en el marco de la cruzada

M Morena

Senior Member
Español-Bolivia
Olá!
Por favor poderiam me ajudar com a seguinte frase?

El milagro se produjo luego de que, en el marco de la Cruzada Expiatória del Rosário, unos ....

Obrigada desde já.
 
  • M Morena

    Senior Member
    Español-Bolivia
    Obrigada Carfer. No âmbito pode ser.
    Na leitura da frase ,ao reler, fiquei com a impressão de "auge"da cruzada expiatória do Rosário.
    mas é só uma impressão. Poderia ser Carfer por essa linha? O que lhe parece?
    Assim está escrito o parágrafo: El milagro se produjo luego de que, en el marco de la Cruzada Expiatória del Rosario,unos 500.000 a 600.000 católicos austriacos firmaram su compromiso de rezar diariamente elRosario.
     

    zema

    Senior Member
    Español Argentina
    Mis dos centavos: es probable que el tono de lo que se viene relatando lleve al lector a hacer esa inferencia: que el milagro tuvo lugar luego del pico de adhesión de firmas en el momento de auge de la Cruzada, tras el apogeo de la fe.
    Pero siendo fieles a la letra del párrafo, lo que dice ahí es que el milagro se produjo después de que unos 500.000 a 600.000 católicos austríacos firmaron su compromiso de rezar el rosario diariamente, "dentro do quadro" de esa Cruzada.
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Obrigada Carfer. No âmbito pode ser.
    Na leitura da frase ,ao reler, fiquei com a impressão de "auge"da cruzada expiatória do Rosário.
    mas é só uma impressão. Poderia ser Carfer por essa linha? O que lhe parece?
    Assim está escrito o parágrafo: El milagro se produjo luego de que, en el marco de la Cruzada Expiatória del Rosario,unos 500.000 a 600.000 católicos austriacos firmaram su compromiso de rezar diariamente elRosario.

    Essa já é uma questão de interpretação do significado de 'marco' em espanhol. Pode ser entendido como 'auge'? Não sendo nativo, não posso afirmá-lo, mas duvido muito. Dentro das minhas limitações, a minha interpretação é a do zema.
     

    Cainejo

    Senior Member
    Español-España
    Pode ser entendido como 'auge'? Não sendo nativo, não posso afirmá-lo, mas duvido muito.
    Aqui um nativo de Espanha diz o mesmo, nada de "auge" para mim, apoio os três términos que apontou o Carfer: quadro/contexto/âmbito
     

    M Morena

    Senior Member
    Español-Bolivia
    Prezados colegas,muito obrigada pela ajuda. Ficarei com âmbito.

    O milagre ocorreu depois que, no âmbito da Cruzada Expiatória del Rosario, cerca de 500.000 a 600.000 católicos austríacos assinaram o compromisso de rezar o Rosário diariamente.
    O que acham da tradução?
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Por mim, a tradução está bem, ainda que redigiria a frase de maneira diferente: 'O milagre ocorreu depois de, no âmbito da Cruzada Expiatória del Rosario, cerca de 500.000 a 600.000 católicos austríacos terem assinado o compromisso de rezar o Rosário diariamente.' Não gosto da construção 'depois que assinaram', mas pode ser comum e mais aceitável noutras paragens, não sei.
     

    gato radioso

    Senior Member
    spanish-spain
    Concordo com o que disseram.
    "Marco" é a conjuntura geral, a circunstância, o contexto no qual acontece um facto individual e concreto.
    É uma palavra neutral: não traz noção de se esse entorno foi favorável ou impediu o desenvolvimento de alguma coisa.
     

    M Morena

    Senior Member
    Español-Bolivia
    Mais uma vez obrigada.

    Carfer, adotando a sua sugestão, tem algo que ainda não me deixa tranquila. Seria 'O milagre ocorreu depois que, no âmbito da Cruzada Expiatória
    do Rosário, cerca de 500.000 a 600.000 católicos austríacos terem assinado o compromisso de rezar o Rosário diariamente"? Na sua frase que quero adotar tem algo que ainda não me tranquilizou. O terem assinado talvez? Desculpe o abuso.
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Não entendi bem qual é a sua dúvida, se 'depois de' v. 'depois que', se o infinitivo flexionado 'terem', que é uma particularidade do português que não existe no espanhol. Em português há duas formas de infinitivo: a impessoal, equivalente à que conhece do espanhol, invariável, e a pessoal, flexionada. O infinitivo flexionado (também dito infinitivo pessoal) usa-se quando na frase ocorrem duas acções com sujeitos diferentes e se quer precisar ou enfatizar a quem respeita a acção do verbo no infinitivo. Na frase temos duas acções: 'O milagre ocorreu', 2-'católicos austríacos terem assinado'. O sujeito desta segunda oração é diferente do da primeira e é plural, os católicos, pelo que o infinitivo assume a forma flexionada da terceira pessoa do plural (eles, os católicos, terem). Infinitivo pessoal no segundo verbo, com sujeito diferente, da mesma frase - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa O infinitivo pessoal forma-se pela adição ao infinitivo impessoal de desinências de número e pessoa na segunda pessoa do singular ('es', teres) e nas do plural (1ª- 'mos', termos, 2ª- 'des', terdes, e 3ª- 'em', terem). Na primeira e terceira do singular o infinitivo pessoal é idêntico ao impessoal, se bem que não deixe de ser pessoal - o contexto o dirá - quando se refere a pessoa determinada ('ter eu', 'ter ele/a'). Note que não há grande mal em usar a forma impessoal quando a pessoal é devida mas não se sabe usá-la e as regras de uso não são absolutas (há umas quantas minúcias nas quais não vamos entrar).
    Quanto a 'depois de': é a única forma possível, uma vez que optei por pôr o verbo no infinitivo. 'Depois que' não funciona nesse caso. Funcionaria com 'assinaram', mas ainda assim continuaria a não gostar da construção. Habitualmente, 'depois que' sugere-me uma referência ao período decorrido, ou seja, o mesmo significado de 'desde que', ou então o mesmo que 'quando', 'logo que', e não me parece que seja o que a frase quer dizer. O que está aí em causa é apenas uma relação de posterioridade no tempo do milagre em relação às assinaturas dos compromissos e só. Por isso, acho preferível 'depois de' e a construção com infinitivo. Naturalmente, isto é subjectivo.
    Desculpe se chovi no molhado em relação a algo que já soubesse, mas os negritos levaram-me a crer que estava aí a sua dúvida.
     
    Last edited:

    Ari RT

    Senior Member
    Português - Brasil
    Voltemos ao marco. O que colocamos em torno de uma tela é a 'moldura'. Uma tela emoldurada faz um quadro. A moldura limita a imagem pelos quatro lados e define o que fica visível. É desse conceito, me parece, que o ES tira a palavra 'marco'.
    A Cruzada estabeleceu um âmbito, um contexto, uma ocasião, um modus vivendi, um conjunto de valores e práticas. Por ocasião da Cruzada, Ricardo III reuniu X homens. Não faz sentido pedir ao Papa uma dispensa dessa natureza no contexto de uma Cruzada. Exemplos com 'âmbito' já temos acima.
    O fragmento contém duas 'localizações' temporais. Uma é o marco, como vimos: algo aconteceu em tempo de Cruzada. Outra é o milagre em relação ao que aconteceu no âmbito da cruzada. Luego de que indica tempo imediatamente posterior, mas tempo imediatamente posterior frequentemente se usa para expressar causa e efeito (assim que choveu, a grama brotou com força). Resumindo:
    Durante, ou por causa da, ou segundo costumes da etc Cruzada, algo se fez (X milhões rezaram o terço, talvez). O milagre aconteceu depois disso, é o que diz a letra fria. Pode significar que o milagre aconteceu por causa disso, há que ampliar o contexto para sabê-lo.
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Esta é uma cruzada moderna, @Ari RT, um movimento católico organizado no chamado Exército do Santo Rosário, que diz pretender alcançar a paz pela reza do rosário. Não sei qual é o milagre em concreto, mas há sectores de opinião integrista e ultramontana que atribuem o Tratado de Estado de 1955 que acabou com a ocupação aliada da Áustria às movimentações deste género que ocorreram no país. Por isso, estou convencido de que o milagre referido na frase é aí visto como consequência da tal Cruzada, o que é coerente com a ideia de que tal milagre se verificou no 'marco' (quadro/contexto/âmbito) dessa Cruzada.
     

    gato radioso

    Senior Member
    spanish-spain
    Voltemos ao marco. O que colocamos em torno de uma tela é a 'moldura'. Uma tela emoldurada faz um quadro. A moldura limita a imagem pelos quatro lados e define o que fica visível. É desse conceito, me parece, que o ES tira a palavra 'marco'.
    A Cruzada estabeleceu um âmbito, um contexto, uma ocasião, um modus vivendi, um conjunto de valores e práticas. Por ocasião da Cruzada, Ricardo III reuniu X homens. Não faz sentido pedir ao Papa uma dispensa dessa natureza no contexto de uma Cruzada. Exemplos com 'âmbito' já temos acima.
    O fragmento contém duas 'localizações' temporais. Uma é o marco, como vimos: algo aconteceu em tempo de Cruzada. Outra é o milagre em relação ao que aconteceu no âmbito da cruzada. Luego de que indica tempo imediatamente posterior, mas tempo imediatamente posterior frequentemente se usa para expressar causa e efeito (assim que choveu, a grama brotou com força). Resumindo:
    Durante, ou por causa da, ou segundo costumes da etc Cruzada, algo se fez (X milhões rezaram o terço, talvez). O milagre aconteceu depois disso, é o que diz a letra fria. Pode significar que o milagre aconteceu por causa disso, há que ampliar o contexto para sabê-lo.

    Exactamente: marco no sentido de contexto, vem, como metonímia, de marco como moldura num quadro.

    Também existe outro significado, como set phrase frequente demais, nomeadamente na comunicação social:
    Marco incomparable... (=o entorno, a envolvente dum lugar onde algo acontece é muito belo, requintado ou destacable por algum motivo)
    E.x.: El desfile militar tuvo lugar en el marco incomparable de la Avenida de los Campos Elíseos...
     

    M Morena

    Senior Member
    Español-Bolivia
    Mais uma vez obrigada.

    Carfer, adotando a sua sugestão, tem algo que ainda não me deixa tranquila. Seria 'O milagre ocorreu depois que, no âmbito da Cruzada Expiatória
    do Rosário, cerca de 500.000 a 600.000 católicos austríacos terem assinado o compromisso de rezar o Rosário diariamente"? Na sua frase que quero adotar tem algo que ainda não me tranquilizou. O terem assinado talvez? Desculpe o abuso.

    Muito obrigada a todos. Ajudaram bastante. Cada um deu uma importante colaboração.

    De fato Carfer, tenho o mesmo pensamento.

    "Por isso, estou convencido de que o milagre referido na frase é aí visto como consequência da tal Cruzada, o que é coerente com a ideia de que tal milagre se verificou no 'marco' (quadro/contexto/âmbito) dessa Cruzada".
     
    Top