ir aos caramelos

Dymn

Senior Member
Olá gente,

Não percebo esta expressão. Procurei no Google e todos os resultados têm a ver com cidades espanholas ao pé da fronteira portuguesa (nomeadamente Badajoz). O que são os caramelos? :oops:

Muito obrigado
 
  • pfaa09

    Senior Member
    Portugal - Portuguese
    Era hábito os portugueses irem a Espanha, junto às fronteiras, para fazerem compras. Ir aos caramelos a Espanha simboliza esse antigo hábito.
    Era costume trazerem sempre caramelos, entre outras coisas.
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    'Caramelos' são 'caramelos':). Literalmente. Houve um tempo em que os rebuçados e os caramelos de leite espanhóis eram muito mais baratos do que em Portugal (e também de muito pior qualidade, mas o dinheiro não dava para mais!) e as populações da raia (e mesmo de mais longe) ganharam o hábito de ir à cidade espanhola mais próxima abastecer-se. Tempos depois, a corrente inverteu-se e eram os espanhóis que vinham comprar a Portugal bugigangas mais baratas (e igualmente de pior qualidade). Creio que hoje isso acabou, excepto para a gasolina, muito mais cara em Portugal.
     

    Dymn

    Senior Member
    Obrigado aos dois. Na Catalunha as pessoas quando vão à Andorra também aproveitam para meter gasolina antes da fronteira, mas nunca desenvolvemos uma expressão para isto :)
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Obrigado aos dois. Na Catalunha as pessoas quando vão à Andorra também aproveitam para meter gasolina antes da fronteira, mas nunca desenvolvemos uma expressão para isto :)
    Bem... mas para ir atestar o depósito a Espanha nós também não temos expressão própria. Ir comprar caramelos é coisa de outro tempo, até à década de 80. A de 90 foi a época da vinda dos espanhóis e depois, com a chegada do euro, tudo isso acabou, porque essa atracção pelo outro lado estava bastante dependente dos câmbio das moedas. Os portugueses iam a Espanha quando a peseta valia menos de metade do escudo e os espanhóis passaram a vir a Portugal quando a situação se inverteu. O mercado único também não foi propício à manutenção desses movimentos pendulares e, ao que parece, até o velho Gildo, a 100 metros da fronteira em Fuentes de Oñoro, não passa hoje de mais um supermercado de uma grande cadeia de distribuição europeia.
     
    Last edited:

    gato radioso

    Senior Member
    spanish-spain
    :) Alguém sabe se ainda existem os "Armazéns Pagapouco"? Até os anos 80/90 eram muito populares entre as donas de casa espanholas. Eram tempos de lá ir no Renault 5 (ou no Opel Corsa) e voltar carregado de artigos do lar, café e até artigos de bronze.
     
    < Previous | Next >
    Top