Gargalo

Emerson74

Member
português
Bom dia!

Como se pode traduzir a palavra "gargalo", na frase:

O gargalo da Educação é o Ensino Médio?

Encontrei "cuello de botella" está correcto?
 
  • pfaa09

    Senior Member
    Portugal - Portuguese
    Sentido figurado. O gargalo é onde a garrafa fica estreita. A frase significa que é no Ensino Médio onde a Educação fica mais estagnada, onde ela se desenvolve menos.
    Penso que se pode usar a mesma figura de estilo em castelhano (e muitas outras línguas).
    Em Portugal, basta dizermos gargalo, inserido num contexto óbvio, para se perceber que é de garrafa.
     
    Last edited:

    gato radioso

    Senior Member
    spanish-spain
    Mmmm, pode ser, mas não tenho certeza nisso.

    Para mim, o calcanhar de Aquiles é o ponto mais fraco de alguém, ainda se falarmos de alguém que, de resto, é forte noutras questões.
    Um cuello de botella (supondo que isto seja equivalente 100% à expressão portuguesa) é sobretudo, um ponto estreito, limitado... o qual pode bem ser mesmo uma debilidade, mas talvez não.
    Por exemplo: se na auto-estrada que dá acesso a uma cidade houver um semáforo porque a Câmara não teve dinheiro para fazer um viaduto elevado, isso é um cuello de botella.
     

    Rosamariama

    Senior Member
    Español peninsular
    Es muy probable que estés en lo cierto; yo también lo dudo (lo que yo he dicho ;)). Es solo que no me sonaba nada habitual la expresión referida al ámbito educativo y, en concreto, a los problemas que (presupongo de fondo) de la enseñanza secundaria. Como suele ser, el contexto igual ayudaba a decidirse. Pero, es cierto que he respondido pensando más en una cuestión de oído que del significado en sí de la expresión que, sí, es el mismo en portugués y español, en ese sentido figurado, y supongo que se puede hacer esa traslación directa sin ningún problema. Pero no sé por qué me queda un runrún de que habría incluso otra alternativa... Pero no se trata de inventar, que el autor original ha puesto gargalo.
     

    guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    Em português também se usa, claro, calcanhar de Aquiles para designar um ponto fraco, mas "gargalo" aqui parece cair bem. Sem contexto, não temos como saber, mas pode ser que o contexto original se refira ao acesso às universidades ou número de alunos que efetivamente ingressam no ensino superior e, aí, vejo que "gargalo" efetivamente seja a expressão mais bem adequada. Se, entretanto, referir-se apenas a um ponto fraco, penso que calcanhar de Aquiles também se possa usar e seja inclusive a expressão mais adequada.
     

    Rosamariama

    Senior Member
    Español peninsular
    Que bonito exercício de inferência. É verdade que eu só tinha pensado no "ponto fraco" e não me ocorreu que a expressão pudesse ser referida ao "acesso às universidades ou número de alunos que efetivamente ingressam" nelas. Com esta idéia em mente, apenas a expressão gargalo seria (muito) adequada.
     

    Emerson74

    Member
    português
    Sim, este é o ponto "acesso às universidades ou número de alunos que efetivamente ingressam", mas, em espanhol ficaria, "cuello de botella" mesmo?
     

    Rosamariama

    Senior Member
    Español peninsular
    Como filtro o (proceso) de criba e provavelmente outros, sim. Embora com as pequenas reservas que mencionei acima. Se quiser, é sempre muito melhor ver a frase num pouco de contexto.
     

    Emerson74

    Member
    português
    Bom dia!
    A frase seria a seguinte:

    "O investimento na educação primária parece perder nos anos finais, em relação à educação secundária, mas o gargalo era muito grande".

    Preciso traduzir para o espanhol!
     

    Emerson74

    Member
    português
    Pois é, funil, gargalo estrangulamento,
    Seriam todos sinônimos...
    Depende muito como utilizam em um determinado país...
     

    Rosamariama

    Senior Member
    Español peninsular
    el embudo era demasiado ancho (desculpe-me, mas o contexto que fornece não diz o que passa exactamente pelo gargalo: parece que é o investimento, e tal vez não o número de estudantes?).

    O puedes probar con las distintas opciones que tienes en textos de Internet en el área de educación y contrastar.
     

    Rosamariama

    Senior Member
    Español peninsular
    "O investimento na educação primária parece perder nos anos finais, em relação à educação secundária, mas o gargalo era muito grande para...".

    (sigue sin ser posible, disculpa, captar la idea precisa para afinar con la expresión). Ese "mas" (pero) ¿a qué se contrapone?
     

    Emerson74

    Member
    português
    Segue todo o parágrafo do artigo.

    Algumas etapas aparecem como mais beneficiadas e, a educação inicial foi a que mais cresceu como veremos adiante, teve aumento de matrícula e acréscimo no quadro de profissionais. O investimento na educação primária parece perder nos anos finais, em relação à educação secundária, mas o gargalo era muito grande. Era necessário investir na educação secundária que era uma etapa crítica, devemos mencionar que esta etapa era praticamente inexistente nas áreas rurais, por tanto, para eles foram dedicado não só reforma na infra-estrutura, como aconteceu na primária. Todavia houve a criação, instalação de laboratórios e contratação de professores especialistas. Esta etapa costuma ser das mais dispendiosas em qualquer sistema educacional.

    É um artigo acadêmico sobre o sistema educacional da Bolívia e que tenho que traduzi-lo.
     

    Rosamariama

    Senior Member
    Español peninsular
    Antes de procurar uma solução, parece-lhe bastante normal em português ou também tem algo um pouco estranho neste contexto?

    Achei! (eu juraria)
    pero el cuello de botella se estrechaba demasiado. / se hizo demasiado estrecho.

    (aunque ese "mas/pero" ahí no sé si acabo de entenderlo. Pero creo que esta es una posible buena solución por el sentido general).
     

    Emerson74

    Member
    português
    Sim é isso mesmo.

    Mas, também acredito que há algo de estranho no texto original, não dá para compreende-lo muito bem...

    ¡Muchas gracias por la ayuda!
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Não sei no português do Brasil, mas, no meu, falar de 'gargalo' parecer-me-ia estranho porque, á primeira vista, nada aparenta que haja aí um estrangulamento, um estreitamento da passagem de um nível a outro (por exemplo, do número de alunos que conseguem passar da primária para a secundária). Dá antes a ideia de que estão a falar de uma grande desproporção entre o nível do investimento na educação primária e na secundária. E, para isso e se for isso, 'gargalo' não me parece um termo nem uma imagem muito adequada.
     
    Last edited:
    Top