¡Por tonto!

< Previous | Next >

Dymn

Senior Member
Olá,

É possível omitir o verbo "ser" neste caso?

- He perdido el tren...
- ¡(Esto te pasa) por tonto!

- Perdi o comboio
- Isto acontece-te por (ser) parvo! (??)


Muito obrigado
 
  • englishmania

    Senior Member
    Português Europeu
    Não, não é possível.

    -Perdi o comboio...
    -(Isso acontece-te*)/ (Isso aconteceu) porque és parvo/distraído!


    *se for um hábito
     

    Ari RT

    Senior Member
    Português - Brasil
    Na língua padrão, não. Talvez, como aponta englishmania, deixando espaço para o conteúdo subentendido. Mas temos no Brasil uma opção igualmente curta para o registro informal, falado. Também depende de um verbo "ser" elíptico:

    - Perdi o trem.
    - De lerdo. Tivesse ido diretamente à plataforma...

    - Abandonei o negócio da compra do carro.
    - De otário. Teria sido muito vantajoso para você.

    E olhe essas abaixo, bem parecidas com o uso Espanhol (trocando "de" por "por"):

    - Não quis namorar o João de puro preconceito. Ele é excelente pessoa.

    - De tão rico, não sabe mais o que fazer com o dinheiro.
     
    Last edited:

    englishmania

    Senior Member
    Português Europeu
    Penso que em Portugal, não dizemos isso ("De otário").

    Lembrei-me de outra que se usa em Portugal.
    -Perdi o comboio.
    - Que totó!
     

    Ari RT

    Senior Member
    Português - Brasil
    Bem observado. Faltou dizer em #3 que o uso referido ocorre no Brasil. Obrigado por apontá-lo. Vou tentar editar. Se conseguir, apago este aqui.
     

    pfaa09

    Senior Member
    Portugal - Portuguese
    - Isto acontece-te por (seres) parvo! (??)
    O infinitivo, neste caso, deve ser flexionado.
    Se quiser omitir o verbo ser, pode, e deve, usar um substantivo como: Por parvoíce; por distracção...
     

    gato radioso

    Senior Member
    spanish-spain
    Eu diria que:
    De tolo!
    É para mim a expressão mais próxima ao ¡Por tonto! castelhano, porque na interjeição espanhola a ideia não é só dizer que alguém é "tonto" (então diríamos simplesmente: "¡Qué tonto!" ou "¡So tonto!" mas exprimir a ideia de causalidade: por seres tão tolo é que agora perdeste o comboio (o qual é consequência do teu desleixo).

    Já agora, acham os nativos se isto soa natural em portugués:
    "De tolo que és!!!?
     
    < Previous | Next >
    Top