Pretérito perfeito simples e composto

Discussion in 'Português-Español' started by jumpita, May 9, 2007.

  1. jumpita Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Estou a estudar espanhol (castelhano) e ainda não percebi bem quando usar o pretérito perfeito simples ou o composto.

    Será que alguém me consegue esclarecer? Obrigada!
     
  2. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Posso-lhe dizer o que sei:

    - Varia um pouco com as regiões. Em certas zonas, só se usa o tempo simples; em outras só o tempo composto.
    - No entanto, em espanhol padrão ambos se usam, e com sentidos diferentes.

    O pretérito perfeito composto é o mais habitual, e usa-se para falar de um acontecimento passado que tenha relevância para o presente.

    O pretérito perfeito simples é usado com menos frequência, para falar de um acontecimento passado e acabado que não traz consequências para o presente.

    Leia também isto.
     
  3. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Ainda bem, pois assim eu posso falar informalmente quase sempre o tempo simples sem me passar por estrangeira.

    Me parece que o "ha sido" pode funcionar como o nosso "tem sido", "vem sendo". Alguém me corrija se eu estiver errada.
     
  4. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Dependendo da região, isso pode mas é fazê-la soar formal.

    Não é a mesma coisa. Não temos um tempo equivalente em português.
     
  5. Breogan Senior Member

    Galicia - Spain
    Spain, Spanish and Galician
    Pretérito perfeito simple > acçao ocorrida em um pasado nao recente e distante da mente do falante.

    "Llegó el avión con retraso aquel día, pero no recuerdo con cuánto."

    Pretérito perfeito composto > acçao ocorrida em um pasado, próximo ao presente, e em um tempo que ainda se prolonga até este.

    "Hoy he salido de mi casa a las siete de la mañana" (Ainda non rematou o dia de hoje).


    Perdao pelo meu português (e teclado) :eek:
     
  6. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Por mim, você poderia escrever em galego se quisesse. Muitos galegos e portugueses até consideram o galego como variante da língua portuguesa... ;)
     
  7. Breogan Senior Member

    Galicia - Spain
    Spain, Spanish and Galician
    Ou bem, o português variante do galego, nao? ;)

    O problema é que ainda non demos com a norma gráfica, máis esa é outra história. :)


    Saúdos!
     
  8. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Vê, Alandria? ;)
     
  9. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Âhâ, Outsider! ;)

    Breogan, obrigada!
     
  10. Carlospalmar Senior Member

    Spanish, Argentina
    Alandria:

    É verdade que o uso do pretérido indefinido (ou simple) vs. o pretérito perfecto (ou composto) depende das regiões, e do ênfase.

    Uma dica: (a rule of thumb) é: use o pretérito indefinido (simple) (yo) hablé como em português. Mas veja bem que o pretérito perfecto (composto) yo he hablado, yo he comprado, etc. não funciona do jeito que o composto funciona em português. Mais um esclareceimento: Não se trata de formalidade vs. informalidade. Você pode usar o pretérito indefinido (simple) para situações ou textos formais como informais. Geralmente os falantes que usam o pretérito indefinido (simples) usam o composto para ênfase. Exemplo: a mai falando para o filho: Te he dicho que no comas tantos dulces, é mais enfático do que "Te dije que no comas tantos dulces" O tempo no pasado é igual. O pretérido perfecto (composto) também é usado para dar um sentimento subjetivo sobre o asunto oa qual se refere. He perdido las llaves y ahora no puedo entrar el departameto. vs. Perdí las llaves y ahora no puedo entrar al departamento. O primeiro exemplo é mais sujetivo do que o segundo, mais ambos referen-se ou mesmo fato.
    Espero ter ajudado. Espere as opinões dos otros falantes que usam o tempo composto para tudo ou quasi tudo. Por favor corrija meus erros em português.

    Cumprimeto,
    C.
     
  11. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Obrigada pelos esclarecimentos, Carlospalmar! ;)
     
  12. Carlospalmar Senior Member

    Spanish, Argentina
    Alandria:

    Obrigado pelas suas correções.

    Cumprimentos

    C.
     
  13. jazyk Senior Member

    Brno, Česká republika
    Brazílie, portugalština
    Já que fomos infectados pelo bichinho das correções, aqui vai mais uma:

    Mas ambos se referem ao mesmo fato. Os pronomes indefinidos (tudo, todo, qualquer, ambos, etc.) exigem próclise.

    Jazyk
     

Share This Page