular, o que é uma grande diferença.
     
  21. Istriano

    Istriano Senior Member

    -
    Não entendo esse desamor pela palavra você.
    Afinal de contas, o singular de vocês é: você. :)
    Plural de tu é vós. :) É como se aprende na escola.
     
  22. marta12 Senior Member

    Portugal
    português
    Pois é Istriano:)
    Mas que a nós nos soa muito mal, soa.
    Arrepia:)

    No entanto, sempre que ouço falar um brasileiro, acho normal e delecia-me, vá la saber-se porquê:)
     
  23. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    A princípio, em Portugal, eu estranhei bastante essa forma de dirigirem-se às pesoas, embora eu já a conhecesse, pois no Brasil também é usada em certas regiões, inclusive no interior de São Paulo (mas eu só vi ser utilizada para se dirigir aos próprios pais).
    Quando diziam:" A Ana quer sentar-se?" Num primeiro momento, sempre me parecia estarem a falar de uma outra Ana qualquer. :)
     
    Last edited: Jan 12, 2011
  24. Alentugano

    Alentugano Senior Member

    Português - Portugal
    Convém não perdermos de vista que, mesmo em Portugal, há váriações, por vezes com algum significado, no que diz respeito ao uso e à carga/conotação de várias palavras. O "você" é uma delas.
    Na minha região (Baixo Alentejo) o você não tem uma carga tão negativa como na zona de Lisboa. Só me aperecebi de que não era uma palavra bem vista quando estive a estudar em Lisboa. Eu já o disse aqui, e reafirmo, trato os meus pais por você, assim como muita gente da minha idade. Era/É considerada uma forma de mostrar respeito. Este aspecto está, no entanto, a mudar. Hoje já quase todas as crianças tratam os pais e os outros familiares por tu.
    Por vezes até usamos o você para falarmos num tom mais carinhoso ou íntimo ou mesmo em tom de brincadeira, quando se trata de um interlocutor a quem habitualmente tratamos por tu. Escusado será dizer que não temos uma grande tradição de formalidade no tratamento, como acontece em Lisboa.
    O típico português adora formalidades como senhor doutor para aqui, senhor professor para acolá, senhor engenheiro...
    Pessoalmente também não aprecio quando me tratam usando o meu nome e na terceira pessoa, como se estivessem a falar de outra pessoa. A meu ver, é uma afectação absolutamente desnecessária.
    Longe de mim estar a por em causa os hábitos linguísticos de outras regiões, tanto que esta é uma opinião muito pessoal e, portanto, vale apenas enquanto isso.
    Até porque muitas destas idiossincrasias regionais, com a invasão dos media, estão a esbater-se (infelizmente, na minha opinião), deixando-nos cada vez mais iguais, hábitos linguísticos incluídos. "Fazer o quê?"
     
  25. Istriano

    Istriano Senior Member

    -
    Pois acho isso muito ruim visto que o português lisboeta é um dos sotaques mais difíceis de entender. :( Alentejanos entendo sem muitos problemas (bem como o pessoal do Norte de Portugal).
     
  26. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    Mas tem sua piada. A gente acaba por ganhar montes de "títulos" pois, para contornar o tu e o você, nos chamam por: a vizinha, a prima, a colega, a freguesa, a chefe, etc.
     
  27. marta12 Senior Member

    Portugal
    português
    Vamos lá fazer o ponto da situação:

    Em Portugal está cada vez mais generalizado, felizmente, o tratamento por tu.
    Mas quando, por qualquer razão, por ser o patrão, por ser hirarquicamente superior, por snobismo, ou por falta de intimidade com alguém, se tem de tratar alguém por você e para se ser correcto, trata-se a pessoa pelo nome (mais informal) ou pelos título académico, ou ainda por senhor/senhora.
    Apesar de como diz a Englishmania se estar a generalizar a palavra você, sei bem os comentários que ouço quando a pessoa que o disse se afasta e continuo a dizer, arrepia.
    E não é só em Lisboa, é por todo o país, Norte incluído.
    No Alentejo usava-se uma forma bem mais bonita: vossemecê e ti: Ti Joaquina, Ti Manel, compadre, comadre, vossemecê quer um naco de pão?
    Se passou para o você é uma pena.

    Eu defendo o generalizado tratamento por tu, como fazem os espanhois, e sem títulos académicos pelo meio, só para que fique claro.
     
    Last edited: Jan 13, 2011
  28. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Eu já ia brincar e dizer ''então por que não o vossemecê'' que pra nós ficou nos romances de José de Alencar dos idos 1800 e cacetada na boca dos escravos.:D
     
  29. marta12 Senior Member

    Portugal
    português
    Mas no Alentejo o vossemecê já não era conotado como deferência, Vanda.
    Era usado entre todos:
    Ó compadre, vossemecê já foi a Lisboa?
     
  30. Alentugano

    Alentugano Senior Member

    Português - Portugal
    Marta, aí é que está. O você usado em Lisboa não é o você do Alentejo. Vossemecê e você, no Alentejo, são uma e a mesma coisa. A palavra você é uma evolução da palavra vossemecê e, como tal, não tem carga negativa. Vossemecê ainda é sinónimo de respeito e deferência. O nosso você também transporta essa característica.
    Outra coisa que me chateia é que, sendo Portugal um país tão pequenino, há uma maior tendência para discriminar ou censurar quem se afasta um pouco da línguagem padrão. Eu senti isso quando vivi em Lisboa. Aconteceu que muitas vezes senti que a minha forma de falar/vocabulário/expressões não estava correcta e que seria melhor tentar corrigir-me.
     
    Last edited: Jan 13, 2011
  31. Alentugano

    Alentugano Senior Member

    Português - Portugal
    Aqui também discordo. As "tias" nem sempre omitem o você. ;)
     
  32. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    O pior é que voltei para o Brasil impregnada de "a senhora", "o senhor", "a doutora", "o doutor" e agora passo o tempo todo a ouvir:
    "A Senhora/O Senhor está no céu."
    Que é como muitos brasileiros costumam responder quando são tratados por senhor/senhora.
     
    Last edited: Jan 13, 2011
  33. CarlaD Junior Member

    Portuguese - English
    Só me faz alguma confusão quando é a mãe a tratar os filhos por você (o oposto já não, porque fui ensinada que não se tratava os pais e avós por tu, por ser considerado falta de respeito. Hoje em dia já não é assim). Ainda mais confusão me faz quando o marido e a esposa se tratam por você... Isto porque o nosso "você" tem uma conotação diferente da que tem no Brasil.

    Se falarem em mim na 3ª pessoa não me incomoda nada. E admito que quando a pessoa não me conhece não gosto que me trate por tu. Até porque muitas vezes, infelizmente, esse tratamento abre espaço a que se tomem liberdades por vezes desagradáveis.

    De resto acho que cada região tem a sua forma de falar e considero todas elas válidas.
     
  34. tropicalia Senior Member

    Español
    Mais uma vez....

    tratamento "os senhores"

    bom dia, a minha dúvida é a seguinte. Se estou a escrever uma carta formal (de tema legal), para referir-me aos destinatários, o correcto é dizer "os senhores"? Por exemplo: "os senhores dizeram na sua carta", ou "achamos que os senhores teriam de.."
    ??
     
  35. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Sim, se for formal, é melhor usar ''senhores''.
     
  36. tropicalia Senior Member

    Español
    obrigada!
    .....
     
  37. JotaPB Junior Member

    Portuguese - Brazil
    Moro no interior da Paraíba e por aqui existe um sistema de tratamento tríplice, assim como em Portugal. Tu, para as situações de descontração; você, entre pessoas com idades semelhantes que não se conheçam, ou quando se queira dar mais seriedade ao discurso; e o senhor/a senhora para situações em que se exige mais respeito. Em algumas regiões do Brasil, o uso de "o senhor/a senhora" parece estar em franco declínio (estando praticamente reservado aos superiores hierárquicos e às pessoas muito idosas com as quais não se tenham intimidade), ao ponto de as pessoas estranharem quando são chamadas de senhor (como bem falou a anaczz). Por aqui não... o uso de "o senhor/a senhora" é meio indiscriminado, até. Tratam-se por senhor os parentes (nunca ouvi ninguém por aqui tratando os pais, tios ou avós por você, nem muito menos por tu), os professores (igualmente), os mais velhos (sejam idosos ou não), um adolescente numa BMW que parar para pedir informações numa cidadezinha...

    Um coisa que eu não falei, é que a abrangência do tratamento senhor que vemos por aqui, deriva dos tempos do coronelismo. Parecer ser rico ou importante, já é motivo para ser tratado por senhor.
     
  38. tropicalia Senior Member

    Español
    Mas neste caso trata-se duma carta legal, destinada a uma empresa portuguesa, onde a ou as pessoas que finalmente vão ler a carta são desconhecidas. Acho que em Portugal têm uma maior importância os formalismos. Essa é a minha dúvida.
     
  39. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Ouso dizer que em qualquer parte da lusofonia "vocês" seria impróprio numa carta formal dirigida a uma empresa. Tem de ser "os senhores" ou algum tratamento equivalente.
     
  40. englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    ^Sim, definitivamente.
     
  41. tropicalia Senior Member

    Español
    Muito obrigada Outsider e englishmania
     
  42. skizzo Senior Member

    porto, portugal
    english
    From my impression living in Porto (Portugal):

    Tu - used commonly by friends and most families
    Você - used between people who know each other, but aren't very close or friends. Acquaintaces, colleagues, etc. Also used between some family members to show respect. Sometimes the word is omitted.
    O Senhor/A Senhora - the most formal option, used between people who don't know each other at all. The most respectful.
     
  43. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    You've got it. :)
     
  44. TravelOn New Member

    Los Angeles
    English - USA (California)
    I am resurrecting this old thread. I've read through dozens of the posts on this issue. Vanda, I find your comment here, short and sweet, the clearest one of all. Yet I still have questions.

    A little background on my personal experience. I was in Brazil for a couple weeks way back in the 1980's. I already knew a small amount of Portuguese, learned from listening to a lot of bossa nova and some self studies from books. From these, I knew that "você" was the normal form of "you" in Brazil. During the trip, it was all I heard except in three cases. Those three were: I overheard a mother speaking to her very young child (maybe 4 or 5 years old) as "tu". I myself was addressed by a child of 9 or 10 as "a senhora". The third case was very interesting. I was in a tour group in which all but myself were Brazilians and Argentines. Of course they could communicate with each other quite well using a combination of Portuguese and Spanish. But when the young Brazilian girl (early 20's) addressed the Argentine gentleman who could have been her grandfather as "el senor" (she was using Spanish at the moment) he said, "El senor?" He couldn't understand why she was talking about the Lord! And she couldn't understand his confusion.

    Fast forward to 2010. I was in the Amazon two weeks. I did not hear either tu or el senhor one single time.

    Now I am preparing for my third trip to Brazil, and really want to understand this issue. Based on my own experiences described above, I would have no question at all. I would use você at all times, and I would expect everyone to use você with me, except maybe the rare young child whose parents had trained him to address adults as "o senhor". BUT - I am studying Portuguese from various library books, and I am using Pimsleur CD's, and these sources indicate that o senhor is alive and well in Brazil. (I am using exclusively books and CDs teaching Brazilian Portuguese.) The cases that these books and CD's use o senhor, are in business - coworkers speaking to each other, in the service industries - restaurants, hotels, airports, stores, and the like, and with sort of infrastructure positions - police, doctors. My initial reaction was, "this is all wrong". But I've seen it in so many books, and heard it on the Pimsleur CD's, that now I'm starting to wonder.

    So, do Brazilians use o senhor in situations like the above? Or is my own instinct correct - that they do not, and do use você in all such situations. Secondly, if they do use o senhor, I know they would be lenient with a foreigner who used você instead. But would they feel a tiny bit uneasy about it? Also, I did see your post somewhere in this thread (or one of the other threads on this issue) that Brazilians over about age 60 do use o senhor. Understood. So I am asking about the younger ones.


    Sorry to write all in English. I want to improve my speaking, but not so much my writing. Especially on somewhat complicated topics, it would be extremely poor. However, I can read Portuguese entries in these forums with at least 90% comprehension, so please feel free to answer in Portuguese. :)

    Thank you so much.
     
  45. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    Normalmente, usa-se o senhor/a senhora ao falar com:
    pessoas bem mais velhas do que nós mesmos
    pessoas desconhecidas ( a não ser que sejam evidentemente bem mais jovens que nós mesmos)
    autoridades, superiores hierárquicos (em alguns ambientes isso já caiu em desuso)
    quando se quer manter certa distância da pessoa, evitar intimidade.


    colegas de trabalho normalmente tratam-se por "você" (ou tu, nas regiões onde esse tratamento é usual)
     
    Last edited: Jun 19, 2014
  46. TravelOn New Member

    Los Angeles
    English - USA (California)
    Thank you. That clarifies a lot.
     
  47. Uticens678 Senior Member

    Italiano
    É correto dizer " Ontem estava com pressa e não tive tempo para cumprimentar o senhor" (neste caso empregando "o senhor" com valor de segunda pessoa singular formal ) ?
     
  48. xiskxisk Senior Member

    Portuguese - Portugal
    Sim está. Mas acho que também podia ser "para lhe cumprimentar".
     
  49. englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese

    Não será incorreto, mas é ambíguo.

    Ontem estava com pressa e não tive tempo de/para o cumprimentar.


    lhe cumprimentar :cross:
     
    Last edited: Mar 30, 2015
  50. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    :thumbsup:
     

Share This Page