1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

subjuntivo: se não fosse bem preparado

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by gvergara, Oct 30, 2008.

  1. gvergara

    gvergara Senior Member

    Santiago, Chile
    Español
    Olá:

    Por que se empregou o subjunctivo neste caso?

    Existia uma ciudade chamada Kushimoto no Japão, e um peixe chamado fugu que matava se não fosse bem preparado.
    Do romance "O clube dos anjos" de Luís Veríssimo

    Se se trocasse o tempo para o presente, emprega-se-ia também o subjunctivo (Existe uma ciudade chamada Kushimoto no Japão, e um peixe chamado fugu que mata se não seja bem preparado.)?

    Gonçalo
     
  2. amistad2008 Senior Member

    Olá, Gonçalo

    Eu diria : "...que mata se não for bem preparado."
     
  3. gvergara

    gvergara Senior Member

    Santiago, Chile
    Español
    Tem razão, amizade, acho que compreendi. Grácias :)

    Gonçalo
     
  4. white_ray

    white_ray Senior Member

    Paris
    Portuguese PT
    Ola gvergara,

    O futuro (e o imperfeito) do conjuntivo como bem propos a Amistad sugere uma hipotese e não um facto acontecido/terminado.
    Talvez por isso a escolha do conjuntivo que alias é inicialmente sugerido pela conjunção –se.
    “(...) um peixe chamado fugu que matava se não fosse bem preparado.” significa que isso não aconteceu porque foi bem preparado.
    wr

    Correcçãozinha: “empregar-se-ia” ;)
     
  5. gvergara

    gvergara Senior Member

    Santiago, Chile
    Español
    Mas o fato é que o fugu tinha matado muitas pessoas... Tinha uma espécie de organização secreta que se reunia cada ano para comer fugu... E cada vez morriam 30% dos membros do clube. Aliás, grácias pela correcçãoziha ;)
     
  6. white_ray

    white_ray Senior Member

    Paris
    Portuguese PT
    Entendo.
    Sem o contexto eu diria que o autor fala no passado então, um pouco como numa narrativa, o que não impede o acontecimento dos factos a que te referes.
    Também se pode colocar a frase no indicativo, que sugere factos que podem acontecer.

    Existe uma cidade chamada Kushimoto no Japão, e um peixe chamado fugu que mata se não for bem preparado.
    Do romance "O clube dos anjos" de Luís Veríssimo


    Perigoso esse peixe, não? :p
    wr
     
  7. Bahiano

    Bahiano Senior Member

    Oi white_ray,
    me permite uma pergunta: O seu "for", sendo no futuro, não exige futuro também na oração principal, ou seja, não teria ser "...fugu que matará se não for bem preparado"?
     
  8. gvergara

    gvergara Senior Member

    Santiago, Chile
    Español
    Oi:

    Creio que o futuro na principal é obrigatorio quando a oração se refere a uma ação que vai acontecer precisamente no futuro. Se se refere ao presente, ou a "leis generais", emprega-se o presente. Que eu saiba...

    Gonçalo
     
  9. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Não, por duas razões:

    1. O presente do indicativo pode ter (e frequentemente tem) valor de futuro em português.
    2. Neste caso, não se fala propriamente de um evento futuro concreto, mas de uma verdade universal: sempre que o fugu não seja/for bem preparado, mata.
     
  10. Bahiano

    Bahiano Senior Member

    Obrigado pela boa explicação! :thumbsup:
     
  11. white_ray

    white_ray Senior Member

    Paris
    Portuguese PT
    Vocês têm todos razão!! :thumbsup:
    O uso do futuro "matara" seria o mas correcto gramaticalmente, mas como mencionram com pertinência o presente "mata" tem frequentemente valor de futuro, sobretudo na lingua oral.
    O uso do presente do presente transmite, de uma certa forma, uma visão "mais possivel" e menos hipotética de um acontecimeno, mas sãoapenas pequenas nuances estilisticas.
    wr
     

Share This Page