a transa (da literatura está ligada à transa da verdade)

gvergara

Senior Member
Castellano (variedad chilensis)
Olá,

Gostaria de saber como traduziriam transa (de) nesses casos. Procurei a palavra em vários dicionários; em particular, o dicionário Infopédia oferece vários significados, mas acho difícil relacionar algum deles com o sentido da palavra no trecho. Podia talvez ser o sentido 02? Se sim, acho que em castelhano empregaríamos un "recheio" como "el tema/asunto de" (la literatura/la verdad) En el fondo hallo que el tema de la literatura está asociado al tema de la verdad, ou que simplesmente não traduziríamos: En el fondo hallo que la literatura está... Não tem maior contexto, já que são as primeiras linhas do livro "Feliz ano velho" de Marcelo Ruben Paiva, mas se trata duma carta escrita para o Marcelo.

O teu livro está um barato, especialmente porque dá pra sentir um gozo aberto tipo poker descoberto. No fundo eu acho que a transa da literatura está ligada à transa da verdade (assim como a revolução, o amor e um montão de coisas). E é aí que está todo o pique do que você escreveu. A tua história está transada de um jeito putamente terno, bem-humorado, erótico e sedutor, o que, aliás, é a sua maneira de ser.

Desde já obrigado,

G.
 
  • patriota

    Senior Member
    pt-BR
    Atualmente, usa-se transa/transar quase que exclusivamente em referência à prática do coito. Nos anos 80, quando esse livro foi escrito, a gíria tinha vários outros sentidos. Até uma roupa podia ser transada (moderna e estilosa).

    "O tema da literatura está conectado ao tema da verdade. [...] A história está elaborada/envolvida de uma maneira..."

    Aliás, recomendo utilizar dicionários brasileiros, como o Aulete, ao ler livros tupiniquins. Guarde os lusitanos, como o Dicionário Infopédia, para quando ler livros portugueses.
     
    Last edited:

    Ari RT

    Senior Member
    Português - Brasil
    ... las cosas de la literatura están asociadas a las cosas de la verdad...
    ... eso de literatura tiene algo que ver con el tema de la verdad / con lo de la verdad...
    Observe que não é um texto escrito para ser claro. É um elogio pensado para ser leve e genérico, amplo, sem dizer algo de concreto. Por isso (ou talvez por falta de recursos linguísticos do autor, hipótese improvável, mas que não podemos descartar sem conhecer mais do texto), expressões vagas, como
    - "tipo" poker;
    - eu acho;
    - transa (repetida 3 vezes em menos de duas linhas);
    - montão de coisas.
    Sem contar a "revolução" e o "amor" como paradigmas da verdade.
    Não procure a literalidade. O texto quer ser bonito e vago, mais poesia que reportagem.
     

    gvergara

    Senior Member
    Castellano (variedad chilensis)
    Aliás, recomendo utilizar dicionários brasileiros, como o Aulete, ao ler livros tupiniquins
    Sim, sempre faço isso, de fato, o Aulete é o meu dicionário preferido, mas quando não dá muitas alternativas adequadas, como nesse caso, apelo a outras fontes, e o da Infopédia foi o único que me forneceu mais acepções para avaliar.

    Observe que não é um texto escrito para ser claro.
    Sim, muito obrigado pela sua percepção.
     
    Top