Essay:some doubts

< Previous | Next >

maria martins

Member
Portuguese-Portugal
I'm a A2 level and I have to make an essay (opinion text) of 150 to 220 words about the importance of oceans for people and the environment, but I think it's becoming really bad. Can u guys just help me with 4 things?

This is my essay:

In the last decades, a bigger concern for the environment has appeared in our society. And if some years ago
people were worried about the ozone layer, right now the concern lies on the oceans. But are they so importante like that?

Well, in my opinion, oceans are a very important resource for our planet. By providing food, such as fish and seafood,
they kept the humanity and thousands of other animal and plant species alive for milions and millions of years (and they
still do!) Besides/Furthermore/Moreover, some plant species that live in the world waters, like the algae, are fundamental
for the production of oxygen, which also let us be alive.

In addition, (the) oceans (also) had a key role in the development of the european civilizacion. It was through them
that the european navigators discovered a lot of new countries, build new cities, and create a worldwide network of
commerce - from india to europe, and (from) europe to america - that has/which contributed to form the present ocidental
civilization.

In conclusion, I think that the oceans are really important for us, since they have been playing a very importante
role in the maintenance of life in our planet and in the development of our civilization.


Question 1: In the second paragraph, what linking word works better there: Besides/Furthermore/Moreover?
Question 2:
Should I use In addition in the beggining of 3rd paragraph if I used Besides/Furthermore/Moreover in the phrase before? If not, how should I start? Or do you have a better way to start that paragraph? And then should I use also? I use it on the phrase before too.
Question 3: In the third line of the third paragraph should I keep from or not? And then, should I use that has or which?

I'm sorry for making so much questions, but if you could help me, it would be great. Thanks :)
 
  • Marcio_Osorio

    Banned
    Portuguese
    Minha sugestão ou pequenas correções/melhora de estilo:
    [...]
    "Moreover, some plant species that live in the world waters, such as the algae, fundamentally enhance the production of oxygen which keeps us alive."

    "In addition, the oceans had a key role in the development of the European civilization. Only through them did the European navigators discover many new countries, build new cities and create a worldwide network of commerce--from India to Europe and therefrom to America--which contributed to form the present Occidental civilization."

    Desculpe-me, mas com este celular (telemóvel) não consigo desfazer o negrito das frases. Meus colegas e amigos foreiros deverão ou dar-lhe sugestão melhor que esta ou oferecer outras complementares para as demais partes do texto.

    Uma dica: Use o mínimo possível o verbo to be, mas empregue verbos mais ativos. Ao invés de dizer/escrever:

    The multiplicity of functionality is really advantageous to the overall marketability of the product.

    After liquidating her indebtedness she was still in possession of sufficient resources to establish a small commercial enterprise.

    diga/escreva:

    The many functions of the product will help its sales.

    After paying her debts, she still had enough money to set up a small business.

    Fonte: Como Redigir em Inglês - English Writing for Brazilians, mas que também serve para os portugueses e demais lusófonos.

    Não consegui tirar o itálico ao menos até este ponto.




     
    Last edited:

    metaphrastes

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Maria Martins,
    minha sugestão seria apresentar o seu ensaio no forum de inglês, onde grande parte dos membros fala e escreve em inglês como língua nativa. Muitos dos membros aqui, no forum de português, tem conhecimento de inglês e podem dar a sua opinião - e eu poderia partilhar as minhas impressões em vários pontos, mas seriam no more than educated guesses. Mas em se tratando dum trabalho com efeitos para a sua qualificação profissional, e provavelmente com prazos a cumprir, penso que o caminho mais rápido e seguro seria no forum de língua inglesa.

    Anyway, deixo aqui algumas sugestões, baseado no meu conhecimento limitado do inglês:
    But are they so importante like that?
    Importante é um erro evidente, não há o que explicar. Mas o like that... tenho a impressão que está a traduzir mentalmente do português: São eles tão importantes assim? A frase não me soa idiomática. Pesquisei no Google frases como is it so important like that, so important like that e não apareceu nenhum resultado - se fosse uma frase idiomática, apareceria já nas sugestões do Google.
    Minha sugestão aqui seria: "Are they actually so important?" Em relação à conjunção, num estilo de escrita formal (como num ensaio) seria mais adequado usar however, seguido de vírgula: "However, are they actually so important?", "are they in fact so important?" No forum inglês, certamente terão sugestões melhores.

    Well, in my opinion, oceans are a very important resource for our planet
    Uma pequena sugestão, não em termos de sintaxe mas de estilo: o facto de que os oceanos são cruciais para a vida na terra são um facto mais que comprovado e evidente. A cadeia alimentar simplesmente ruiria por terra na falta do fitoplâncton ou do zooplâncton. Começar a frase por well já lhe dá um tom moderado, considerado, equilibrado. Dado o contexto, parece-me melhor começar por "Well, in fact, oceans are a very important resource..." if not the most important, one might add.
    Nota: não se esqueça do ponto, a seguir ao parêntesis (they still do!). Pode lhe custar alguns pontinhos, no fim.

    Besides/Furthermore/Moreover
    As duas últimas palavras são sinónimos perfeitos, é mera questão de gosto. Quanto a besides, não estou certo se seria mais correcto escrever-se besides that. Não me soa tão bem quanto as duas últimas. O site que o nosso amigo Márcio Osório indicou acima tem uma página com uma lista de words of connection bastante boa, agrupadas por função: Words of Connection - Palavras Conectivas do Inglês São uma ferramenta bastante útil para apresentar e ligar as ideias.

    are fundamental
    for the production of oxygen, which also let us be alive
    Penso que seria mais idiomático escrever: "... oxygen, which keeps us alive". Also não me soa muito bem, porque afinal de contas, manter-nos vivos a cada segundo não é uma coisa entre outras, é algo mais valioso que todo o resto. Donde sugiro algo como ... oxygen, which most importantly keep us alive". Outros advérbios podem cumprir esta função, isto é o que me ocorre por ora.

    In addition, (the) oceans (also) had a key role in the development of the european civilizacion
    A página citada lista a forma In addition to that que, basicamente, tem a mesma função de moreover, furthermore, &c. No começo dum novo parágrafo (e dum novo argumento) uma locução mais longa marca mais claramente esta transição e parece-me bem.
    Also parece-me redundante, dada a locução de abertura do parágrafo.
    Quanto ao artigo definido (the) é muitas vezes o pesadelo dos latinos, porque os critérios de uso em inglês seguem uma outra lógica. Soa-me melhor com o artigo, mas é de perguntar: será porque estou a pensar em português, ou porque é realmente mais idiomático em inglês?
    European tem de levar maiúscula. Como sabe, todos os adjectivos derivados de nomes próprios, em inglês, levam maiúscula. Por isso, os nomes de língua também tem de levar maiúscula: Portuguese, English, French, &c.
    Civilization
    é com t (embora se pronuncie civilizêishan, é um efeito da palatalização ou suavização do t nestas terminações).

    It was through them
    that the European navigators discovered a lot of new countries
    De novo, Europeans com maiúscula.
    Quanto a new countries, os descobridores não descobriram novos países nem novas terras em particular: na verdade eles descobriram um novo mundo, uma nova realidade, e só com o tempo foram tomando conhecimento mais circunstanciado dos diversos povos com os quais travaram conhecimento. Assim, minha sugestão é: "... the European navigators discovered a wholly new world, unknown sea routs, unknown continents, new lands and new peoples and cultures...". And, by the way, why not "the Portuguese navigators" or "the Iberian navigators". Não há nenhum descobrimento que não se deva aos portugueses, ou cujo caminho não tenha sido aberto por eles.


    build new cities, and create a worldwide network of commerce
    Bem, os verbos haviam de continuar no passado, logo: [they] built new cities, and created a worldwide...

    from india to europe, and (from) europe to america
    O from é importante aqui, não só por uma questão de ênfase, mas também por clareza. Não esqueça das maiúsculas! É um erro básico, que se deve só à falta de atenção (toda a gente sabe) mas que por ser uma questão básica pode lhe custar muito na pontuação final - o que é pena, dado que escreve de maneira clara e correcta, dum modo geral.

    that has/which contributed to form the present ocidental civilization
    Penso que as duas formas estão correctas, embora prefira com which. Mas é questão a confirmar com os falantes (e escritores) nativos. Ocidental leva maiúscula...

    In conclusion, I think that the oceans are really important for us, since they have been playing a very importante
    role in the maintenance of life in our planet and in the development of our civilization
    I think that parece-me dispensável, mais uma vez, porque o ensaio está a expor factos objectivos e não uma opinião subjectiva. Se a questão fosse: o que é mais importante, a camada de ozono ou os oceanos? então o tema seria controverso e aberto a diferentes opiniões, com algum grau de subjectividade. E embora muitos contestem hoje a tese do aquecimento global, penso que ninguém em sã consciência duvida da importância dos oceanos para a vida, como um todo.

    Última sugestão: se precisar de mais palavras (mas não tiver ideias novas, para criar novos parágrafos) pode desenvolver mais os parágrafos já escritos, e a maneira mais fácil é listando mais exemplos ou descrevendo em mais detalhes, por exemplo, a cadeia alimentar marinha (que é, dizem os especialistas, a verdadeira base da cadeia alimentar de toda a vida terrestre). E pode descrever também como muitos animais não-aquáticos se alimentam de animais marinhos e como são importantes para a cadeia alimentar em terra seca (o que qualquer manual de ecologia deve explicar de forma clara e didáctica).

    Por último, have a good work and have good luck, enough to proceed on your endeavors! :)
     

    maria martins

    Member
    Portuguese-Portugal
    Minha sugestão ou pequenas correções/melhora de estilo:
    [...]
    "Moreover, some plant species that live in the world waters, such as the algae, fundamentally enhance the production of oxygen which keeps us alive."

    "In addition, the oceans had a key role in the development of the European civilization. Only through them did the European navigators discover many new countries, build new cities and create a worldwide network of commerce--from India to Europe and therefrom to America--which contributed to form the present Occidental civilization."

    Desculpe-me, mas com este celular (telemóvel) não consigo desfazer o negrito das frases. Meus colegas e amigos foreiros deverão ou dar-lhe sugestão melhor que esta ou oferecer outras complementares para as demais partes do texto.

    Uma dica: Use o mínimo possível o verbo to be, mas empregue verbos mais ativos. Ao invés de dizer/escrever:

    The multiplicity of functionality is really advantageous to the overall marketability of the product.

    After liquidating her indebtedness she was still in possession of sufficient resources to establish a small commercial enterprise.

    diga/escreva:

    The many functions of the product will help its sales.

    After paying her debts, she still had enough money to set up a small business.

    Fonte: Como Redigir em Inglês - English Writing for Brazilians, mas que também serve para os portugueses e demais lusófonos.

    Não consegui tirar o itálico ao menos até este ponto.



    Obrigado pela ajuda :)
     

    maria martins

    Member
    Portuguese-Portugal
    Maria Martins,
    minha sugestão seria apresentar o seu ensaio no forum de inglês, onde grande parte dos membros fala e escreve em inglês como língua nativa. Muitos dos membros aqui, no forum de português, tem conhecimento de inglês e podem dar a sua opinião - e eu poderia partilhar as minhas impressões em vários pontos, mas seriam no more than educated guesses. Mas em se tratando dum trabalho com efeitos para a sua qualificação profissional, e provavelmente com prazos a cumprir, penso que o caminho mais rápido e seguro seria no forum de língua inglesa.

    Anyway, deixo aqui algumas sugestões, baseado no meu conhecimento limitado do inglês:

    Importante é um erro evidente, não há o que explicar. Mas o like that... tenho a impressão que está a traduzir mentalmente do português: São eles tão importantes assim? A frase não me soa idiomática. Pesquisei no Google frases como is it so important like that, so important like that e não apareceu nenhum resultado - se fosse uma frase idiomática, apareceria já nas sugestões do Google.
    Minha sugestão aqui seria: "Are they actually so important?" Em relação à conjunção, num estilo de escrita formal (como num ensaio) seria mais adequado usar however, seguido de vírgula: "However, are they actually so important?", "are they in fact so important?" No forum inglês, certamente terão sugestões melhores.


    Uma pequena sugestão, não em termos de sintaxe mas de estilo: o facto de que os oceanos são cruciais para a vida na terra são um facto mais que comprovado e evidente. A cadeia alimentar simplesmente ruiria por terra na falta do fitoplâncton ou do zooplâncton. Começar a frase por well já lhe dá um tom moderado, considerado, equilibrado. Dado o contexto, parece-me melhor começar por "Well, in fact, oceans are a very important resource..." if not the most important, one might add.
    Nota: não se esqueça do ponto, a seguir ao parêntesis (they still do!). Pode lhe custar alguns pontinhos, no fim.


    As duas últimas palavras são sinónimos perfeitos, é mera questão de gosto. Quanto a besides, não estou certo se seria mais correcto escrever-se besides that. Não me soa tão bem quanto as duas últimas. O site que o nosso amigo Márcio Osório indicou acima tem uma página com uma lista de words of connection bastante boa, agrupadas por função: Words of Connection - Palavras Conectivas do Inglês São uma ferramenta bastante útil para apresentar e ligar as ideias.


    Penso que seria mais idiomático escrever: "... oxygen, which keeps us alive". Also não me soa muito bem, porque afinal de contas, manter-nos vivos a cada segundo não é uma coisa entre outras, é algo mais valioso que todo o resto. Donde sugiro algo como ... oxygen, which most importantly keep us alive". Outros advérbios podem cumprir esta função, isto é o que me ocorre por ora.


    A página citada lista a forma In addition to that que, basicamente, tem a mesma função de moreover, furthermore, &c. No começo dum novo parágrafo (e dum novo argumento) uma locução mais longa marca mais claramente esta transição e parece-me bem.
    Also parece-me redundante, dada a locução de abertura do parágrafo.
    Quanto ao artigo definido (the) é muitas vezes o pesadelo dos latinos, porque os critérios de uso em inglês seguem uma outra lógica. Soa-me melhor com o artigo, mas é de perguntar: será porque estou a pensar em português, ou porque é realmente mais idiomático em inglês?
    European tem de levar maiúscula. Como sabe, todos os adjectivos derivados de nomes próprios, em inglês, levam maiúscula. Por isso, os nomes de língua também tem de levar maiúscula: Portuguese, English, French, &c.
    Civilization
    é com t (embora se pronuncie civilizêishan, é um efeito da palatalização ou suavização do t nestas terminações).


    De novo, Europeans com maiúscula.
    Quanto a new countries, os descobridores não descobriram novos países nem novas terras em particular: na verdade eles descobriram um novo mundo, uma nova realidade, e só com o tempo foram tomando conhecimento mais circunstanciado dos diversos povos com os quais travaram conhecimento. Assim, minha sugestão é: "... the European navigators discovered a wholly new world, unknown sea routs, unknown continents, new lands and new peoples and cultures...". And, by the way, why not "the Portuguese navigators" or "the Iberian navigators". Não há nenhum descobrimento que não se deva aos portugueses, ou cujo caminho não tenha sido aberto por eles.



    Bem, os verbos haviam de continuar no passado, logo: [they] built new cities, and created a worldwide...


    O from é importante aqui, não só por uma questão de ênfase, mas também por clareza. Não esqueça das maiúsculas! É um erro básico, que se deve só à falta de atenção (toda a gente sabe) mas que por ser uma questão básica pode lhe custar muito na pontuação final - o que é pena, dado que escreve de maneira clara e correcta, dum modo geral.


    Penso que as duas formas estão correctas, embora prefira com which. Mas é questão a confirmar com os falantes (e escritores) nativos. Ocidental leva maiúscula...


    I think that parece-me dispensável, mais uma vez, porque o ensaio está a expor factos objectivos e não uma opinião subjectiva. Se a questão fosse: o que é mais importante, a camada de ozono ou os oceanos? então o tema seria controverso e aberto a diferentes opiniões, com algum grau de subjectividade. E embora muitos contestem hoje a tese do aquecimento global, penso que ninguém em sã consciência duvida da importância dos oceanos para a vida, como um todo.

    Última sugestão: se precisar de mais palavras (mas não tiver ideias novas, para criar novos parágrafos) pode desenvolver mais os parágrafos já escritos, e a maneira mais fácil é listando mais exemplos ou descrevendo em mais detalhes, por exemplo, a cadeia alimentar marinha (que é, dizem os especialistas, a verdadeira base da cadeia alimentar de toda a vida terrestre). E pode descrever também como muitos animais não-aquáticos se alimentam de animais marinhos e como são importantes para a cadeia alimentar em terra seca (o que qualquer manual de ecologia deve explicar de forma clara e didáctica).

    Por último, have a good work and have good luck, enough to proceed on your endeavors! :)
    Muito obrigado pela ajuda :)
     

    maria martins

    Member
    Portuguese-Portugal
    Minha sugestão aqui seria: "Are they actually so important?" Em relação à conjunção, num estilo de escrita formal (como num ensaio) seria mais adequado usar however, seguido de vírgula: "However, are they actually so important?", "are they in fact so important?"
    Só mais uma pergunta em relação a esta parte, pois surgiu-me uma duvida. A minha frase original é:
    In the last decades, a bigger concern for the environment has appeared in our society. And if some years ago
    people were worried about the ozone layer, right now the concern lies on the oceans. But are they so importante like that?

    Se acha melhor substituir o but por however não deveria também substituir o and por outra palavra, visto também ser informal? Ou num estilo formal posso começar a frase por and? A composição tem haver com um exame da escola, e mesmo sendo um estilo formal, não terá algum problema usar and? Ou deveria ter feito a frase de outra maneira?

    A página citada lista a forma In addition to that que, basicamente, tem a mesma função de moreover, furthermore, &c. No começo dum novo parágrafo (e dum novo argumento) uma locução mais longa marca mais claramente esta transição e parece-me bem.
    Em relação a esta parte, a minha pergunta prende-se com o facto de na frase anterior já ter usado Furthermore ou Moreover. Não haverá problema em usar um novo conector de adição, sinonimo dos anteriores, ao iniciar o novo paragrafo? Texto original (sem correções) abaixo:

    Well, in my opinion, oceans are a very important resource for our planet. By providing food, such as fish and seafood,
    they kept the humanity and thousands of other animal and plant species alive for milions and millions of years (and they
    still do!). Besides/Furthermore/Moreover, some plant species that live in the world waters, like the algae, are fundamental
    for the production of oxygen, which also let us be alive.

    In addition, (the) oceans (also) had a key role in the development of the european civilizacion.


    Obrigado mais uma vez, e fico a aguardar resposta :)
     

    metaphrastes

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    In the last decades, a bigger concern for the environment has appeared in our society. And if some years ago
    people were worried about the ozone layer, right now the concern lies on the oceans. But are they so importante like that?
    Agora que me chamou a atenção, vejo que o And soa realmente vago, neste contexto - pois não estabelece uma relação definida entre a primeira e a segunda sentença. De facto, a segunda acrescenta uma informação nova à primeira (que está no domínio do senso comum, isto é, toda a gente sabe). Mas trata-se duma clarificação, mais detalhada, do dado apresentado na primeira sentença.

    Donde minha sugestão seria:
    In the last decades, a bigger concern for the environment has appeared in our society. That being said, (ou: that being a well-known fact,) it is meaningful that, if some years ago, people were worried about the ozone layer, whereas right now the concern lies on the oceans. However, are they actually so importante like that?​

    Na verdade, não estou muito satisfeito com a transição entre a primeira e a segunda sentença, assim como com o torneado da frase, que evidentemente precisa algum polimento. Veja por favor no English Forum, que é o lugar mais indicado para se trabalhar e polir um texto com ideias mais complexas.


    Não haverá problema em usar um novo conector de adição, sinonimo dos anteriores, ao iniciar o novo paragrafo?
    Não há como evitar o uso de sinónimos, uma vez que a intenção é acrescentar informação adicional. O que pode fazer é usar mais ênfase na abertura do terceiro parágrafo, que envereda por outra vertente, desta vez o aspecto civilizacional em vez do ecológico.

    Para ressaltar que a informação nova trata doutra vertente, pode pensar em algo como In addition to all the environmental aspects above mentioned (related with our biological survival, so to speak), the oceans had a key role... &c.&c.&c...

    Confira por favor os pormenores no forum de Inglês. Meu Inglês só dá realmente para os "pormaiores" e para transmitir o que penso, em geral - mas o feedback que já recebi é que "though understandable, it has some oddities..." que numa prova certamente implicariam em perda de pontos.
     

    Marcio_Osorio

    Banned
    Portuguese
    Deixe disso, seu cabra! Você escreve um inglês excelente! -- Muitos americanos, ingleses, irlandeses, australianos, sul-africanos, indianos etc. não conseguiriam passar num teste gramatical; a maioria escreve em minúsculas e sem acentuação e confunde muito its com it's, there com their e com they're, who's com whose, affect com effect etc. e tome erro! Eu me pergunto como eles conseguem passar nas entrevistas de emprego.

    Passando de ganso para pato e daí para pinto, gostaria de chamar a atenção para o fato de que deveríamos escrever e dizer, no título deste tópico, "Easy essay: some questions", e não "... some doubts".

    Este sítio esclarece a diferença entre doubt e question. Espero que não desabilitem o sítio nos próximos cinco ou dez anos.

    Os seguintes fios também o fazem:

    Fio
    fio
    fio

    fio
    fio
    thread. E tome fio, meu fio.
     
    Last edited:
    < Previous | Next >
    Top