1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

Pronúncia do "s" em final de sílaba

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by Outsider, Mar 16, 2007.

  1. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Uma vez que nos estávamos a desviar do tema em outro tópico, revolvi abrir um novo.

    Sim, soa-me exactamente ao mesmo. A mim soam-me iguais as palavras "esperto" e "experto".

    E repare que na linguagem abreviada que se usa na Internet é comum escrever "x" em vez de "s" por brincadeira. Donde deduzo que muitos outros portugueses também não vêm diferença entre os dois. Agora, é certo que em algumas regiões de Portugal existe uma diferença. Mas isso é para quem usa o "s" beirão, que não me parece ser o seu caso.
     
  2. MOC Senior Member

    Portugal
    Portuguese
    Eu honestamente começo a achar é que o meu "ch" é diferente. Não vejo outra ex(S)plicação. Porque em "chato", "champagne", "xilofone" não se passa o mesmo fenómeno na minha boca que se passa quando digo "estado", "pasta", "comes", "bebes", "experiência" ou "pescoço".

    Já agora, eu digo "piScina", ou quando muito "p'Scina" e não "p'china" como ouço muita gente dizer. Estas duas dicções para a mesma palavra soam-me totalmente diferentes também.
     
  3. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Ignorando a acentuação e o facto de que nós na realidade pronunciaríamos "tás o" como [tazu], sim.
     
  4. jazyk Senior Member

    Brno, Česká republika
    Brazílie, portugalština
    Diferentemente de algumas pessoas aqui, não fiz nem li nenhum estudo fonológico a respeito, mas quando ouço tanto o chiado carioca quanto o português, a minha impressão não é de que se trata do mesmo som que o ch/x, ainda que semelhante. Lembra-me um si ou ś polonês, mas não idêntico. Melhor não consigo explicar.
     
  5. olivinha Senior Member

    Los Madriles
    Português, Brasil
    Moc, pronuncia o s em piscina? Tem gente no Rio de Janeiro que também pronuncia o s em palavras como nascer ou crescer, chiando o s, algo assim como naxcer, crexcer.

    O
     
  6. ronanpoirier

    ronanpoirier Senior Member

    Porto Alegre
    Brazil - Portuguese
    Exatamente jazyk! Tenho essa mesma sensação quando pronuncio palavras que tem o seguimendo "sti" ou "ste" (este "e" soando como /i/ ou /j/, o que acarreta na palatização do "t"). A língua, creio que por influência do som seguinte, não articula o /s/ inteiramente e acaba por ficar meio curvada. Tentarei explicar como a língua fica na minha boca:
    1. As partes laterais da língua encostam nos dentes laterais.
    2. A parte do fundo da língua fica abaixada.
    3. A ponta da língua eleva-se em direção aos alvéolos mas não os toca.
    O som resultante é uma mescla de "s" e "ch". A diferença do jeito que a língua fica em relação ao "s" é que no "s" a língua toca os alvéolos e não toca os dentes laterais. A diferença do "ch" é que no "ch" a língua também toca os alvéolos mas fica recuada na boca.

    Huuum... fui claro ou nem cheguei a ligar a luz? o_O
     
  7. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Pensando um pouco em como pronuncio esses sons, acho que podes ter razão.
     
  8. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Vocês têm toda a razão.
    No Brasil temos Manaus, Belém, Recife, Rio de janeiro e Florianópolis como cidades cujo chiado é oficial, mas eles parecem diferentes entre si, por que será? Eu tenho uma sensação de que o chiado dos cariocas é o mais forte.
     
  9. MOC Senior Member

    Portugal
    Portuguese
    Pronuncio o S em todas essas palavras e é chiado.


    Já agora, algo que está dentro do tópico. Sexta feira fui ver uma peça de teatro em que um dos actores era Brasileiro. Como o texto era em português europeu, as construções gramaticais eram usadas por aqui, mas o sotaque estava todo lá. Como o texto era em português europeu, esse actor variadas vezes disse frases como "tu estás", etc. O "s" final neste tipo de palavras dito por ele era chiadissimo. Mais convencido fico que o que disse anteriormente tem razão de ser. Ainda que este S final possa ter semelhanças com o som de "ch", o meu não se assemelha em nada. O meu "s" em final de silaba é bem diferente de "ch". Depois de ter verificado esta situação, fiquei sem qualquer dúvida acerca do que dizia.
     
  10. bleuboia Senior Member

    Barcelona
    English(New Jersey/New York regional)
    Sei que é muito tarde na conversação, mas no Rio, se a "S" se pronuncia como "shall" em inglês, "champagne" em francês, ou simplemente o "X" na palavra "xícara", como se deve pronunciar o "E". Li que as vezes se fala "I" como "iSHte" por "este", "iSHpelho" por "espelho", "iSHto" por "esto". O livro foi publicado nos anos 60's e não encontrei uma explicação no internet.

    Se pode dizer tambem "Shte", "Shpelho", "SHto"? E entre vogais? Como "nas almas". Se deve pronunciar como "najalmaSH"?
     
  11. englishmania

    englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    ^ naZalmaSH

    EuPt
     
  12. bleuboia Senior Member

    Barcelona
    English(New Jersey/New York regional)
    Obrigado! Depois de ler todos os artigos, acho que o português tem a mais riqueza de todas as linguas latinas modernas!
     
  13. Istriano

    Istriano Senior Member

    -
    Riqueza $im, Paulo Coelho vende muito. :D
     
  14. Ariel Knightly

    Ariel Knightly Senior Member

    Rio de Janeiro
    Brazilian Portuguese
    Será que essa diferença de que todos estão falando não é apenas de força? É que a coda é um momento de redução de força, então é natural que o /S/ nessa posição seja percebido como mais suave. Ao dizer chás, por exemplo, meu primeiro [ʃ] é bem mais perceptível do que o segundo. Mas a princípio não vejo qualquer outra diferença articulatória. Imagino que nos dialetos com s final alveolar algo semelhante aconteça com a pronúncia da palavra seis. Ou não?

    Quanto à impressão de que o chiado no Rio é mais chiado do que nos outros dialetos, acho que isso é mesmo verdade para algumas pessoas. Lá existe bastante variação na qualidade desse fonema, podendo ser mais ou então menos palatalizado de acordo com o falante. O Dudu Azevedo, por exemplo, pronuncia essa fricativa de uma maneira que soa exageradamente palatalizada até para os meus ouvidos cariocas. Só tenho para mim que, qualquer que seja o ponto de articulação, ele se mantém tanto no começo quanto no final da sílaba. Se vocês pegarem alguma entrevista desse ator no Youtube, verão que o chiado dele é sempre exagerado, tanto no ch quanto no s final.
     
  15. Fericire

    Fericire Senior Member

    South America
    Portuguese (Brazil)
    Pessoal,
    Há regiões em Portugal onde se fala o ésse ("s") final como /z/ ?

    Grato
     
  16. englishmania

    englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    Claro. Por exemplo, as horas, as asas, as orelhas.. .
     
  17. Fericire

    Fericire Senior Member

    South America
    Portuguese (Brazil)
    Digo, além dos artigos, vocês falam também, nalguma região, "tu queres" (por exemplo) com /z/, ao invés de /ʃ/ ?
     
  18. machadinho

    machadinho Senior Member

    Ancient Brazilian Portuguese
    Nós também Fericire:
    casas amarelas
    tu queres um chá
    ?
     
  19. Fericire

    Fericire Senior Member

    South America
    Portuguese (Brazil)
    Aqui no Brasil usamos muito /z/. Agora, se for ver algum português falando, muito provavelmente o português usará o som /ʃ/ no ésse final (da conjugação do "tu" e do plural).
    Deve haver alguma parte de Portugal onde as pessoas falam como nós (brasileiros), usando o som /z/ no ésse final de plurais etc.
     
  20. englishmania

    englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    Mas eu já disse que usamos....

    Queres? /ʃ/
    Queres um chá? /z/
    Queres o livro? /z/
     
  21. Fericire

    Fericire Senior Member

    South America
    Portuguese (Brazil)
    Obrigado (especialmente pela paciência :D).
    'Tou ficando velho.
     
  22. englishmania

    englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    De nada ;). Espero é que tenha sido perceptível.

    Tens um livro ali.
    És o máximo.
    Tens horas?
    Estás estranho.
    /z/
     
  23. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Se for antes de outra palavra começada por vogal, sim, praticamente todas as pessoas pronunciam esse "s" final como "z". (Numa minoria de regiões também se ouve algo como "j".)
     
  24. Youngfun

    Youngfun Senior Member

    Pekino, Ĉinujo
    Chinese/Italian - bilingual
    A pronúncia portuguesa do "s" sigue as mesmas regras do sotaque carioca?
     
  25. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    A pronúncia em Portugal varia um pouco com as regiões, mas diria que a mais difundida é idêntica à carioca, sim.
     
  26. Istriano

    Istriano Senior Member

    -
    Nem sempre,

    na fala não-pausada:

    as suas [asuax] no Rio
    as suas [axuax] em Lisboa
    :)

    na fala pausada:
    ax suaix no Rio
    ax suax em Lisboa
     
  27. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Bem visto!
     
  28. Youngfun

    Youngfun Senior Member

    Pekino, Ĉinujo
    Chinese/Italian - bilingual
    E em Rio "as" não vira "aix"? :D
     
  29. Ariel Knightly

    Ariel Knightly Senior Member

    Rio de Janeiro
    Brazilian Portuguese
    Como esse s está em sílaba átona final, creio que o i só apareceria se o indivíduo estivesse lendo sílaba por sílaba dessa palavra, como uma criança na classe de alfabetização. Na fala pausada natural, o falante chegaria até a dar uma ênfase maior à sílaba tônica, mas o mais provável é que nada de muito extraordinário acontecesse com a átona.
    Sim, se o contexto for o de uma criança lutando para ler cada sílaba do que está escrito.
    Na verdade, creio que no Rio marcamos o primeiro s através de um i nesse tipo de contexto.

    as suas [aɪ̯'suɐʃ]
    as tuas [aʃ'tuɐʃ]
    as dele [aʒ'delɪ]
     
  30. Youngfun

    Youngfun Senior Member

    Pekino, Ĉinujo
    Chinese/Italian - bilingual
    Por isso acho os sotaques "não chiantes" mais simples :D
     
  31. Hagafiero Senior Member

    Belo Horizonte, Minas Gerais
    Portuguese - Brazil
    E como funciona com palavras como "nascer", que em Portugal se diz naxcer?
    Dizem que exista quem diga "naicer".

    Outra dúvida: como os portugueses pronunciam "abscissa" e "consciência"?
     
  32. englishmania

    englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    Dizemos abcissa dois

    consciência s]
     
  33. englishmania

    englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    Dizemos abcissa dois

    consciência s]

    nascer s]

    O que acontece por vezes é que apenas pronunciamos ], sem [s]. ("naxer")
     
  34. Hagafiero Senior Member

    Belo Horizonte, Minas Gerais
    Portuguese - Brazil

    Nesse caso, o S em abScissa é uma consoante muda em todos os países lusófonos. Deveria ter sido abolida, como foi em sciência e scisão.
     
  35. Youngfun

    Youngfun Senior Member

    Pekino, Ĉinujo
    Chinese/Italian - bilingual
    Obrigado.... pensava que "sc" fosse sempre [ʃs]
     
  36. englishmania

    englishmania Senior Member

    Portugal
    European Portuguese
    O que eu disse é que só costumo ouvir e ler a palavra "abcissa" e não "abscissa", visto que são sinónimas e as pessoas devem ter optado pela primeira grafia.
     

Share This Page