descrição de alguém de/a alguma coisa

Löwenfrau

Senior Member
Brazilian Portuguese
Boa noite,

Estou em dúvida se as duas formações estão corretas:

"Não poderia ser mais acurada a descrição feita pelo crítico literário da linguagem poética do romancista"
"Não poderia ser mais acurada a descrição do crítico literário à linguagem poética do romancista"

A primeira penso estar sem dúvida correta, já a segunda, que não sei se está correta, soa melhor aos meus ouvidos...
Que me dizem?

Obrigada!
 
  • machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    Ei, Frau. Em vez de comentar as duas, posso só sugerir uma terceira opção? É que estou meio cansada.

    Não poderia ser mais acurada a descrição que o crítico literário fez da linguagem poética do romancista​
     

    Löwenfrau

    Senior Member
    Brazilian Portuguese
    Ei, Frau. Em vez de comentar as duas, posso só sugerir uma terceira opção? É que estou meio cansada.

    Não poderia ser mais acurada a descrição que o crítico literário fez da linguagem poética do romancista​
    Gostei assim, obrigada pela sugestão.
    Mas continuo curiosa sobre as anteriores (risos). Vou esperar mais alguém responder.
     

    psique01

    New Member
    português
    A primeira frase está ok. Quanto à segunda, na primeira vez que li não me incomodou, mas quando li para a analisar, tive outro entendimento.
    Eu tenho a impressão que a proposição A não cabe nesse sentido. Eu entendo de outro modo: o crítico fez a descrição da linguagem a alguém (no sentido de para alguém) e não a descrição de algo à linguagem (para a linguagem). Acho que se invertemos, fica mais fácil de entender:

    "A descrição do crítico literário à linguagem poética do romancista não poderia ser mais acurada". Acho que fica estranho.
    "A descrição do crítico literário da linguagem poética do romancista não poderia ser mais acurada" .Acho que ok!

    Portanto, eu diria
    "Não poderia ser mais acurada a descrição do crítico literário DA linguagem poética do romancista", embora não soe bem aos ouvidos.

    Massss tb prefiro a sugestão da colega
     

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    Eu tenho a impressão que a proposição A não cabe nesse sentido.
    Penso que a segunda frase não é possível, pois não se faz uma "descrição a alguma coisa", mas sim "de" ou "sobre".
    Concordo plenamente. Não dá, Frau.

    A primeira frase está ok.
    Mas ela é ambígua! Assim, não é a ambiguidade mais séria do mundo. Mas é ambígua: a descrição é da linguagem ou do romancista? (No contexto, suponho que fique óbvio ser da linguagem.) Outra saída, Frau, seria inverter a primeira jogando o 'pelo crítico' para o fim.
    Não poderia ser mais acurada a descrição feita pelo crítico literário da linguagem poética do romancista​
    Não poderia ser mais acurada a descrição da linguagem poética do romancista feita pelo crítico literário

    Ou então pôr vígulas:

    Não poderia ser mais acurada a descrição, feita pelo crítico literário, da linguagem poética do romancista​
     

    englishmania

    Senior Member
    Português Europeu
    ...a descrição da linguagem poética do romancista feita pelo crítico literário.
    ...a descrição do crítico literário sobre a linguagem poética do romancista.
     
    < Previous | Next >
    Top