num ocidente de países

Dymn

Senior Member
Tirado do artigo da Wikipédia sobre a Revolução dos Cravos :)

"Nos finais de década de 1960, o regime exilava-se, envelhecido, num ocidente de países em plena efervescência social e intelectual."

Não consigo perceber o significado, que parece figurado mais do que literal, mas não aparece nos dicionários. Podem-me dar uma mão?

Muito obrigado ;)
 
  • guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    À época, havia uma efervescência social e intelectual no ocidente. Essas efervescências eram a norma nos países do ocidente. Foi nesse contexto que se exilou, envelhecido, o regime
    O regime já envelhecido não conseguiu sobrevier no ocidente onde essas efervescências imperavam.
    O regime não sobreviveu em meio às efervescências da época, a norma nos países do ocidente

    Um ocidente de países capitalistas > num ocidente cheio de, marcado por países capitalistas
    Um mundo de tecnologia > num mundo onde há muita tecnologia, onde a tecnologia impera
    Um país de analfabetos > país cheio de analfabetos, onde o analfabetismo é característica importante
    Um oriente de países conservadores > onde a característica principal é o conservadorismo, um oriente cheio de países conservadores
    e assim por diante…
     
    Last edited:

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Concordo com o Gui porque é certamente esse o sentido, mas a ideia está mal e contraditoriamente expressa. 'Exílio' implica separação, saída para um lugar de refúgio que não é o seu. Ora exilar-se no ocidente dá a entender que o lugar de exílio, o refúgio, é o Ocidente. Se fosse 'isolar-se' compreendia. O isolamento, da comunidade das nações e não apenas do Ocidente, o que Salazar chamava 'orgulhosamente sós', é, de facto, uma característica da ultima dúzia de anos da ditadura. Mas dizer 'exilar-se no ocidente' não me parece correcto.
     
    < Previous | Next >
    Top