preto ou negro/ crioulo

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by r_stich, Dec 21, 2005.

  1. r_stich New Member

    Georgia, USA
    USA - English
    black is preto or negro?

    and, if one of these has racial connotations, can someone explain?

    Caetano many times uses the two seemingly interchangeably ("o sol negro", "Só vigia um ponto negro: o meu ciúme", etc)
    Perhaps there are regional differences?

    Is the difference much softer than the one between english negro and black?
     
  2. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Yes. Both "negro" and "preto" can mean black man or black person. "Negro" is more polite (the opposite of English!), but neither word is derogatory like "negro/nigger" in English.
     
  3. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Negra when referring to the race . There's a famous band called Raça Negra. If one calls them preto they take it offensively. But at the same time if a man tells to a woman: you are my neguinha, it's affectionate.
    Mainly literarily we use negro, so in a poem, in a song like Caetano's above, negro is the perfect word.
    But for people if you want to say someone's color, it's better to say:
    Ele é negro/ or da raça negra. (if it's really necessary to mention that. :))
     
  4. r_stich New Member

    Georgia, USA
    USA - English
    so, to sum up:
    preto is for colors of the rainbow?
    and negro is the more politically correct way to describe a race, as well as skin color? (if it is necessary, of course)
     
  5. Johannes Senior Member

    Natal, Brazil
    Dutch Netherlands
    Tambem tenho ouvido dizer: uma pessoa de cor
     
  6. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Johannes has remembered the nicest way to express it for people: pessoa de cor.
    Add to your summary : negro for literary context, it's even more 'requintado' than preto as Caetano has proved to us. There's a Russian song that we translate it as "Olhos Negros".

    I've just remembered , Adriana Calcanhoto has launched a wonderful cd and dvd for children that's perfect for you. Guess who likes it more than the children?
    See it here.
     
  7. In Paulo Lins' film, "Cidade de Deus," one man calls another a "filho de puta," which I translate as "son of a whore." The subtitle translated this phrase as "nigger." Is there, in Portuguese, a word or phrase which exaxtly equivalent to the American term "nigger?"

    Em o filme de Paulo Lins, "Cidade de Deus," um homem fala de um outro como um "filho de puta," que eu tranduzo como "son of a whore." A legenda tem traduzido esta frase como "nigger." Ha, em portuguese, uma palavra ou uma frase que e exatamente o mesmo como a palavra ingles (Americano), "nigger?"

    Obrigado para a ajuda.
     
  8. moppy

    moppy Senior Member

    São Paulo, Brazil
    Portuguese, Brazil
    Outra correção. A legenda tem traduzido esta frase como "nigger." Eu diria assim: Na legenda, a frase/palavra foi traduzida como "nigger". Ou "o tradutor traduziu a frase/palavra como "nigger".

    Eu discordo que a palavra "preto", "criolo" não tenham o mesmo peso em português que "nigger" em inglês. É ofensivo sim, pelo menos eu jamais chamaria meus amigos assim. Por ser tradutora de legenda/dublagem, somos proibidos de escrever tais termos, a não ser no caso de um filme como o Cidade de Deus, que pede um linguajar mais ofensivo. Nesse caso, caberiam as opções acima citadas.
     
  9. moppy

    moppy Senior Member

    São Paulo, Brazil
    Portuguese, Brazil
    Sou de São Paulo, sei que no sul, a "preto" não é pejorativo. Mas, que eu saiba no Brasil, seria o contrário dos EUA, negro é uma palavra aceitável e preto é pejorativa. Neguinho, escurinho também são um pouco pejorativas. Espere mais opiniões, outsider. Vc é de Lisboa ou do norte?
     
  10. Juca Junior Member

    São Paulo
    Brazil / BP
    Existem várias palavras e expressões para designar uma pessoa de raça negra no Brasil: negro, preto, crioulo, moreno, mulato, escurinho, de cor e a já usada de raça negra são as de que me lembro, assim de repente. Acho que de raça negra, negro, moreno e de cor são as menos sujeitas a serem interpretadas como preconceituosas e escurinho está caindo em desuso. Para um homem de cor e grande, é usual descrevê-lo como negão e isso não é ofensivo. Mas ninguém usa essas expressões no vocativo, a não ser que queiram arranjar briga. Como a expressão de preconceito racial é crime no Brasil, em vez de briga isso pode dar cadeia.

    Nunca vi alguém ser xingado apenas com as palavras em negrito acima, a não ser seguidas de palavrões. A ofensa não está nas expressões especificamente raciais, mas elas denotam, sim, a intenção de ferir de maneira especial.

    Mas isso tudo pode variar com a região; nas em que morei (Amazonas, Sul de Minas, Rio de Janeiro e São Paulo) o que disse acima me parece certo.
     
  11. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Nem de Lisboa nem do Norte, por acaso. É possível que eu seja ingénuo em relação a estas coisas, já que não estou sujeito a ser discriminado por racismo no meu país, mas de facto parece-me que em Portugal a palavra "preto", embora menos respeitosa que "negro", não tem a mesma carga negativa que "nigger" em inglês. Por isso, as respostas aparentemente contraditórias dos brasileiros aqui do fórum enchem-me de curiosidade.
     
  12. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Outsider,
    tenho que concordar com a moppy a respeito do uso do vocábulo preto, principalmente. A menos que seja de alguém achegado, ou seja a Preta Gil, filha do Ministro da Cultura, Gilberto Gil, etc. De vez em quando a TV mostra pessoas serem processadas por terem ´xingado´ a alguém de preto. Em Belo Horizonte, por exemplo, tivemos um caso levado à mídia em que a mulher, que usou a palavra ao dirigir-se a alguém de cor, foi processada. É claro que envolveu o tom de voz. Na incerteza, é como eu já disse anteriormente, é melhor usar - e olhe que detesto estes subterfúgios - o que é considerado politicamente correto: pessoa de cor, pessoa da raça negra, que, independentemente de onde a pessoa esteja, não será tomado como ofensivo.
     
  13. Jovander New Member

    Brazil
    Entao gente, a verdade é que ninguém precisa usar nenhuma destas palavras ao se dirigir a alguém negro. A questao nao é qual tem a conotacao pior, mas sim de que a única palavra correta é "negro". Nao existe a raca preta, mas raca negra.

    Na Bahia, por exemplo, as pessoas usam carinhosamente a palavra "neguinho(a)" mesmo entre pessoas brancas.

    No Brasil eu cresci com várias pessoas negras e quando alguém usava a palavra "preto" eles nao se sentiam ofendidos, mas diziam que eles nao eram pretos, mas sim marrom caso quisessemos falar de cor, mas se quisessemos falar de raca, entao eles eram negros.

    Na verdade necessitamos esta palavra só pra falar sobre a raca negra ou para descrevermos alguém. Como ofensa eu já ouvi qualquer uma das palavras mais algo despectivo como "seu negro/preto/crioulo/ sem vergonha/vagabundo".

    Outsider, vai nessa que nao há nenhum preconceito em Portugal. É boa esta! Já tive amigos que sofreram preconceitos sim e eles também eram negros. Muitas vezes é dificil perceber o preconceito se nao fazemos parte do grupo que o sofre.
     
  14. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Não foi isso que eu disse.
     
  15. lampiao Senior Member

    Lisbon
    Portugal/Portuguese
    Eu sou português de Lisboa, e devo dizer que concordo com o Outsider. A palavra preto, em Portugal, não tem conotação pejurativa por si só. Depende muito do tom com que se diz.

    As minorias são -sempre- discriminadas. Sejam minorias raciais, religiosas, ou de outros tipo, seja onde for.
    Não digo que esteja certo, mas acontece, tanto aqui como em outros locais do globo.
     
  16. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Gente, achei um artigo interessante sobre preto/negro e outras palavras politicamente corretas ou incorretas escritas por Joao Ubaldo Ribeiro (amo este baiano).
    citando:
    O assunto todo aqui sob o título:
    POLITICAMENTE CORRETO
    LINGUAGEM E DELÍRIO AUTORITÁRIO

    O artigo na sequência ([FONT=Arial, Helvetica, sans-serif]QUANDO É DE BOM-TOM EVITAR PALHAÇO E BAIANADA)

    também aborda este assunto:
    . [/FONT]
    [/FONT]
    [/FONT]
     
  17. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Só para adicionar, ao que tenho notado no meu convívio com portugueses na internet, eles ainda se dirigem aos negros africanos como "pretos", "preto" naquele sentido caiu em desuso no Brasil há muito. ;)
     
  18. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Sim, é comum dizer "preto". Em minha opinião, "negro" soa mais respeitoso, mas isto é daquelas coisas em que diferentes pessoas têm opiniões opostas. Lembro-me de ouvir uma vez um negro dizer na televisão "Não me chames negro, eu sou preto!"

    Às vezes penso que pode haver também alguma influência da cultura americana, onde negro é uma palavra pejorativa, e black é que é respeitoso. Mas de um modo geral em português é ao contrário.

    Quero esclarecer também que nenhuma das palavras tem a mesma carga negativa que negro em inglês!
     
  19. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Completamente de acordo com Outsider. Creio que usamos negro quando pensamos que preto pode ser entendido como ofensivo. Preto pode ter uma carga pejorativa (dependendo do contexto, claro), em todo o caso, como também muito bem diz Outsider, francamente menor do que 'negro' na cultura americana, para não falarmos já de 'nigger', palavra para a qual não conheço em português nenhuma com a mesma intensidade pejorativa.
    Deixando as raças, também me parece que preto e negro, enquanto cores, são geralmente sinónimos, embora me pareça que é mais comum, se nos referirmos ao tom, dizermos negro e, se à côr propriamente dita, preto.
    Cumprimentos

    Carfer
     
  20. Macunaíma

    Macunaíma Senior Member

    Um ninho de mafagalfinhos
    português, Brasil
    No Brasil, crioulo (palavra usada no passado para designar os escravos nascidos aqui, em oposição aos trazidos da África).

    Exatamente. Em olhos negros e pele negra, por exemplo, nenhum dos dois é exatamente preto. Não existem olhos pretos nem pele preta.
     
  21. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Não fazia ideia de que 'crioulo' pudesse ter um conteúdo pejorativo. Aqui em Portugal não tem mesmo nenhum.
    O dicionário electrónico que tenho 'à mão' efectivamente contempla a acepção de crioulo como negro nascido no Brasil, mas não lhe assinala nenhum conteúdo pejorativo e, além disso, marca o termo como antiquado. Arrisco-me então, Macunaíma, a ser mal entendido se ainda hoje usar o termo no Brasil ou com falantes brasileiros?
    Obrigado e um abraço

    Carfer
     
  22. rebelliousjukebox Junior Member

    Manchester
    English (British)
    Olá a tod@s,

    Há algum diferença hoje em dia no Brasil entre as palavras "negro" e "crioulo"? "Crioulo" é uma palavra pejorativa? Ou é considerado descritiva como "negro"? Hoje em dia, em uso popular referem-se as pessoas com linhagens diferentes?

    Obriagdo,
    Jack
     
  23. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Vou juntar a uma das muitas discussões sobre o assunto. Veja as respostas acima.
     
  24. Dom Casmurro

    Dom Casmurro Senior Member

    Brazil Portuguese
    A palavra 'crioulo' pode ser pejorativa, mas... pode não ser. Dependerá muito do contexto e da maneira como for dita. Há contextos - muito específicos e excepcionais, é verdade - em que 'crioulo' chega a ser um tratamento afetivo e até reverencial. Lembro, por exemplo, que no auge da euforia, os locutores de futebol louvavam uma jogada genial do Pelé chamando-o, epicamente, de 'Crioulo' - para elogiá-lo, para singularizá-lo, e não para o humilhar ou diminuir. 'Crioulo', no caso do divino crioulo que foi o Pelé, soava como um sinônimo de 'Gênio da Raça', qualquer coisa assim.

    Enfim, tudo é uma questão de jeito de falar. Até mesmo o tratamento de 'preto' pode ter uma bela carga afetiva. Um 'preto véio', por exemplo, é uma personagem que inspira simpatia e ternura em qualquer brasileiro. E o Gilberto Gil certamente não foi movido por um impulso (auto-)pejorativo, quando deu à sua filha o nome de Preta Gil.

    Por outro lado, o problema com a palavra 'negro' é que ela soa muito técnica. É o mesmo que chamarmos um careca de 'calvo' ou um cego de 'deficiente visual'. São expressões que não saem da nossa boca com naturalidade.

    Para concluir: essa praga do 'politicamente correto' só existe para nos deixar parecidos com os nossos amigos anglo-saxônicos, que estão muito mais acostumados do que nós a usar, quando querem, uma linguagem sem cor, despida de afeto e despojada de alma. Imaginem, agora, se formos obrigados a dizer 'afro-descendente' ou 'descendente africano'. Para nós, será muito difícil... Seria um fosso a separar ainda mais os pretos dos brancos; uma barreira a mais, a ser contruída da maneira mais artificial possível, por mera imitação subalterna de uma idissioncrasia que não é nossa, e sim dos anglo-saxônicos.
     
    Last edited: Nov 12, 2009
  25. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    E eu já devo ter dito por aí em algum lugar, o apelido da minha é Criola (ela é neta de índios, no entanto). Portanto, como disse Casmurro, depende muito do contexto envolvido para a palavra ter ou não conotação pejorativa.
     

Share This Page