Martemoto

Guigo

Senior Member
Português (Brasil)
Atenção: não é maremoto!

Alguns portais científicos brasileiros informaram, em 05/10/2019, sobre sons captados de martemotos, em Marte, obviamente. Estes sons datam de abril/2019 e foram disponibilizados agora.

Gosto demais de neologismos e creio que há um campo imenso para ser desenvolvido, especialmente na área das ciências exatas. Agora, será martemoto um boa opção ou haveria outras? Areomoto, talvez?
 
  • machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    Esse areo- é de Ares ou areia? Se for de Ares, há mistura de raízes grega e latina; 'martemoto' pelo menos mantém raiz latina com latina. Sem explicações, 'areomoto' soa tempestade de areia. Ou, pior, motocicleta voadora. :rolleyes: Mas o que é um martemoto?
     
    Last edited:

    Guigo

    Senior Member
    Português (Brasil)
    Com tanto automóvel e tanta televisão, eu não ficaria muito incomodado com radicais gregos e latinos combinados. Em inglês mesmo, eles usam marsquake, com um radical latino mars e outro provavelmente germânico quake. Vamos de martemoto mesmo, então?
     

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    Uai, Guigo, não sei. O que é um martemoto? É um terremoto? Se for a mesma coisa mas em planetas distintos, há razão mesmo para dar outro nome ao fenômeno? A natureza é uma só, lá e cá. Maremoto é do mar, onde houver mar. Terremoto é da terra, onde houver terra. Martemoto é trocadilho ou neologismo?
     
    Last edited:

    Guigo

    Senior Member
    Português (Brasil)
    Já registrado na Wiki, em espanhol:
    Martemoto - Wikipedia, la enciclopedia libre

    Também em canais brasileiros:
    Sonda InSight pode ter detectado o primeiro "martemoto" no Planeta Vermelho
    Escute agora o 1° “martemoto” registrado pela sonda InSight em Marte

    Também em canais portugueses:
    NASA pode ter captado o primeiro terramoto em Marte

    Minha preocupação é que, caso não sejamos rápidos, logo estarão grafando marsquêique, como tantos outros absurdos recentes (Brasil): lounge, mouse, deck, ferret, etc.
     

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    Se foi trocadilho com o nome próprio da Terra, então o trocadilho será perdido se não for em frente com o nome próprio de Marte, não?
     

    guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    Eu não tenho nada contra martemoto, mas acho desnecessário. Eu não diria que há terremotos em Júpiter, mas como os nossos vizinhos são rochosos, "terremoto" me parece bem empregado e como já tem tradição, não precisa vir entre aspas nem corre o risco de não agradar a alguém.
    Ainda sobre terra x Terra, há um grifo no Houaiss na acepção de terremoto, embora eu não ache que o grifo ou possível sentido latino primitivo deem margem para criarmos uma palavra diferente antes de "moto" a depender do corpo celeste em que ele ocorre.
    lat. terraemōtus ou terrae mōtus,us, registrado já em Cícero (103 a.C.-46 a.C.), especificamente nosentido de 'tremor de terra, tremor da Terra', enquanto o gr. trómos,ou no sentido de 'tremor' tem tb.o signf. de 'tremor de terra' (Aristóteles, 384 a.C.-322 a.C.); o port. deve provir do it. terremoto(1293-1294) 'movimento da terra, tremor de terra, terremoto', comp. do lat. terra no sentido de 'terra' e lat. mōtus,us no sentido de 'movimento, agitação'; o fr. tremblement de terre, ing.earthquake e o al. Erbeben traduzem o port. esp. it. terremoto; em port. há ainda as f. terramoto eterromoto; ver terr-, 1moto e mov-; f.hist. sXV tarramotos, sXV teramotos, 1597 terremoto
     

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    É verdade. Depois virá Venusmoto ou Mercuriomoto? O meu grilo é com o fato de earthquake não começar com maiúscula. Se viesse do nome da Terra, seria sempre Earthquake. Enfim, é trocadilho. O único sentido disso é a possibilidade de humor.
     

    Guigo

    Senior Member
    Português (Brasil)
    O uso ou não-uso dirão se martemoto permanecerá.

    Apenas lembrando que dizemos alunissagem ou alunagem, em lugar de aterrissagem ou aterragem. Se vale para a Lua por que não para Marte ou Vênus?
     

    Ari RT

    Senior Member
    Português - Brasil
    Mas também dizemos amerissagem. Se pousamos na superfície do mar, que não é toponímico, por analogia também aterrissamos na superfície da terra com t minúsculo. E na superfície lunar que, para azar do meu argumento, parece ser homogênea e portanto indiferenciada, ao menos do ponto de vista da linguística, o que faz coincidir a substância superficial com o toponímico. Para mim, terremoto em Marte, terremoto na Lua, atmosfera de nitrogênio e oxigênio na Terra, atmosfera de ácido sulfúrico (???) em Vênus, nuvens aqui, nuvens acolá, furacão aqui e em Saturno, polos magnéticos idem, eclipse lunar aqui, eclipse lunar lá. Já pensou ter em Júpiter um nome para o eclipse de cada uma das 79 luas, digo, satélites naturais? Júpiter, segundo a wikipedia, tem uma lua chamada Thelxinoe e outra chamada S/2003 J 23. Eclipse thelxinoear. O outro nem me atrevo, deixa lunar mesmo, eclipse da lua S/2003 J23. Digo, do satélite natural.
    A língua é isso, tomar um conceito e transmiti-lo por meio de um código pertinente às experiências do transmissor e do receptor simultaneamente. A primeira escolha de referente costuma recair sobre significantes comuns aos dois: terremoto em Marte, fases da lua. Daí para a frente, se os significantes não são previamente "combinados", entramos no campo do neologismo, como aponta Guigo. A maior parte dos neologismos atuais advém da necessidade de um novo referente para coisas que não existiam. Nada impede que se crie um neologismo "just for fun". Mas aqui já não teríamos a necessidade de transmitir um conceito, e sim a vontade de transmitir um chiste, ou um conceito de forma humorística. Seriam duas informações, então: a "terra" tremeu, como na Terra e, vejam só, lá é como aqui, só que não exatamente, porque lá é Marte. Como título da reportagem, e até como "lead", funciona. Desperta a curiosidade. Mas no corpo do texto eu ainda usaria terremoto ou "tremor de terra", "acomodação de camadas rochosas", algo assim.
     

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    Apenas lembrando que dizemos alunissagem ou alunagem, em lugar de aterrissagem ou aterragem. Se vale para a Lua por que não para Marte ou Vênus?
    Vale, vale. Vale tudo. Mas agora é a minha vez: e por que não vale usar nada com 'terra-' fora da Terra? O politicamente correto levado aos confins do espaço sideral? 🙊
     

    Guigo

    Senior Member
    Português (Brasil)
    Ok, mas logo veremos a "patriótica" Globels , digo Globo e seu arauto William Bonner, com seu biquinho, falando em marsquake: anotem. :mad:

    Vai ser um outro estudo de caso, como AIDS, que deveria ser SIDA, mas...
     

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    É só não assistir mais à Globo. É igual a refrigerante e carne; não vai fazer a menor falta uma semana depois.
     

    Guigo

    Senior Member
    Português (Brasil)
    Não vejo esta globo desde 1996, nem tenho esta emissora (e seus penduricalhos) em minha grade, na TV a cabo. Também sou vegetariano. ;)

    Porém, ela influencia muitaaaaaaaaaaa gente, até na maneira de falar, novos termos, etc.
     
    < Previous | Next >
    Top