atender (o telefone)

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by doreimi, Nov 19, 2013.

  1. doreimi

    doreimi Senior Member

    chinese
    Boa noite, pessoal!
    Tenho aqui uma dúvida sobre o uso do verbo "atender".
    Consultei o verbo no dicionário e sei que o verbo é vt. quando significa "escutar ou responder", por exemplo, atender o telefone.
    No entanto, o que eu não entendo é, na frase como " Eu ligo, mas ele não atende", e "Telefonei e a telefonista me atendeu", o verbo atenter é vt. ou vi?
    Se eu quero dizer "Why you didn't answer my phone", qual frase está correta ? se estão corretas todas, qual é mais usada?
    1, Porque não me atendeu o telefone?
    2, Porque não me atendeu?
    3, Porque não atendeu o meu telefone?

    Aguardo as suas ajudas, muito obrigada!!
     
    Last edited: Nov 20, 2013
  2. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Neste caso ele é intransitivo. Veja:
    [int. : O telefone toca, mas ninguém atende.]

    Read more: http://aulete.uol.com.br/atender#ixzz2l5fbj33y

    1. Por que não me atendeu ao telefone? :tick:
    2, Por que não me atendeu? :tick:
    3, Por que não atendeu o meu telefonema?
     
  3. doreimi

    doreimi Senior Member

    chinese
    Muito obrigada, Vanda, e então, mais uma perguntinha, no caso 1 e 2, o pronome pessoal "me" é direto ou indireto?
    Se fosse "Why didn’t you answer his phone", seria "Porque não lhe atendeu (ao telefone)"?
     
  4. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    In that case would be: Por que você não o atendeu ao telefone?
    o- obj direto
    ao telefone = objeto indireto
     
  5. doreimi

    doreimi Senior Member

    chinese
  6. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Sim, é português de Portugal (essa é gente do futebol). Nós falamos 'ao telefone', mas 'atendemos o telefone', da mesma forma que 'atendemos telefonemas'. Para nós soa um pouco estranho dizer 'atender alguém ao telefone'. Não estou bem certo, mas creio que 'atender' tem para nós um sentido ligeiramente diferente do do português do Brasil ou, pelo menos, um uso um pouco diferente. Vendo as acepções que o Aulete dá para o verbo 'atender', creio que subscreveria todas, mas já não os exemplos: uns aplicam-se, outros não.
     
  7. Vanda

    Vanda Moderesa de Beagá

    Belo Horizonte, BRASIL
    Português/ Brasil
    Agora estou toda enrolada. Vou ter que consultar meus alfarrábios, pois também perdi a certeza se ambos os usos são aceitos ou pelo menos usados. Acho que digo: vou atender o telefone, mesmo! Mas me dá um tempo pra dar uma espiadinha nas gramáticas também.
     
  8. rustice New Member

    Português
    No Brasil dizemos que atendemos o telefone. No entanto, podemos dizer que falamos ao telefone ou falamos pelo telefone.

    A forma escrita no título da notícia me parece um uso coloquial, mas é perfeitamente compreensível. Não deveria ser utilizada formalmente no português escrito, exceto se estiver descrevendo uma citação entre aspas para preservar a forma como foi expressa.
     
  9. doreimi

    doreimi Senior Member

    chinese
    Agradeço muito, gente! Agora, se a Ana está zangada com o namorado Paulo e não atende o telefonema dele, como se diz a frase?

    1, pt-br: A Ana não atende o Paulo ao telefone./ A Ana não atende o telefonema do Paulo.
    2, pt-pt: A Ana não atende o telefone ao Paulo./ A Ana não atende o telefonema do Paulo.

    É isso? E se substituir o Paulo com pronome pessoal "ele", o que vai ser?
    1, pt-br: A Ana não o atende ao telefone./ A Ana não atende o telefonema dele.
    2, pt-pt: A Ana não lhe atende o telefone.

    Seria isso mesmo?

    Muito obrigada!
     
  10. rustice New Member

    Português
    Concordo com o segundo uso das duas frases em pt-br: telefonema do Paulo, telefonema dele. As duas outras formas são compreensíveis e acredito não estarem incorretas, mas é mais comum as frases que eu destaquei.
     
    Last edited: Nov 23, 2013
  11. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
     
  12. Marcio_Osorio Senior Member

    Recife-PE, Brazil
    Braz. Port.
    Os gramáticos brasileiros Celso Pedro Luft e Domingos Paschoal Cegalla ainda hoje discordam entre si sobre a regência deste verbo. Já o gramático também brasileiro Napoleão Mendes de Almeida (falecido) dizia que tanto faz(ia) uma regência como a outra. "A visão de Luft", segundo este sítio, "além de lógica, atende à proposta de um concurso público: selecionar". Mas atenderão os concursos públicos a todos os anseios da população desempregada, população essa pouca atenta a regras gramaticais? Se a população já tão sofrida vier a adoecer (em massa), os médicos atenderão a ela ou simplesmente a atenderão? E os vendedores? Atenderão bem os ou aos telefonemas dos clientes? Aqui para mim, e não para o povo da rua, ao soa mais elegante. No meu achismo não deveriam existir "dois pesos e duas medidas".
     
  13. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    'Atender' tem mais do que uma regência, consoante o sentido. Que, de momento, me ocorram, são estas as regências portuguesas e os respectivos significados:

    1. Atendemos o telefone, no sentido de que recebemos a chamada, de que lhe respondemos no momento em que é feita
    2. atendemos um cliente, no sentido de que o recebemos e satisfazemos (ou não) aquilo de que ele necessita ou procura (o médico atende um doente, a vendedora atende o cliente)
    3. atendemos um pedido, no sentido de que lhe damos satisfação
    mas atenção que 'atendendo ao pedido' para nós significa normalmente que o pedido foi causal ou relevante para a decisão tomada. Assim, se disser 'o governador atendeu o pedido' significa que ele disse que sim ao que lhe foi solicitado. Já se eu tiver feito um pedido ao governador e ele disser que 'atendendo ao parecer favorável de F... defiro o seu pedido' , aí 'atender' significa que o parecer teve um papel importante na motivação da decisão, que foi tido em atenção, mas não significa 'satisfazer' como em 'o seu pedido foi atendido'. Aliás, se o parecer fosse desfavorável, 'atendendo' a ele, o pedido até poderia ser negado, ou seja, o contrário de satisfeito​
    3. atendemos ao que nos foi dito ou aconselhado se agirmos em conformidade com a ordem, instrução ou conselho, se os acatarmos.
    4. E ainda há a regência com 'por'. Se, por hipótese, for posta uma alcunha a alguém e esse alguém ignorar quem o chamar por ela, dizemos que 'não atende por tal nome'
     
    Last edited: Jul 8, 2017
  14. Marcio_Osorio Senior Member

    Recife-PE, Brazil
    Braz. Port.
    Isso, Carfer. A maioria quase esmagadora dos gramáticos brasileiros subscreve as formas atender o telefone(ma), atender o cliente, mas o sr. Paulo Flávio Ledur, autor do livro Os Pecados da Língua, não subscreve a primeira delas. No exemplo dele, nós devemos atender a todos os compromissos e provavelmente a todos os telefonemas.
     

Share This Page

Loading...