1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

Tratamentos em Portugal e Brasil: "você", "tu", "senhor(a)"

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by dudla, Jun 15, 2006.

  1. dudla Junior Member

    Polish, Poland
    Hey
    I get a little confused with Voce and Tu.
    I know in Portugal tu is the familiar one, and voce is formal.
    What about Brazil? Is it the other way round? Do Brazilians even use "tu" at all?
    Thanks a lot
     
  2. hiwelcome Senior Member

    France, Portugal
    France French
    in the majority of the Brazilian states the use of Você (like São Paulo) is the familiar one, but in other few states like Parana it is the use of tu...so it depends in which state you are...
     
  3. dudla Junior Member

    Polish, Poland
    So in Sao Paolo they don't use "tu" at all?
     
  4. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    In general, no. As hiwelcome has told you, some states prefer using tu: Rio, Rio Grande do Sul, some North/Northeas states... In general we use você, São Paulo inlcuded. Of course you'll find some individuals saying tu in SP. Anyway, you can use whatever you fell like. :)

    You'll find a long discussion on the matter here.
     
  5. I found another great thread about this topic here.
     
  6. Leandro

    Leandro Senior Member

    Rio de Janeiro
    Brazil - Portuguese
    I think that only in Rio Grande do Sul people say "tu" instead of "você", and better, they say it using the correct verb conjugation :p

    Here we Rio de Janeiro it's rare to hear someone say "tu", unless you're using an expression such as "é tu mermo(mesmo) or tu mermo(mesmo)" hihihihi
     
  7. MariBR Senior Member

    Portuguese / Brazil
    I wish I could say that, Leandro...

    Usually, just the elderly can conjugate the second person of the singular correctly... I mean, we can conjugate it too, but when we are speaking, we simply do not.

    My mum says "tu és", but I say "tu é" and some other horrible things I won't confess here!

    It's such a shame that we are losing a good part of the Portuguese grammar... que estamos nos distanciando tanto assim do português de Portugal.
     
    Last edited: Jul 18, 2009
  8. pickypuck Senior Member

    Badajoz, Spanish Extremadura
    Extremaduran Spanish
    As far as I know in Portugal is better to avoid the use of "você" because it has "connotations". Much more appropriate is to use "o senhor", "a senhora"....

    ¡Olé! :cool:
     
  9. That's interesting. Do you think most young people don't conjugate "tu" correctly because of the influence of most Brazilians using "você"? Is there some sort of stigma attached with conjugating "tu" correctly among young people? It would be interesting to hear from the other "Gaúcho" in the forum, Ronan, and see what he thinks. I remember reading a message where he conjugated "tu" correctly, but I wonder if he also conjugates "tu" correctly while speaking.
     
  10. MariBR Senior Member

    Portuguese / Brazil
    Yes, Chriszinho85, I do think so...

    When I watch TV or read a magazine, it’s all conjugated in the third person. Even our newspapers (and by “our newspapers” I mean, those based on Porto Alegre mainly) are written using “você”. So, it’s kind of difficult to keep speaking correctly if you don’t practice it, if you read and listen to “você” and its third person conjugation all the time. The most interesting thing to think about is why on earth we keep using “tu”…

    Anyway, I really like it. The only problem is that everybody knows that you are southerner. (Is that right?)

    And, what do you mean by stigma? I think there’s no stigma here, but it sounds strange, you know? A little bit too old! People notice that you are conjugating it right, when it should be the other way round… But nobody would mock you, they’d say: uau!!! Why are you being so formal? Especially when you are in your teens… but I think you could write a thesis about communication among teens, wherever they are.
     
  11. Hehe..That's true. Como você, (ou melhor, como tu :p), acho isso uma pena, but I guess it's just a fact of life. Language is always evolving. I was thinking and now I'm curious to find out about Brazilian immigrants who move to Portugal. After a while, do they start referring to people with "tu" and conjugating it correctly or do they just keep referring to people with "você."

    :thumbsup: Yes, "southerner" is right.

    Ahh...I understand. You have answered my question. This seems to happen everywhere. In informal situations, people usually have their own colloquial way of speaking.
     
  12. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    I know a few who have started using "tu", conjugated verb and all.
     
  13. olivinha Senior Member

    Los Madriles
    Português, Brasil
    Pessoalmente, eu acho "rapariga" mais feia que "você". ;)
    Pessoalmente também acho que não poderia viver sem "você", aliás acho que poucos brasileiros poderiam.
    O
     
  14. Pedrovski Senior Member

    English, Portuguese
    Não te esqueças da população do Rio Grande do Sul, que ainda usa o "tu" em vez do "você". (espero que não te importes de eu usar o "tu" contigo:D)
     
  15. olivinha Senior Member

    Los Madriles
    Português, Brasil
    Por isso disse que "poucos poderiam", taí os gaúchos, por exemplo.

    Claro que não, contanto que te possa tratar por você. ;)
    O
     
  16. kurumin

    kurumin Senior Member

    salvador bahia brasil, brazilian portuguese & tupy
    Quem fala (TU) FOI, (TU) VIU?, (TU) ENTENDEU? como os gaúchos,
    usa mais o você que o tu. :)
     
  17. Opera fan Senior Member

    Portuguese, Portugal
    Olivinha
    Estou plenamente de acordo com o que disse:
    "Pessoalmente também acho que não poderia viver sem "você", aliás acho que poucos brasileiros poderiam."
    É muito triste esta situação, quando afinal há em português tantas maneiras de evitar o constante uso da palavra.
     
  18. ronanpoirier

    ronanpoirier Senior Member

    Porto Alegre
    Brazil - Portuguese
    Hey! A coisa não é bem assim não. ^^

    Creio que só os jovens (e mesmo assim, parece-me que a um certo ponto da vida eles resolvem fazer as coisas certas) usam o "tu" conjugado com a 3ª pessoa do pretérito perfeito. Prefiro pensar nos outros casos como um "desaparecimento" do som /s/ do final dos verbos hahahaha (eu deveria ser advogado)

    É comum escutar o pretérito perfeito como no subjuntivo: "tu visse?", "tu falasse com ele?" etc.


    Quem fala "tu falasteS" e etc. são aqueles que acham que estão falando bonito.

    Eu uso a 2ª pessoa conjugada corretamente em 95% das vezes. E as pessoas da minha família chegam a essa marca também. Pode ser algo relativo ao nível de educação mas depois que ouvi um camelô dizer "se já pagaste, ele deveria ter posto o selo.", não duvido de mais nada!

    As pessoas simplesmente sabem o correto, mas pela lei do menor esforço, não a usam.

    Curioso é ,também, que, num programa jovem da TV Com (que é da RBS, filiada da TV Globo no RS e SC), SEMPRE usam o "tu", seja nas entrevistas, seja naquelas frases que aparecem nas barras na parte inferior da tela. E conjugado corretamente. Geralmente nas entrevistas nas ruas o "tu" é usado corretamente e também nos programas de debate da TV Guaíba (outra gaúcha).

    É... acho que isto não tem nada que ver com o tópico... mas tocaram no assunto e eu não poderia deixar de comentar! :)


    PS.: o uso do "você" em contextos informais é, para muitos, pior do que ser mandado tomar naquele lugar. Não falo só por mim, não. Eu sei de histórias... hehehehe
    PS².: o uso de "vocês" já é outra história... mais longa.


    Isso é coisa da italianada! Não costumamos transformar o final do "vocês" em "êis". Também pode ser a maneira que pessoas de pouca educação falam.
     
  19. kurumin

    kurumin Senior Member

    salvador bahia brasil, brazilian portuguese & tupy
    Ontem eu assisti um programa na REDE TV (opção C de Florianópolis) e um empresário intervistado falava TU VIU, TU SACOU, TU QUER... o tempo todo ;) Nada de visse, sacasse, quisesse...
     
  20. kurumin

    kurumin Senior Member

    salvador bahia brasil, brazilian portuguese & tupy
    VOCÊ é uma palavra muito íntima aqui em Salvador.
    Até que AMO VOCÊ soa mais intenso que um simples TE AMO (ou LHE AMO, também usado) :)
    O uso do TU no Brasil tem mais ou menos a mesma freqüencia do pronome THEE/THOU na Inglaterra, se usa
    apenas em umas regiões [Yorkshire no caso de thee], e nem sempre [e nem por todas as pessoas].

    Por exemplo, não podemos generalizar que no Sul se use só o tu pois não é verdade.
    Na Serra Gaúcha o pronome informal é VOCÊ, a mesma coisa acontece no interior de Santa Catarina e na maior parte do Paraná. ;)
     
  21. olivinha Senior Member

    Los Madriles
    Português, Brasil
    Triste por quê? Ou melhor, triste para quem? É parte da cultura brasileira. Isso não quer dizer que não se usa outras formas no Brasil (senhor, tu, etc). E mesmo que não se usasse, so what? Realmente não entendo o motivo da tristeza.
    O
     
  22. olivinha Senior Member

    Los Madriles
    Português, Brasil
    Oi, Opera Fan.
    Acha mesmo que o uso preferencial de "você" no Brasil é um sintoma de atrofiamento da língua?

    Poderia explicar melhor o caso do pretoguês; eu sinceramente não entendi.
    O
     
  23. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Que tal se redeclinássemos os substantivos, e os adjetivos e os artigos a concordarem com o substantivo respectivo? E sumam do vernáculo com a palavra ecrã, que desaforo esses neologismos todos! Esqueçamos a palavra você, isto é um ultraje! O que está bem é vossa mercê.

    Está bem assim? :)
     
  24. Opera fan Senior Member

    Portuguese, Portugal
    É atrofiamento se, como Olivinha disse anteriormente, a grande maioria dos brasileiros teriam dificuldade em comunicar se o "você" não existisse.
    Quanto ao "pretoguês" refere-se ao português falado há tempos atraz pelos nativos das antigas colónias africanas.
     
  25. olivinha Senior Member

    Los Madriles
    Português, Brasil
    Quote:
    Originally Posted by Opera fan [​IMG]
    Olivinha
    Estou plenamente de acordo com o que disse:
    "Pessoalmente também acho que não poderia viver sem "você", aliás acho que poucos brasileiros poderiam."
    É muito triste esta situação, quando afinal há em português tantas maneiras de evitar o constante uso da palavra.


    Opera fan, acho que você (com todo respeito) atrofiou o que eu quis dizer com "não poderia viver sem você". Espero que nem todos tenham ficado só com o sentido literal.
    Triste para mim foi ouvir/ler: "A meu ver, ultura implica uma expansão, não o atrofiamento da lingua".
    O
     
  26. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Portanto, pelo que entendi - se é que fizeram-me entender bem -, o você é empregado por muito mais pessoas do que eu pensava até então.

    Ou queria dizer que os africanos falam de maneira peculiar? Se sim, como? E tem mesmo algo a ver com o pronome você, que é... o tópico do thread?

    P.S.: se os portugueses colonizassem Marte, os marcianos falavam verdeguês...?! :)
     
  27. Opera fan Senior Member

    Portuguese, Portugal
    Uchi.m
    Foi um comentário feito a propósito do que Kurumin relatou (ver #20):
    “Ontem eu assisti um programa na REDE TV (opção C de Florianópolis) e um empresário intervistado falava TU VIU, TU SACOU, TU QUER... o tempo todo ]Nada de visse, sacasse, quisesse...”
     
  28. uchi.m

    uchi.m Senior Member

    Redeeming limbo
    Brazil, Portuguese
    Pois então os africanos empregam o tu mas não conjugam o verbo na 2a. pessoa, era isso?

    Na universidade, havia muitos intercambistas angolanos, mas não pude perceber nenhum deles a fazer tais coisas.
     
  29. Opera fan Senior Member

    Portuguese, Portugal
    Muito bem Olivinha. Sem tomar as suas palavras literalmente, só por brincadeira, pergunte aos seus amigos e conhecidos como diriam, por exemplo, as seguintes frases não usando “você:

    - Eu ontem vi você.
    - Quero falar com você.
    - Já disse a você que não saía.

    Referia-me à classe menos culta dos indígenas, tais como poderão haver nas zonas mais remotas do Amazonas.
     
  30. kurumin

    kurumin Senior Member

    salvador bahia brasil, brazilian portuguese & tupy
    Bom, you é uma palavra íntima em inglês [i love you = eu amo você]
    mas pode se usar até com a rainha da Inglaterra.

    ps
    Eu não uso a palavra CÃO. Aqui se evita, é muito feia, significa CAPETA.
    A gente prefere a palavra CACHORRO.
     
  31. kurumin

    kurumin Senior Member

    salvador bahia brasil, brazilian portuguese & tupy
    Eu tenho muitos amigos recifenses, e em Recife, eles usam você e tu, tanto faz:

    Ontem eu vi você = Ontem eu vi tu.
    (ou Ontem eu lhe/te vi)
    Eu quero falar com você. = Eu quero falar com tu.
    Eu já disse pra você que eu não saía. = Eu já disse pra tu que eu não saía.
    (ou Eu já te/disse que eu não saía).
     
  32. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Discordo, Kurumin. Conheço bem o dialeto falado na cidade de Recife e eles usam "ti", "contigo" e "teu" normalmente sem problemas.

    O que há é a conjugação de "tu" como terceira pessoa no PRESENTE do INDICATIVO, um dialógo possível em recife:

    - ei, deixei contigo minhaS coisaS
    - tu pode me dizer onde tu botou?
    - tá aí perto de ti, visse (clássica)?
    - pronto, já vi, valeu!

    Mesmo entre os pobres, se usa "contigo", "ti" e "teu". O "lhe" também se mistura com esses pronomes frequentemente em Recife.
     
  33. kurumin

    kurumin Senior Member

    salvador bahia brasil, brazilian portuguese & tupy
    Discordo. Os recifenses, informalmente, falam: UM BEIJO PRA TU. (ou PA TU). Formalmente: um abraço para você (ou para o senhor). PRA TI é pouco usado. Talvez os de Recife tenham vergonha desse uso. Sei lá. Eu sei que no Paraíba essas contruções fazem parte do dialeto local e são usadas sem medo. ;)
    Passar bem.

    obs

    Alandria, você é portuguesa?;)
    Escreveu ''frequentemente''.
     
  34. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Erro de digitação, estou numa lan e o teclado aqui é diferente. Pega leve.
    Se vir outros posts meus, há mais erros de digitação pela pressa em digitar. Obrigada pelo toque, se vir mais, avisa. ;)

    Com base no que eu vi quando estive em recife, "pra ti" é bem mais comum que "pra tu". Eu conheço o dialeto de Recife. ;)
     
  35. kurumin

    kurumin Senior Member

    salvador bahia brasil, brazilian portuguese & tupy
    Mário Marroquim. A língua do Nordeste (Alagoas e Pernambuco). Terceira edição. HD Livros Editora. Curitiba. 1996.
     
  36. Ricardo Tavares Senior Member

    Português - Brasil
    Vocês já se perguntaram porquê em Portugal não se usa o pronome de tratamento "você" e no Brasil sim ? Creio que só passaram a usar em virtude da influência das novelas brasileiras, que lá são exibidas fartamente.
    Estive pensando sobre isso e cri que uma possibilidade é pelo fato dos portugueses não terem sido colonizados e nós brasileiros sim. Explico: com a chegada da família real ao Brasil, nós passamos a usar termos do tipo "Vossa Majestade", "Vossa Alteza" e às pessoas não tão "nobres" usávamos "Vossa Mercê", que depois, por meio da influência de nossa miscigenação (índios, negros e brancos), fomos mudando pouco a pouco para "Vós Micê", até chegar em "Você". Creio que este processo não deve ter ocorrido em Portugal e é por isso que eles não têm esta palavra em suas origens. Será que eu estou delirando ?
     
  37. Ayazid Senior Member

    Olá

    I am not Portuguese but I have serious doubts that the pronoun você is an invention of Brazilian Portuguese. Note that the plural form of it vocês has almost completely replaced the classic "vós" in most of Portugal and I doubt it is so for the influence of Brazilian telenovelas. I guess that the você and its older form vosmecê were brought to Brazil from Portugal during the colonial period as a formal pronoun, however due to its massive use it lost all its formality and replaced tu in most regions, whereas in Portugal it became simply less respectful but still remained formal and therefor lost greater part of its popularity for the benefit of more courteous "senhor". A similar thing happened to old Castillian ceremonial/courteous "vos" which even completely disappeared in Spain this time for the benefit of "vuestra merced" (modern usted) but keeps its popularity in certain regions of Latin America (for example Argentina, Uruguay etc.) as an informal pronoun.
     
  38. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Tá delirando, sim. O "você" ainda não é tão majoritário assim no Brasil quanto se pensa (na mídia, sim, é generalizado o uso), chega a ser até uma generalização absurda.

    Lembrando que no meu estado se usa apenas o pronome você (ou cê) para tratamento íntimo, portanto não sou nada suspeita para falar disso, pois conheço o Brasil de ponta-cabeça.
     
  39. Ricardo Tavares Senior Member

    Português - Brasil
    Bem, apesar de ver no seu perfil que você tem apenas 18 anos e achar incrível que possa já conhecer o Brasil de ponta-cabeça (ou de cabeça pra baixo), sobretudo pelas dimensões continentais que nosso país apresenta, respeito a sua opinião, porém permito-me duvidar. Sei que em Estados do Sul se fala mais "tu", ao invés de "você", mas como será a escrita ? como são impressas as revistas e jornais locais ?
     
  40. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Gente, para continuar este assunto que não acaba nunca, por favor, dirijam-se à uma das muitas discussões já existentes neste fórum. Como podem observar temos até algumas discussões já fechadas pelos seguintes motivos:
    1- nunca chegamos a um acordo
    2- acabamos discutindo no mau sentido

    você versus tu
    você ou vós
    você / vocês

    Minha pergunta: será que temos material novo que ainda não tenha sido exaustivamente abordado nas discussões acima?

    Edit:juntei ao segundo tópico tu/você. Fica valendo a minha pergunta acima!

    Obs.: Se tiver que fechar de novo este tópico por causa de farpas trocadas, nunca mais o reabro! - eu bravíssima -
     
  41. ronanpoirier

    ronanpoirier Senior Member

    Porto Alegre
    Brazil - Portuguese
    Posso dizer que nos telejornais, os âncoras sempre respondem: Bom/oa XXX para você! e similares. Contudo, em entrevistas, principalmente quando os entrevistados são gaúchos, a tendência é usar o "tu". Há um jornal aqui onde as cartas recebidas pelos leitores são sempre respondidas usando-se o "tu" e ele até usam termos regionais no jornal. O jornal é feito para as classes mais baixas indubitavelmente, mas aprecio essa postura. Também há um programa de debates onde os apresewntadores sempre se tratam por "tu".

    Na música, as músicas regionalistas preferem o "tu" enquanto os outros estilos preferem o "você" (talvez pela vontade de fazer sucesso fora do RS). Quando eu canto, mudo as músicas de "você" para "tu" sempre que possível. [:)] Por essa razão admiro as músicas portuguesas. [;)]



    PS.: Desculpem-me qualquer coisa sem sentido, mas já faz 4 dias que estou morrendo de dor de garganta e febre. Fica difícil manter a racionalidade às vezes. [;)]
     
  42. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    "Você" já se usava em Portugal no século XIX. Aparece nos livros de Eça de Queirós.
     
  43. Ricardo Tavares Senior Member

    Português - Brasil
    Então a minha teoria foi para o ralo. O motivo pelo qual os portugueses não usam mais "você", deve ser outro. Estaria fora de moda ? será que nos brasileiros estamos ressuscitando esta forma de tratamento através de nossas telenovelas ?
     
  44. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Penso que a palavra simplesmente teve evoluções diferentes dos dois lados do Atlântico.
     
  45. Alandria Senior Member

    Brasil - São Paulo
    Português
    Não é só no sul, não. Em quase todo o norte-nordeste se usa o "tu", em algumas cidades com conjugação de 3ª e outras com de 2ª pessoa.
     
  46. maralto Senior Member

    Portugal portugês
    É verdade, ou, então, usar o nome da pesoa, antecedido do artigo, por exemplo: o João acha...?
    a Mariana quer ir connosco?
     
  47. Tagarela Senior Member

    Rio de Janeiro, Brasil
    Português - Brasil
    Olá,

    Eu gostaria de saber como os portugueses utilizam as diversas formas de tratamento? No Brasil, em geral, com algumas exceções, como alguns sulistas, costumamos misturar (de todas as formas possíveis) o 'você' com o 'tu'. Quando queremor nos direcionar a alguém de modo mais formal e educado, usamos 'senhor' ou 'senhora', o que de vez em quando soa engraçado. Por exemplo no meu caso, que tenho apenas 20 anos, e em lojas ou serviços gerais que tenham atendentes bem treinados, sou tratado por 'senhor'.

    De vez em quando eu assisto ao canal português SIC e percebo que o 'tu' é predominante. Quando vocês pretendem referir-se a mais de uma pessoa costumam usar 'vocês' mas utilizando alguns termos como 'vosso', ou estou enganado?

    Pode até parecer uma dúvida estranha de um falante nativo, mas nem todos os nativos são iguais, ora pois.

    Agradeço de antemão a todos os gajos e raparigas =)

    Até.:
     
  48. spielenschach Senior Member

    Portugal . Portuguese
    Sim, é mais ou menos isso. Mas 'você' é pouco educado e 'gajo' só se usa informalmente e entre pessoas que tenham muita confiança entre si:
    - O gajo assim, a gaja assado...
    Doutro modo é grosso!
    Saúde
     
  49. Ayazid Senior Member

  50. Tagarela Senior Member

    Rio de Janeiro, Brasil
    Português - Brasil
    Olá,

    Desculpem-me por ter criado outro tópico sobre o mesmo assunto.

    Quanto ao uso do 'tu' e 'você' a questão está bem esclarecida.


    Mas os portugueses usam 'vocês' em vez de 'vós', porém utilizam pronomes possessivos por exemplo de segunda do plural em alguns casos ou é uma falsa impressão minha, por exemplo [tirado da minha cabeça], "Aquele vosso livro que vocês me apresentaram." ?

    Spielenschach, o 'gajo' foi mais para brincar =), perdoe-me o equívoco de qualquer modo.

    Até.:
     

Share This Page