A expressão "hein"

Pedrovski

Senior Member
English, Portuguese
Alguém sabe como é que esta famosa expressão entrou no léxico Brasileiro?

É certamente peculiar pela sua incoêrencia ortográfica em relação à língua portuguesa. Tenho reparado em alguns esforços pela parte de Brasileiros em mudar a palavra para "heim", mas penso que o "hein" continua a ser a variante mais usada.
 
  • Joca

    Senior Member
    Brazilian Portuguese
    Alguém sabe como é que esta famosa expressão entrou no léxico Brasileiro?

    É certamente peculiar pela sua incoêrencia ortográfica em relação à língua portuguesa. Tenho reparado em alguns esforços pela parte de Brasileiros em mudar a palavra para "heim", mas penso que o "hein" continua a ser a variante mais usada.
    Olá Pedrovski,

    Também já vi a forma "hem". A origem? Penso que vem mesmo do latim, talvez por meio do francês. É uma onomatopéia (é assim que se diz?).

    Abç

    JC
     

    edupa

    Senior Member
    Brazil Portuguese
    Alguém sabe como é que esta famosa expressão entrou no léxico Brasileiro?

    É certamente peculiar pela sua incoêrencia ortográfica em relação à língua portuguesa. Tenho reparado em alguns esforços pela parte de Brasileiros em mudar a palavra para "heim", mas penso que o "hein" continua a ser a variante mais usada.

    Desculpe minha ignorância, mas aí em Portugual vocês não usam essa expressão?

    Abraços!
     

    Outsider

    Senior Member
    Portuguese (Portugal)
    É uma interjeição, e parece-me semelhante a "Ei!" Talvez estejam relacionadas...
     

    Odinh

    Senior Member
    Portuguese, Brasil
    Alguém sabe como é que esta famosa expressão entrou no léxico Brasileiro?
    Essa palavra é antiga no português, encontra muitos registros em textos clássicos, escrita sempre como 'hem' (hoje no Brasil, entretanto, prefere-se reproduzir na escrita a sua pronúncia). Achava que em Portugal também fosse usada...
     

    Joca

    Senior Member
    Brazilian Portuguese
    É uma interjeição, e parece-me semelhante a "Ei!" Talvez estejam relacionadas...
    Pode ser, mas cá no Brasil há uma diferença nítida entre hein e ei.

    Hein é para perguntar o que alguém disse, para dizer que você não ouviu ou não compreendeu. Ei é uma espécie de chamamento.

    Estou certo?

    JC
     

    Outsider

    Senior Member
    Portuguese (Portugal)
    Essa palavra é antiga no português, encontra muitos registros em textos clássicos, escrita sempre como 'hem' (hoje no Brasil, entretanto, prefere-se reproduzir na escrita a sua pronúncia). Achava que em Portugal também fosse usada...
    Sim, mas é possível que não seja tão frequente como no Brasil. Acho que nós tendemos a preferir o "hã" ao "hem" (aqui ainda se escreve de preferência assim).

    No Francês se usa com a mesma conotação, e escrito como "hein" mesmo.
    Não sei, o "hein" francês pronuncia-se mais como o nosso "hã".

    Pode ser, mas cá no Brasil há uma diferença nítida entre hein e ei.

    Hein é para perguntar o que alguém disse, para dizer que você não ouviu ou não compreendeu. Ei é uma espécie de chamamento.

    Estou certo?
    Claro, o uso é diferente. Sugeri apenas que as duas interjeições poderiam ter a mesma origem histórica. O que me fez pensar isto foi que a interjeição inglesa "hey" uma vezes é usada como o nosso "ei", e outras como "hem".
     

    Macunaíma

    Senior Member
    português, Brasil
    Hein funciona também como uma espécie de tag question.

    "Nossa, mas aquela sua sogra é uma bruxa, hein?! Eu não sei como você agüenta!"

    Acho que pode-se escrevem hem aqui também, o perigo seria não ser imediatamente identificado como hein. Quanto a não ser coerente com a ortografia da língua portuguesa, bem... as coisas são como são.
     

    edupa

    Senior Member
    Brazil Portuguese
    Pode ser, mas cá no Brasil há uma diferença nítida entre hein e ei.

    Hein é para perguntar o que alguém disse, para dizer que você não ouviu ou não compreendeu. Ei é uma espécie de chamamento.

    Estou certo?

    JC

    Além destes usos, 'hein' é também usado ao final de frases. Me parece que há três funções básicas pra esse tipo de 'hein':

    1. Pra sinalizar ameaça, apelo, às vezes conselho -- algo, enfim, que indique ao interlocutor como agir.

    > Não vai se atrasar, hein? (apelo)
    > Se comporte, se não vou contar tudo pra sua mãe, hein? (ameaça)
    > Se cuida, hein? (conselho, apelo)

    2. Pra expressar concordância, com tons de compaixão, afinidade, aprovação, surpresa -- enfim, algo que indique ao interlocutor como você se sente, sua opinião.

    > Nossa, seu carro é demais, hein? (concordância + aprovação)
    > Tá bom o jogo, hein? (concordância + aprovação)
    > Que chuva, hein? (concordância + compaixão)
    > É duro, hein? (compaixão)
    > Que mulherão, hein? (afinidade + concordância)
    > Quem diria, hein? (surpresa + concordância)
    > E a seleção, hein? (compaixão + surpresa + concordância)

    (Esta última usei muito no ano passado...)

    Nestes dois primeiros casos, há intenção de se interagir. Muitas vezes, hein é usado isoladamente, um apelo para que o interlocutor replique:

    A: Você não sabe falar com os oturos, não, hein? Hein?
    B: Hein o quê?

    3. Aqui, hein é uma interjeição, não necessariamente expressa intenção de interagir.

    > Eu, hein!
    > Você é burro, hein!



    Pelo que li até agora, esses usos não são comuns em Portugal. (?)

    Abraços



    EDIT: Não tinha visto o post seu, Macunaíma. Você tem razão, é mesmo um tipo de tag question!
     

    edupa

    Senior Member
    Brazil Portuguese
    ...


    Muito bem colocado, mas como se diz tag question em português? Ou não seria mais correto dizer question tag?

    tag question é mais usado na tradição americana, enquanto question tag é mais usado na britância.

    Abraços




    EDIT: Quanto à tradução para tag question, acabei de inventar:

    "interrogativa contraída final"

    OU

    "interjeição interrogativa contraída final"

    =:0>

    (rsrsrsrsrsrsrs)
     

    MOC

    Senior Member
    Portuguese
    O "hein" do Brasil é o nosso "hã" (ou algo semelhante). "Ei" é diferente, ou pelo menos não encaro ambos da mesma forma.
     

    miguelpragier

    New Member
    português - Brasil
    Alguém sabe como é que esta famosa expressão entrou no léxico Brasileiro?

    É certamente peculiar pela sua incoêrencia ortográfica em relação à língua portuguesa. Tenho reparado em alguns esforços pela parte de Brasileiros em mudar a palavra para "heim", mas penso que o "hein" continua a ser a variante mais usada.
    Tenho a impressão- portanto apenas palpite- de que "hein" vem da expressão inglesa "ain't"
     

    Archimec

    Senior Member
    Portugal, portuguese
    Não me parece.
    ain't é uma contração de am not, are not, is not, have not, e has not, uma expressão muito comum, mas não considerada inglês standard ou "cultivado".
     
    Last edited:

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Então, o "hein" é portugués brasileiro e o "hem" é portugués europeio, hem?
    Talvez não seja de generalizar, há muita gente em Portugal que escreve 'hein'. Não costumo fiscalizar-me nesses detalhes, mas tenho a impressão de que, frequentemente, sou um deles.
     

    Antonio d'Oliveira

    New Member
    Português
    Talvez não seja de generalizar, há muita gente em Portugal que escreve 'hein'. Não costumo fiscalizar-me nesses detalhes, mas tenho a impressão de que, frequentemente, sou um deles.
    As pronúncias são diferentes? Não me recordo de vê-las em texto.
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    As pronúncias são diferentes? Não me recordo de vê-las em texto.
    O Priberam regista as três variantes, 'hem', 'heim', 'hein', e suponho que não o fariam se não houvesse quem as grafasse assim. Em 'heim' e 'hein' a pronúncia parece-me ligeiramente diferente de 'hem', semelhante à diferença que há entre 'mãe' e 'em'.
     

    guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    O que achei no A.O de 45 sobre o agá é isto:


    O h inicial emprega-se: 1.°) por força da etimologia; haver, hélice, hera, hoje, hora, humano; 2.°) em virtude de tradição gráfica muito longa, com origem no próprio latim e com paralelo em línguas românicas: húmido, humor; 3.°) em virtude de adopção convencional: há?, hem?, hum! Admite-se, contudo, a sua supressão, apesar da etimologia, quando ela está inteiramente consagrada pelo uso: erva, em vez de herva; e, portanto, ervaçal, ervanário, ervoso (em contraste com herbáceo, herbanário, herboso, formas de origem erudita).
    Se um h inicial passa a interior, por via de composição, e o elemento em que figura se aglutina ao precedente, suprime-se: anarmónico, biebdomadário, desarmonia, desumano, exaurir, inábil, lobisomem, reabilitar, reaver, transumar. Igualmente se suprime nas formas do verbo haver que entram, com pronomes intercalados, em conjugações de futuro e de condicional: amá-lo-ei, amá-lo-ia, dir-se-á, dir-se-ia, falar-nos-emos, falar-nos-íamos, juntar-se-lhe-ão, juntar-se-lhe-iam. Mantém-se, no entanto, quando, numa palavra composta, pertence a um elemento que está ligado ao anterior por meio de hífen: anti-higiénico, contra-haste, pré-história, sobre-humano.

    Parece que a tradição é que manda. Não sei se o A.O de 1990 editou o texto, mas como nada mudou, acho que não. Eu particularmente prefiro sempre com agá até para, no caso de “hem”, diferenciá-la de “em” e tal, embora eu nunca escreva “hem”, mas “hein”, por costume. Entretanto, se fôssemos seguir a tendência, teríamos de grafar “tamb(ê|é)in”, “b(ê|é)in”, etc
     

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    Obrigada, G.H. É tradição mesmo. Há interjeições que não levam agá:

    ai
    eta
    ei
    olá
    alô
    oi
    ou
    opa
    uai ❤

    uau

    Outras não levam no começo:

    ah..
    ih...
    oh...
    uh...

    E, nas novas, o agá é pronunciado:

    hi hi hi
    ha ha ha

    É curioso que 'hein' leve mas 'ei' não. Acho provável que seja só tradição. Mas também não há por que não considerar outras possibilidades: alongamento? acentuação mais marcada? valor de interrogação? Será mesmo que não tem nada a mais no agá?
     
    Last edited:
    < Previous | Next >
    Top