Na mesma

Nooj

Senior Member
English - Aus-NZ
Acabámos por capturar, e nao conseguimos trazê-lo. A rede partiu e o peixe acabou por fugir na mesma. Acabou por ser uma pesca fraca.

E um pescador a falar de uma tentativa de pesca falhida. O que quer dizer 'na mesma' aqui?
 
  • Mário Adélio

    Senior Member
    Português europeu
    É o mesmo que ainda assim.
    É uma situação em que o esforço de nada adiantou/de nada valeu.
    "A equipa AAAA fez uma recuperação fantástica, levando o jogo para o tempo extra, mas acabou por perder na mesma quase a terminar o jogo."
     

    Ari RT

    Senior Member
    Português - Brasil
    Como disse recentemente a Vanda, aqui se aprende até o próprio idioma. Eu não conhecia esse uso.
    Por estas bandas, dizemos que "deu na mesma" com esse sentido, mas sem o verbo dar (significando resultado) é novidade para mim.
     

    Nooj

    Senior Member
    English - Aus-NZ
    Obrigado a todos, já percebo!

    Ari RT, como diz que no Brasil a frase não se diz sem ir acompanhada do verbo dar, então a frase original (em português europeu) sobre a qual perguntei, como é que você a diria na maneira mais natural, no Brasil ou pelo menos nas suas bandas do Brasil?
     
    Last edited:

    Ari RT

    Senior Member
    Português - Brasil
    Ari RT, como é que você a diria na maneira mais natural, no Brasil ou pelo menos nas suas bandas do Brasil?

    É uma questão de estilo, não de gramática.
    "Fugiu" seria mais simples e devemos privilegiar a simplicidade. Pelo menos começar com ela e depois, se preciso, explicar, adornar, enfatizar.
    "Acabou por fugir" já dá a noção de resultado (adicional à fuga pura e simples) que eu imporia à construção. A parte "acabou por", ainda que, digamos, acessória (por repetitiva), aporta a ênfase no fim do processo.
    "'Acabou' por fugir 'na mesma'", para o meu gosto, constitui excesso. Prejudica a coloquialidade do diálogo, ficou uma salada "overdressed", na qual o molho prevaleceu sobre as folhas. Para o meu gosto, insisto.
    E não descarto que essa expressão, por aparentemente ser de uso mais comum em Portugal, soe aos portugueses menos pesada, quase passe despercebida.
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    E não descarto que essa expressão, por aparentemente ser de uso mais comum em Portugal, soe aos portugueses menos pesada, quase passe despercebida.
    Sim, cá soa perfeitamente natural. 'Acabou por fugir' é para nós mais expressivo de que simplesmente 'fugiu', na medida em que transmite a ideia de que a captura não foi fácil, implicou várias tentativas de o apanhar e que, no fim, o peixe logrou escapar. Denota um processo, mais do que o facto singular da fuga. 'Na mesma' porque, apesar desse esforço ter resultado na captura, a rede ter partido permitiu ainda assim ao peixe eludi-la.
     

    patriota

    Senior Member
    pt-BR
    Acabámos por capturar, e não conseguimos trazê-lo. A rede partiu e o peixe acabou por fugir na mesma. Acabou por ser uma pesca fraca.

    Em brasileiro: "Acabou que pegamos o danado, mas não deu pra trazer. A rede estourou e deu na mesma, o peixe acabou fugindo. Foi uma pescaria mixuruca, isso, sim".
     
    Last edited:
    Top