direct versus cross examination

marta12

Senior Member
português
Olá a todos

Olá Carfer

os espanhois têm diferentes expressões para a repetição de interrogatórios. Em Portugal também teremos diferentes expressões?

Uma mesma testemunha é interrogada e contra interrogada pela acusação e pela defesa, assim:

1º passo - a cusação faz o interrogatório (direct examination)
2º passo - a defesa faz contra-interrogatório (cross examination)
3º passo - a acusação em seguimento do contra interrogatório faz um segundo interrogatório (redirect examination)
4º passo - a defesa no seguimento do segundo interrogatório faz um segundo contra interrogatório (recross examination)

para nós os segundos interrogatórios e contra interrogatórios são sempre contra interrogatórios, ou temos diferentes expressões para eles?

desde já os meus agradecimentos
 
  • Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Bem... não, no fim de contas não posso dizer que tenhamos, pelo menos não com uma marca tão distintiva como acontece em inglês e, pelo que diz e eu não sabia, em espanhol. O Código de Processo Penal (art.º 348º) usa a expressão 'novo contra-interrogatório'. Assim, se ler esse artigo, verá que o interrogatório pelo advogado da parte que apresenta a testemunha é o 'interrogatório directo', pelo da contra-parte o 'contra-interrogatório', 'reinquirição' quando volta a ser interrogada pelo primeiro, 'novo contra-interrogatório' pelo segundo. Note, no entanto, que 'reinquirição' ou 'novo contra-interrogatório' não são, propriamente, designações formais dos interrogatórios repetidos. Qualquer termo que dê a ideia do que se trata é válida. Se eu disser, por exemplo, 'a nova instância do advogado de defesa/novamente instado pelo Digno Magistrado do Ministério Público ' ou algo na mesma linha estou a dizer o mesmo e não estou a cometer nenhuma irregularidade, ou seja, não estou obrigado a usar a terminologia daquele artigo.
     

    GamblingCamel

    Senior Member
    USA English
    Se eu disser, por exemplo, 'a nova instância do advogado de defesa/novamente instado pelo Digno Magistrado do Ministério Público ' ou algo na mesma linha estou a dizer o mesmo e não estou a cometer nenhuma irregularidade, ou seja, não estou obrigado a usar a terminologia daquele artigo.
    Thanks, Carfer. Useful information. I'll keep it in mind if I'm ever standing trial in Lisboa.
    Marta, try translating "if I'm ever standing trial". That'd be fun.
     

    marta12

    Senior Member
    português
    Obrigadíssimo Carfer!

    Olá Gambling

    Tem graça, se alguma vez enfrentar um julgamento em Lisboa, ou se alguma vez for julgado em Lisboa?:D
    Acredite em mim, não irá achar graça nenhuma, porque irá esperar toda a sua vida pelo veredicto:(

    Sou eu que sou má língua.
    Entendido Gambling
     
    Last edited:

    GamblingCamel

    Senior Member
    USA English
    Tem graça, se alguma vez enfrentar um julgamento em Lisboa, ou se alguma vez for julgado em Lisboa?:D
    Acredite em mim, não irá achar graça nenhuma, porque irá esperar toda a sua vida pelo veredicto:(

    Sou eu que sou má língua.
    Entendido Gambling
    I see both the :D and the :( so I know that you said something important.
    But it's all gone over my head in Portuguese. Especially the word graça.
    I'll look again after the effects of 2 glasses of red wine have worn off.
     

    marta12

    Senior Member
    português
    Olá Gambling

    If you'r ever standing trial in Lisboa that it's fun?
    Trust me on this, all your life you will waiting for a veredict and that it'snt fun at all.
     
    < Previous | Next >
    Top