1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

pronúncia de "omelete"

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by Eduardo Rodrigues, Apr 15, 2013.

  1. Eduardo Rodrigues

    Eduardo Rodrigues Senior Member

    Brazil
    Portuguese (BR)
    Olá!
    Como é que vocês—falantes nativos de português, como eu—pronunciam "omelete"?
    Eu pronuncio assim: [ˌo.me.ˈlɛ.t͡ʃɪ], e sou de Natal-RN.
     
    Last edited: Apr 15, 2013
  2. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    Seria interessante se indicassem o local de origem
    Eu também pronuncio
    [ˌo.me.ˈlɛ.t͡ʃɪ], sou de São Paulo-SP
     
  3. diego-rj

    diego-rj Senior Member

    Rio de Janeiro
    Brazilian Portuguese
    [ome´lɛt͡ʃi]

    Rio de Janeiro, RJ.

    Vocês pronunciam o i sempre [ɪ]?
     
  4. mateus-BR Senior Member

    Itumbiara - Goiás.

    Pronucnio Ô - me - lé - tshi.

    Pensei que no RN pronunciava-se Oméléti.
     
  5. Eduardo Rodrigues

    Eduardo Rodrigues Senior Member

    Brazil
    Portuguese (BR)
    O t linguodental ("ti" em vez de "tshi") é uma das influências linguísticas lusitanas que se estão a rarear no português brasileiro em geral, nas zonas urbanas litorâneas principalmente. O t palatizado ("tshi") é que está se tornando—ou será que já se tornou?—norma pelo Brasil como um todo, o que inclui o Norte, o Nordeste e o Sul.
     
  6. aprendiendo argento

    aprendiendo argento Senior Member

    Premantura - Croatia
    Croatian (Chakavian)
    Em Recife ainda falam: omélé[t]i.
     
  7. JotaPB Junior Member

    Portuguese - Brazil
    Moro em Campina Grande, Paraíba, que, embora não sendo exatamente uma cidade grande, também não é lá das mais pequenas, e por aqui dizemos sempre e em todos os casos [ɔ.mɛ.'lɛt(i)]. A pronúncia do t palatal por alguém que tenha nascido e se criado aqui é vista como afetação (talvez até um pouco ridicularizado). Em João Pessoa, penso que a situação é a mesma.
     
    Last edited: Apr 20, 2013
  8. gbasfora Senior Member

    Fortaleza
    Portuguese - Brazil
    Concordo em gênero, número e grau. Moro atualmente em Natal e nunca vi ninguém por aqui pronunciar omeletchi. Quando aparece um a gente diz que ele tá lendo muito O GLOBO. No Ceará o pessoal chia um pouco. Talvez seja vontade de virar sulista hehe
     
    Last edited: Apr 21, 2013
  9. letgo Junior Member

    Sou de Curitiba, PR e digo ô-me-lé-TE.
     
  10. Hagafiero Senior Member

    Belo Horizonte, Minas Gerais
    Portuguese - Brazil
    Sou de Belo Horizonte, MG e digo ˌmɛ.ˈlɛ.t͡ʃ]. Com acento secundário no primeiro E (acho que isso é característico de Minas Gerais).
     
  11. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Acho a pronúncia mais bacana. Parece que falam assim também em muitas cidades do sul.

    Estrangeiros devem ficar atentos:

    Sempre quando um nordestino se refere a "Sul", ele está se referindo a Centro-Oeste, Sudeste e Sul; não apenas ao Sul em si. Isso se comprova bem neste tópico.
     
  12. mateus-BR Senior Member

    Alandra,

    Sou de Goiás, mas tenho vários amigos e parentes do Paraná. Posso lhe assegurar que no Paraná há pelo menos quatro sotaques diferentes.
    Em Curitiba, em outras regiões litorâneas e no sul do estado até que pronunciam ô-me-lé-TE, mas na região central e no norte do estado, pronunciam ô-me-lé-tshi.
     
  13. mateus-BR Senior Member

    gbasfora,

    Talvez não seja vontade de virar sulista, mas apenas uma tendência de mutação automática de sons e fonemas.
    Por exemplo, Goiás foi colonizado por bandeirantes paulistas há uns 300 anos, portanto, nossa pronúncia é mais próxima à de "São Paulo - Minas Gerais". Na época da colonização, o fenômeno do T palatal era inexistente, sendo assim, os fenômenos linguísticos ocorridos nas regiões colonizadoras influenciaram na fala Goiana mesmo séculos após a ocupação do território.
    Às vezes gosto de imitar a pronúncia nordestina, não aqueles sotaques exagerados como o da Paraíba, mas algo mais suave como o de Pernambuco ou do norte da Bahia.
    Também gosto da forma como os Maranhenses conjugam os verbos na segunda pessoa, "falaste, fizeste, estás, etc".
    O mais curioso é que o T da Bahia é palatal, mas o estado é do nordeste. Alguém sabe algo a respeito?

    Abraço!
     
  14. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    No Maranhão, Bahia, Piauí e Ceará é palatal mesmo.
     
  15. Hagafiero Senior Member

    Belo Horizonte, Minas Gerais
    Portuguese - Brazil
    O sotaque da Bahia deve ser à parte, porque, para a minha surpresa, Antenor Nascentes agrupou esse dialeto com os do Sul e Sudeste na sua classificação, contrastando-os com os do Norte e Nordeste.
     
  16. machadinho

    machadinho Senior Member

    Ancient Brazilian Portuguese
    [õ]? Eu não.
     
  17. danielfigfoz Junior Member

    Ó-me-le-t, mas aviso que aprendi Português como criança, mas não pronuncio omelete da mesma forma que em inglês. Vou perguntar a minha mãe como ela pronuncia a palavra e depois vos digo.

    Sim, ela pronuncia da mesma maneira.
     
    Last edited: Apr 27, 2013
  18. Eduardo Rodrigues

    Eduardo Rodrigues Senior Member

    Brazil
    Portuguese (BR)
    Alandria,
    Na verdade, quis dizer o Sul mesmo, porque o t palatal/tizado já é de facto característica do Sudeste e do Centro-Oeste, e está se tornando factual para as demais regiões (foi então que disse "o que inclui o Norte, o Nordeste e o Sul").
    Se me bem recordo, portugueses costumam pronunciar omelete como
    [ˌu.mɐ.ˈlɛ.tɨ], mas não tenho certeza disso. Os colegas do outro lado do Atntico poder-nos-iam clareá-lo? :)
     
  19. aprendiendo argento

    aprendiendo argento Senior Member

    Premantura - Croatia
    Croatian (Chakavian)
    O dicionário Langenscheidts que tenho dá omeleta [omə' letɐ]: ''não se fazem omeletas sem ovos''. (Acho que o schwa pode se omitir, como na pronúncia francesa).

    O Ciberdúvidas diz:

    http://ciberduvidas.pt/perguntas/get/281599
     
    Last edited: Apr 27, 2013
  20. danielfigfoz Junior Member

    Eu diria omelete, não omeleta
     
  21. danielfigfoz Junior Member

    Eu diria omelete, não omeleta
     
  22. Eduardo Rodrigues

    Eduardo Rodrigues Senior Member

    Brazil
    Portuguese (BR)
    Acabo de notar uma... eu não falo [t͡ʃ] ou [d͡ʒ], e sim [t͡ɕ] e [d͡ʑ]. Que coisa...
     
  23. Eduardo Rodrigues

    Eduardo Rodrigues Senior Member

    Brazil
    Portuguese (BR)
    Às vezes, há que o Ciberdúvidas seja um tanto "inadequadamente categórico". Algum tempo atrás, li um artigo no Ciberdúvidas em que uma professora brasileira faz uma pergunta sobre um assunto qualquer (não se tratava de regência) e comete o abominável erro de dizer "deparei com (algo)" em vez de "(algo) se me deparou". Foi quando levou um "puxão de orelha" por tamanho assassínio gramatical. O que ocorre: No Brasil, e em especial no caso em questão, o "depara[SIZE=4]r com (algo)" [SIZE=4]é [SIZE=4]a regência[SIZE=4], digamos,[SIZE=4] [SIZE=4]"correta" para a [SIZE=4]assim dita norma culta. [SIZE=4]Daí, citou [SIZE=4]o gr[SIZE=4]amático não-lembro[SIZE=4]-exatamente[/SIZE]-qual (preciso encontrar aquele artigo...[SIZE=4]) e o professor [SIZE=4]se desculpou h[SIZE=4]umilde e espiri[SIZE=4]tuosamente.

    A menos que eu esteja redondamente enganado,[SIZE=4] [SIZE=4]acredito [/SIZE]que em Por[SIZE=4]tugal,[SIZE=4] [SIZE=4][SIZE=4]por que peço que também entenda[/SIZE] "em [SIZE=4]dicionários e literatura port[SIZE=4]ugueses"[SIZE=4], também haja e seja usad[SIZE=4]a a p[SIZE=4]alavra[SIZE=4] "omelet[U][B]e[/B][/U]". Cito [SIZE=4]um dicionário [SIZE=4]portugu[SIZE=4]ês[/SIZE][/SIZE] que gosto muito[SIZE=4], o Prib[SIZE=4]era[SIZE=4]m, que t[SIZE=4]em tanto [SIZE=4]a [SIZE=4]opção portugu[SIZE=4]ês brasi[SIZE=4]l[SIZE=4]eiro como europeu[SIZE=4],[SIZE=4] e [SIZE=4]traz também a[SIZE=4] grafia ant[SIZE=4]erior ao [SIZE=4]"Novo Acordo[SIZE=4] Ortográfico". Por acaso, nele há as entradas "omelet[SIZE=4]a" E [SIZE=4]"omelet[B][U]e[/U][/B]", sendo [SIZE=4]este substan[SIZE=4]tivo feminino em Portugal e ora feminino, ora masculino no[SIZE=4] Brasil.[/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE][/SIZE]
     
    Last edited: Apr 28, 2013
  24. aprendiendo argento

    aprendiendo argento Senior Member

    Premantura - Croatia
    Croatian (Chakavian)
    Mas esse omelete português se pronuncia como bilhete (isto é com ê)?
     
  25. Eduardo Rodrigues

    Eduardo Rodrigues Senior Member

    Brazil
    Portuguese (BR)
    Engraçado que foi por exatamente esse motivo que iniciei este fio. É uma questão de ortoépia: a norma culta prescreve a pronúncia com o "e" fechado (como "colmêia" em vez de "colméia"), mas eu não pronuncio com "e" fechado, e como nunca a ouvisse assim, questionei-a. E "voilà", pelo menos no Brasil é improvável encontrar brasileiros, independentemente da região, falando "omelête", quanto menos "omelêta".
     
  26. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Nunca ouvi "omelete" pronunciado com "ê" em Portugal, sempre com "é". Eu digo [ˌɔmˈlɛtɨ] ou (geralmente) [ˌɔmˈlɛt]. (A julgar por erros de ortografia que tenho encontrado, muita gente diz [ˌɔmuˈlɛt(ɨ)].) E, já agora, a palavra francesa original omelette também se pronuncia com "e" tónico aberto. Que norma culta é essa de que fala, Eduardo?
     
  27. mateus-BR Senior Member

    aprendiendo argento,

    Não sei em Portugal, mas aqui no Brasil, a pronúncia geral para essa vogal nessa palavra é a 'aberta', como em "pé, fé, café, tereré". É certo que a pronúncia da letra 'O' e da segunda 'E' pode variar entre 'aberta e fechada', dependendo da região do Brasil, mas a terceira letra 'E' é sempre aberta.
    Variações: Óméléti, Ómélétshi, Ômêlétshi, Ômêlétê.

    Abraço!
     
  28. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    Penso que a "norma culta" não prescreve nada, a "norma culta" é observada, uma vez que, segundo entendo, trata-se da língua praticada pelo grupo "de elite" da sociedade (geralmente identificado como sendo a população urbana, de grandes centros, que detenha nível superior de ensino).
    Quem prescreve são os gramáticos, os autores, os manuais de redação, etc.
    Está aí um bom exemplo de que a prescrição nem sempre coincide com a tal "norma culta".
    Se ninguém no Brasil diz omelête, por que então isso seria da norma culta?????
     
  29. JotaPB Junior Member

    Portuguese - Brazil
    Talvez seja porque a norma "curta" prescrita tenha a única e exclusiva função de excluir o máximo possível de pessoas. Inclusive os prescritores e a "classe culta" eles mesmos... a diferença é que todo mundo faz vista grossa quando eles deslizam na "norma culta" que eles inventaram. Já os pobres não... esses erram e erram feio!
     
  30. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português

    Você só pode estar de brincadeira, né... :rolleyes::rolleyes::rolleyes:

    Se for ler os estudos desse autor, levava-se em consideração a pronúncia das vogais pretônicas e postónicas.
    Você fala 'PÉrmãnente' (nordestino) ou "pÊrmÁnente"?
    'Baiano' é um dos sotaques mais fortes do Nordeste, chegam a abrir pretônicas e nasalizar vogais pretônicas além de abrir as postônicas que NEM os outros nordestinos fazem.
     

Share This Page