1. The WordReference Forums have moved to new forum software. (Details)

Você está aqui - Mas eu sou o senhor!

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by pickypuck, Dec 11, 2007.

  1. pickypuck Senior Member

    Badajoz, Spanish Extremadura
    Extremaduran Spanish
    Esta pergunta é acerca do português europeu ou ibérico ou de Portugal ou... :p

    "Você está aqui". Esta frase estava escrita num destes indicadores que se encontram nas ruas. Concretamente, um que fica na Plaça do Duque da Terceira em Lisboa. Há uns dias o Público perguntava (e ainda pergunta na seccão Ecosfera) "o que faz você pelo Ambiente?"

    Sempre me disseram que era melhor evitar o uso do você. Está isto a mudar? Ou melhor deixar isto para os meios de comunicação?

    Muito obrigado.
     
  2. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    É normal o "você" aparecer em avisos e publicidade, que são formas impessoais de comunicação, mas é prudente evitá-lo no contacto directo com pessoas que não se conhece bem.
    De qualquer forma, as opiniões e reacções dos portugueses em relação ao "você" variam bastante. :rolleyes:
     
  3. pickypuck Senior Member

    Badajoz, Spanish Extremadura
    Extremaduran Spanish
    Muito obrigado por confirmar as minhas suspeitas. Continuarei a ser prudente.
    Cumprimentos!
     
  4. jazyk Senior Member

    Brno, Česká republika
    Brazílie, portugalština
    Há alguma explicação para essa ojeriza que sentem alguns (muitos?) portugueses pelo pronome você, que me parece tão inofensivo?
     
  5. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Em Portugal, o "você" tende a se usar mais em relações impessoais entre iguais, ou de superior hierárquico para subordinado, e por isso às vezes pode ser interpretado como arrogante. Um polícia que se dirija a um transeunte, um professor que se dirija a um aluno, ou um sargento que se dirija a um soldado, podem fazê-lo com "você", mas o inverso cai mal. Penso que isso levou a que o tratamento com "você" ficasse conotado com uma certa sobranceria, para muita gente.

    Claro que isto não se aplica aos brasileiros de visita a Portugal. ;)
     
  6. jazyk Senior Member

    Brno, Česká republika
    Brazílie, portugalština
    Bom, mas aqui é uma questão de respeito, não? Eu não usaria você nem a um policial nem a um professor, e sim o senhor/a senhora. Com relação ao superior hierárquico, depende do grau de intimidade. Com a minha chefe uso você porque trabalhamos na escola num ambiente de muita informalidade, amizade e camaradagem.
     
  7. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Lembre-se que em Portugal temos uma outra forma de tratamento muito comum, que é usar o nome da pessoa. Nas raras vezes em que preciso de designar directamente algum dos meus chefes (omitimos os pronomes sempre que seja possível), uso o nome dele. "A Maria não acha...?", "O João não acha...?", etc. Aqui, este tratamento é considerado preferível, na maioria dos meios sociais, a um "você", que soaria um pouco presumido, como se você se considerasse hierarquicamente um igual do seu chefe.

    Como já tive oportunidade de dizer noutras discussões, também há algumas pessoas que se tratam mutuamente por "você" sem problemas. Mas entendo porque é que há pessoas que não gostam. De qualquer maneira, isto é apenas informação sobre hábitos culturais. A mim não me ofende nada que me tratem por "você". Tenho até um chefe que trato por "tu".
     
  8. maralto Senior Member

    Portugal portugês
    Lembre-se que em Portugal temos uma outra forma de tratamento muito comum, que é usar o nome da pessoa. Nas raras vezes em que preciso de designar directamente algum dos meus chefes (omitimos os pronomes sempre que seja possível), uso o nome dele. "A Maria não acha...?", "O João não acha...?", etc. Aqui, este tratamento é considerado preferível, na maioria dos meios sociais, a um "você", que soaria um pouco presumido, como se você se considerasse hierarquicamente um igual do seu chefe. Outsider dixit
    Exactamente, Ousider. Existe ainda o tratamento «snob» de VOCÊ...Como dizemos aqui, as «tias» e os «tios» tratam-se por você, o que quanto a mim, soa a arrogante. Mas é apenas uma questão cultural...diferenças deste português tão multifacetado...
     
  9. jazyk Senior Member

    Brno, Česká republika
    Brazílie, portugalština
    Isto lembra-me o japonês, que procede da mesma forma. Talvez seja uma marca de uma sociedade estratificada a julgar os inúmeros pronomes de tratamento que tenho visto serem usados no Ciberdúvida.
     
  10. Outsider Senior Member

    Portuguese (Portugal)
    Uma sociedade que foi bastante estratificada durante muito tempo, e ainda mal começou a libertar-se desses grilhões. :(
     
  11. maralto Senior Member

    Portugal portugês
    talvez...ou talvez antes seja marca de uma sociedade multifacetada em que há lugar para tudo...
     

Share This Page