1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

uso de la palabra tenho antes del verbo en el tiempo perfeito

Discussion in 'Português-Español' started by marcia vivian, Feb 18, 2010.

  1. marcia vivian New Member

    santiago - chile
    español latino
    hola soy chilena y estoy aprendiendo portugues por mi cuenta, y encuentro que he aprendido bastante, pero tengo una pequeña duda,
    he visto que en las conjugaciones del los verbos, en el tiempo perfeito, ya sea indicativo o subjuntivo, esta el verbo ter conjugado,
    quisiera saber si es lo mismo o similar a cuando nosotros decimos, "he tenido" "has dormido" "habran ido" etc,
    solo quiero saber si es lo mismo, y por que lo usan con el verbo ter, y no haber como en español

    gracias por su ayuda,
     
  2. nunomira New Member

    Portugal
    Portuguese - Portugal
    Hola,

    A ver se he entendido lo que quieres decir :).

    En Portugués no existe equivalente para algo cómo "he tenido". Se utiliza el "Pretérito perfeito" - link: conjuga-me.net/verbo-dormir.

    Si en castellano dices:
    Hoy he tenido un accidente.
    Has dormido en casa de tu hermano?

    En portugués se dice:
    Hoje tive um acidente.
    Dormiste em casa do teu irmão?


    Si vas a decir algo como "tenho dormido" o "tenho tido" en portugués:
    - Tenho dormido pouco.
    - Tenho tido dores de cabeza.
    Significa que en los últimos tiempos (los últimos días o semanas) he dormido poco o he tenido dolores de cabeza.

    Dormido, tido, falado, escrito, ... és el "Participio passado". Este se conjuga con diferentes verbos (ter, haver, ser, estar y ficar).
    Esto te podrá ayudar - link: authorstream.com/presentation/antoniusalves-189198-participio-passado-education-ppt-powerpoint/
     
  3. marcia vivian New Member

    santiago - chile
    español latino
    muito obrigada nunomira,
    comprendi sua explicacion, muito legal,
     
  4. nunomira New Member

    Portugal
    Portuguese - Portugal
    de nada!

    explicación -> explicação
    :)
     
  5. Istriano

    Istriano Senior Member

    -
    No indicativo pode ser diferente (variação diatópica):

    ¿Qué ha pasado? [España central]

    ¿Qué pasó? [Hispanoamérica, Ilhas Canárias, Astúrias, Galícia] [¿Qué ha pasado? é outra coisa lá, por exemplo: ¿Qué ha pasado ultimamente? ].

    O que aconteceu? [português] [O que tem acontecido? significaria outra coisa, por exemplo: O que tem acontecido ultimamente?].




    No subjuntivo é o mesmo:

    Espero que no haya pasado nada grave. [español]

    Espero que não tenha acontecido nada grave. [português].



    As diferenças são praticamente anuladas no subjuntivo.

    Pretérito perfeito composto do indicativo, hoje em dia só é usado para uma repetição: Eu tenho estudado muito.
    Só em umas expressões fixas pode se notar o uso semelhante ao castelhano: (e) Tenho dito, terminando uma declaração em vez de Falei (tá falado).


    O uso do p
    retérito perfeito composto do indicativo em espanhol é meio complicado porque esse uso:

    1. varia geograficamente (variação diatópica):

    ¿Qué ha pasado? [em Madri, Málaga, Zaragoza]
    ¿Qué pasó? [em Oviedo, A Corunha, Sta Cruz de Tenerife, Buenos Aires, Caracas]

    2. varia dependendo do estilo:

    Mi padre falleció hace un año. (mais distante, mais realista).
    Mi padre ha fallecido hace un año. (mais emocional)


    A frase famosa do Piu-Piu:

    Eu acho que vi um gatinho ficou

    Me pareció ver un lindo gatito. na versão hispanoamericana [que foi exibida na Espanha],
    mas a maioria dos espanhóis não usaria esse tempo (pareció) nem a palavra lindo.
     
    Last edited: Feb 19, 2010

Share This Page