vira e mexe põem

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by fofinho, Feb 18, 2013.

  1. fofinho Senior Member

    English-Suburban Minnesota
    Alguém pode explicar a mudança entre o modo singular e o plural no meio deste frase?

    «O que é aquela coisa redonda, quente e macia que vira e mexe põem na minha boca e contém um liquido delicioso?»
    Prata, Antonio «Nascimento: FAQ» Folha de S.Paulo 01/08/2012

    Porque põem fica no plural? Para mim isto causa a frase a soar uma pouco desajeitada mas pelas falantes nativas não haja problema?
     
  2. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    "vira e mexe" é uma expressão que significa algo como "every so often".

    Talvez ficasse melhor assim, com vírgulas:

    O que é aquela coisa redonda, quente e macia que, vira e mexe, põem na minha boca e contém um liquido delicioso?
     
  3. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    O sujeito da frase é indeterminado. ... vira e mexe (eles) põem na minha boca...
     
  4. fofinho Senior Member

    English-Suburban Minnesota
    Last edited: Feb 18, 2013
  5. patriota Senior Member

    São Paulo
    Português - Brasil
    Não pensei / busquei...
    Interpretei "vira e mexe"...
    "coisa... que vira [e que] mexe",
     
  6. fofinho Senior Member

    English-Suburban Minnesota
    Com perigo a perder o fio, tenho que perguntar, devem ser no perfeito porque as frases foram negativas? Muda-se o sentimento se eu digo "não pensava em ler assim" em vez de "não pensei em ler assim"? Para mim parece como a escolha entre "I wasn't thinking about reading it like that" e "I didn't think to read it like that" mas não sei porque tem que ser o perfeito.

    Concordo que não devo usar "tirar" para significar "interpretar" porque "tomar" seja a forma mais vaga correta, e desculpe-me por errar em posicionar a vírgula.
     
    Last edited: Feb 19, 2013
  7. patriota Senior Member

    São Paulo
    Português - Brasil
    diferença *

    Os tempos verbais de nossos idiomas nem sempre são equivalentes. Você leu, interpretou duma forma, não pensou em outra, deram a resposta no mesmo dia, e acabou. Por isso, o pretérito perfeito fica melhor. Na minha opinião, o pretérito imperfeito passaria a impressão de que estudou essa frase por muito tempo. "Não pensava que encontraria outro significado" - "I never thought I would find another meaning".

    Aliás, esse uso de "read" é complicado. Às vezes, há frases que ainda fazem sentido traduzidas literalmente ao português ("li a crítica dela como um elogio"), mas não é muito natural dizer "não pensei em ler assim". Você poderia dizer, por exemplo, "não pensei nessa possibilidade". Para enfatizar que a ideia não passou pela sua cabeça, poderia usar nosso querido nem: "nem pensei nessa possibilidade". Literalmente, I didn't even think about that possibility.
     
  8. fofinho Senior Member

    English-Suburban Minnesota
    Now that I think about it, it tripped me up because "põem" is the only part of the frase that refers to the "coisa redonda" as a direct object. I could identify that põem had to have a indeterminate subject, but it was the lack of a direct object pronoun "vira e mexe, põem-na na minha boca e contém um liquido delicioso". Without knowing the idiomatic frase, it appeared that there were four verbs in the final clause and that three of them were singular and had the same subject--the round thing, and one verb was plural and had an indeterminate subject and didn't make if super clear how it related to the round thing. Therefore, I actually guessed "põem" to be perhaps an idiomatic usage, or one in need of more help. Obviously I'm a careless reader as patriota would have it so I'm sorry for the mess.
     
  9. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    If it were the other way around (me the learner, English the language) I'd probably would have the same idea as you had about that verb. :)
    O que é aquela coisa redonda, quente e macia que vira e mexe põem na minha boca e contém um liquido delicioso?»

    In the case you've mentioned: ''vira e mexe, põem-na na minha boca e contém um líquido delicioso".
    Only that in this case the object is there in the beginning of the sentence: O que é aquela coisa redonda, (...) que vira e mexe põem na ...
    No, you're not a careless reader and I am sure this was not what patriota said, he was exemplifying the saying. The issue here is that the sentence is tricky for a learner. You are doing very well with this intricate language full of nuances! Keep asking, we all here are glad to help.
     
    Last edited: Feb 19, 2013
  10. fofinho Senior Member

    English-Suburban Minnesota
    Thanks. I guess it's a fairly complex sentence for being written in an informal humorous piece. I thought the gender stayed feminine in the predicate after the baby chose "coisa" as the object. If they asked instead:
    O que é aquela coisa que é redondo?
    or would it be
    O que é aquela coisa que é redonda?

    Because while I'm not intuiting with no attempt to understand the language, to me I would anticipate the agreement to be between "coisa" and "redonda" and not "O" and "redondo". Does it make a difference then if it's a direct object of a verb

    O que é aquela coisa que o agarram por equilibrar?
    or
    O que é aquela coisa que a agarram por equilibrar?

    Either way, I realize the direct object pronoun really doesn't sound good there.


     
  11. anaczz

    anaczz Senior Member

    À beira do Oceano Atlântico
    Português (Brasil)
    Não soa bem porque já há um pronome exercendo esse papel (objeto direto): o pronome "que"


    Não entendi sua questão sobre o gênero. Não há outra opção aqui, a não ser o feminino, uma vez que o objeto é "coisa"

    Se entendi a intenção da frase, o natural seria dizer:

    O que é aquela coisa em que/ na qual as pessoas se agarram para equilibrar-se/ se equilibrar.
    Aqui também, só cabe o feminino pois a locução pronominal "a qual" está representando o objeto "coisa" (neste caso, objeto indireto em + a qual)
    Para ser masculino deveria ser algo como:
    O que é aquele treco/negócio/trem (todas palavras usadas informalmente, no Brasil) em que/no qual as pessoas se agarram...
     

Share This Page