Flyover country

Discussion in 'Português (Portuguese)' started by brancopaulo, Dec 15, 2016.

  1. brancopaulo New Member

    Português do Brasil - interior de SP
    ..." Time will tell whether the Trump voter "flayover country" ultimately feels like Trump worked on their behalf or made their lives better..
     
  2. jazyk Senior Member

    Brno, Česká republika
    Brazílie, portugalština
  3. pfaa09

    pfaa09 Senior Member

    Portugal - Portuguese
    "Flyover country" é uma expressão para dizer "de todo o país", de todos os cantos dos EUA, até aqueles lugares que só de avião são vistos, de uma costa à outra.
    Neste caso em concreto, "O tempo dirá se todos aqueles, que nosso país, votaram em Trump..."
     
  4. Carfer

    Carfer Senior Member

    Paris, France
    Portuguese - Portugal
    Não 'de todo o país', apenas 'dos estados do meio/ dos estados do interior', que são os que são sobrevoados nos voos de costa a costa, onde se situam as zonas mais populosas e desenvolvidas. É um conceito de que não temos equivalente, até pela configuração geográfica de Portugal, com as principais cidades todas concentradas junto à costa e um país muito estreito, que leva a que os voos de atravessamento terminem todos em Espanha ou mais além. Temos algumas expressões para sítios remotos de Portugal, como 'lá para trás do sol posto', 'no cu de Judas' ou 'lá onde judas perdeu as botas', mas não é bem a mesma coisa.
     
  5. Alentugano

    Alentugano Senior Member

    Português - Portugal
    Cavaco Silva referiu-se ao "Alentejo profundo" aquando de uma visita àquela região em meados dos anos 1990. A partir daí a coisa "pegou" e começaram-se a ouvir mais amiúde, para além da já citada, expressões como "país profundo" "Portugal profundo", numa alusão às regiões do país mais empobrecidas/desertificadas e afastadas dos grandes centros. Talvez também possamos falar de "América profunda".
     
  6. Guigo

    Guigo Senior Member

    Rio de Janeiro
    Português (Brasil)
    Por aqui, usa-se, eventualmente: "Brasil Profundo"; na maioria das vezes com sentido poético, por guardar tradições, costumes e maneirismos já perdidos ou estilizados, nas grandes cidades. Entretanto, a expressão também é usada de forma irônica.

    Em termos políticos, fala-se muito em "grotões", onde a informação não chega (algo mais raro atualmente).

    De forma sarcástica, temos também: "onde judas perdeu as botas" (citado pelo Carfer) ou "onde o vento faz a curva" ou "no cu do mundo" e por aí vai...
     

Share This Page

Loading...