A pronúncia europeia de «teimar»

guihenning

Senior Member
Português do Brasil
A pergunta vai para os portugueses: como pronunciam o verbo teimar?
tâimar [tɐjmaɾ] ou nasalizam o ditongo (devido à presença da letra eme): tãimar? [tɐ̃j̃maɾ]
No Brasi, a única pronúncia possível é tẽj̃ma(ʁ)
Obrigado!
 
Last edited:
  • pfaa09

    Senior Member
    Portugal - Portuguese
    Pronunciamos de forma natural, o ditongo é dito exactamente da forma que ele é, tal como se diz a interjeição: Ei! Você aí!.
    No entanto, mais para sul de Portugal, nomeadamente na região alentejana, ignora-se o i, não totalmente, mas quase.
    É algo do género: Têmar; Dêtar (deitar); etc...
    Além disso, também não vejo a relação da presença da letra "eme".
     

    jazyk

    Senior Member
    Brazílie, portugalština
    No Brasi, a única pronúncia possível é tẽj̃ma(ʁ)

    Para mim, não há nenhuma vogal nasal nessa palavra. Tenho de me esforçar muito para proferi-la com vogais nasais e não me lembro de ter ouvido essa pronúncia.
     

    guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    Em São Paulo, a forma com ditongo nasal é predominante, e eu pronuncio 'teimar' tal qual pronuncio 'tem mar' e tenho a impressão de que é essa a pronúncia majoritária. No pt-BR um m/n sempre ou nasalizam, ou pelo menos afetam a pronúncia de vogais que os antecedem. Se não há ditongo, creio que minimamente se pronuncie [tẽma(ʁ)]
     
    Last edited:

    jazyk

    Senior Member
    Brazílie, portugalština
    Para mim tem mar e teimar têm pronúncias bem diferentes.

    O Portal da Língua Portuguesa concorda comigo (São Paulo - padrão): teimar (verbo) - A pronúncia que dão para São Paulo não-padrão eu nunca ouvi. Nenhuma das pronúncias para São Paulo, portanto, corresponde às suas transcrições.

    No pt-BR um m/n sempre ou nasalizam, ou pelo menos afetam a pronúncia de vogais que os antecedem.
    O ai em Jaime para mim é oral, mas o mesmo ai em andaime é nasal. Vá entender.
     

    guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    As pronúncias do Portal da Língua Portuguesa estão erradas para todos os casos que não os de Portugal. Veja que para a pronúncia padrão do Rio eles indicam um tap, como aquele português. Esse erre não existe no Rio senão entre vogais, certo?
    Perguntei agora aqui em casa e ouvi claramente 'teimar' em que se não há ditongo nasal, o 'e', pelo menos, é. Vou perguntar a outras pessoas, mas ainda acho que tẽmaʁ seja predominante, a menos que os meus ouvidos estejam me enganando devido à minha própria pronúncia.

    O ai em Jaime para mim é oral, mas o mesmo ai em andaime é nasal. Vá entender.
    Sim, tem razão. Mas também é verdade que em andaime há o ene de an- que provavelmente afeta na nasalidade (como muito) e Jaime não tem esse ene.
     

    metaphrastes

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    A pergunta vai para os portugueses: como pronunciam o verbo teimar?
    Sou nascido no Brasil, mas como vivo em Portugal há uns bons anos vou arriscar algumas considerações.

    Primeiro, há muita variação fonética entre as várias regiões de Portugal, e o ditongo "ei" não é excepção de modo algum.

    Para o ouvinte do Brasil, dada a distinção aguda entre alguns elementos comuns à pronúncia europeia e a brasileira, as distinções regionais em Portugal podem parecer inexistentes ou pouco notáveis - mas é um pouco como a ideia de que "todos os japoneses são iguais porque todos têm o olho puxado".

    Dito isto, como o pfaa já disse, no Alentejo há a tendência de omitir o "i" do ditongo "ei", donde a adivinha: "Onde 'stá o 'i' do "lête"? 'Stá no caféi!" (sim, na pronúncia popular, dizem caféi...).

    Além disso, no português lisboeta, há a tendência de abrir bastante o "e" no ditongo "ei", com um som híbrido entre 'e' e 'a' - talvez seja o som expresso pela ligatura æ. Assim em queijo, beijo, que soam para um brasileiro quase como caijo, baijo, &c, embora para os lisboetas seja bem marcada a diferença entre um 'a' aberto e este som híbrido de 'e' muito aberto.

    Minha impressão é que um lisboeta não iria anasalar o ditongo de forma especial, devido ao 'm' - mas não tenho nenhum à mão para fazer o experimento, agora :)
     

    xiskxisk

    Senior Member
    European Portuguese
    Pronuncia-se tɐj.ˈmaɾ.

    Em Portugal, na pronúncia padrão, apenas se nasaliza vogais seguidas de consoante M ou N em final de sílaba.

    A única exceção é muito, cuja nasalidade do U não está assinalada na escrita.

    Pronunciamos de forma natural, o ditongo é dito exactamente da forma que ele é, tal como se diz a interjeição: Ei! Você aí!.
    No entanto, mais para sul de Portugal, nomeadamente na região alentejana, ignora-se o i, não totalmente, mas quase.
    É algo do género: Têmar; Dêtar (deitar); etc...
    Além disso, também não vejo a relação da presença da letra "eme".
    Todos os nativos acham que pronunciam de forma "natural". O ditongo EI em Portugal é normalmente pronunciado como ÂI.
     

    jay jaw

    New Member
    português
    No Brasi, a única pronúncia possível é tẽj̃ma(ʁ)

    Para mim, não há nenhuma vogal nasal nessa palavra. Tenho de me esforçar muito para proferi-la com vogais nasais e não me lembro de ter ouvido essa pronúncia.
    eu também, têimah sem nasalização.
     
    < Previous | Next >
    Top