auxiliar administrativo

Discussion in 'Português-Español' started by CarlitosMS, Jan 15, 2017.

  1. CarlitosMS Senior Member

    Murcia
    Spanish - Spain
    Olá a todos

    Gostava de saber se existe um equivalente em português ao termo "auxiliar administrativo".

    Eis o contexto:
    Fernando estudia oposiciones para auxiliar administrativo del Ayuntamiento de Sevilla.

    Um abraço
    Carlos M.S.
     
  2. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Teria de conhecer a definição funcional de 'auxiliar administrativo' para poder sugerir o equivalente. À partida, dá-me a impressão de se tratar de 'assistente operacional'. Em todo o caso, só há três carreiras gerais na administração pública portuguesa: 'técnico superior', 'assistente técnico' e 'assistente operacional', por ordem decrescente de qualificação.
    'Oposición' por cá diz-se 'concurso' e 'Ayuntamiento' tanto pode ser o 'Município' como a 'Câmara Municipal', sendo esta o órgão de governo e o primeiro a entidade, a autarquia. Os trabalhadores são trabalhadores da autarquia, não propriamente da Câmara, pelo que o equivalente técnico será 'Município', se bem que 'Câmara Municipal' seja usada indiferentemente na linguagem comum cobrindo as duas acepções.
     
  3. gato radioso Senior Member

    spanish-spain
    "Auxiliar administrativo" é denominação que é usada por toda parte no que diz respeito de trabalhos burocráticos, mas já é uma realidade um bocado obsoleta. Antigamente, antes da irrupção generalizada dos computadores em escritórios e repartições é que havia muita diferença entre "administrativos" (pessoas cuja tarefa era tramitar adequadamente os procedimientos até que estes foram finalmente resolvidos pela pessoa competente para isso) e os "auxiliares administrativos" (pessoas cuja tarefa era mecanografiar, atender o telefone e clientes em questões simples, redactar textos, fazer contas, levar os arquivos...) isto é, um "auxiliar administrativo" era bastante equivalente á figura tradicional da "secretárias".

    Quando a informática finalmente impôs-se, e às máquinas de escrever e calculadoras manuais foram definitivamente desterradas (circa 1980...) a melhora tecnológica fez um bocado redundante a distinção entre "auxiliar administrativo/administrativo", porque era mais económico -e possível- que uma mesma pessoa fizesse todas essas tarefas. De facto, em algumas administrações públicas já foi decidida a desaparição da categoría dos auxiliares.

    No entanto, sigue havendo muita gente calificada assim. Na empressa privada isto reflecte a característica tão geral em Espanha ao "subempleo", isto é: ter as pessoas num emprego cujas qualificações e tarefas teóricas sejam inferiores ao que realmente esse trabalhador desempenha, para assim pagar salários mais baixos e menos á Segurança Social. Na administração pública o motivo pode muito bem ser fazer entrar os trabalhadores num rango baixo para assim estimulá-los a promover no futuro e melhorar sus rendimentos.

    Em resumo, é, mais ou menos, pessoal de escritório para tarefas burocráticas não muito sofisticadas -como eram antigamente as secretárias-.
     
  4. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Com um perfil funcional desses, andará, de facto, mais próximo do actual 'assistente operacional'. No entanto, 'auxiliar administrativo', mesmo não correspondendo a nenhuma carreira actual, também seria facilmente compreendido. Em geral e face à dificuldade de encontrar equivalentes exactos entre sistemas diferentes, prefiro manter a denominação original e não traduzir. Se, ainda assim, for importante encontrar um equivalente o mais aproximado possível, há uma tabela apensa à Lei 12-A/2008 que contém as carreiras actuais, e outra, apensa ao Decreto-Lei 412-A/98, que descreve as anteriormente vigentes, em muito maior número e que talvez permita, por isso, fazer uma ideia mais correcta do que poderia ser o equivalente, sobretudo se 'auxiliar administrativo' também já não for de grande actualidade em Espanha (ambos os diplomas podem ser encontrados no "Diário da República" electrónico, livremente acessível em https://dre.pt)
     
  5. pfaa09

    pfaa09 Senior Member

    Portugal - Portuguese
    Eu diria antes que se modernizou e não ficou obsoleto.
    A fábrica de fitas VHS passou a fabricar o disco DVD, não ficou obsoleta, modernizou-se.
    Ainda é preciso dar auxilio administrativo, fazer trabalho de escriturário, mas de forma mais actual.
    Essa área com certeza que teve uma diminuição de trabalhadores, deixou de ser tudo manual para ser digital, computorizado.
     
  6. gato radioso Senior Member

    spanish-spain
    Sim.
    Acho que não exprimi bem a ideia.
    O que quis dizer é que num contexto tecnológico anterior, fazia mais sentido a distinção entre "administrativo" e "auxiliar administrativo" visto o demorado e farragoso que era a simples tarefa de redactar e editar textos e que era preciso ter pessoas só para essa tarefa em exclusiva o quase em exclusiva.
    É semelhante ao que acontecia há 40/50 anos nos bancos, onde havia muitos empregados para fazer coisas simples, tarefas que hoje estão mecanizadas totalmente.
    Aliás, na actualidade, muitas das pessoas que fazem estes trabalhos -ao fazer-se hoje mais rápido e mais fácil do que em 1960/1970- têm absorbido também parte das tarefas administrativas ou de gestão (pelo menos as que não sejam muito complicadas), antigamente reservadas aos administrativos.
    No resumo: nas tarefas administrativas, a pirámide jerárquica tem-se achatado, embora isto não tenha sido reconhecido explícitamente em muitos casos.
     
    Last edited: Jan 16, 2017
  7. CarlitosMS Senior Member

    Murcia
    Spanish - Spain
    Um possível equivalente para "auxiliar administrativo" em português pode ser "empregado de escritório".
     
  8. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Pois pode, mas atenção que a sua pergunta inicial era sobre trabalhadores da administração pública. 'Empregado de escritório' é uma designação estritamente do sector privado, que, aliás, já passou de moda há muito tempo.
     

Share This Page

Loading...