Os dias da semana em português antigo e a sua pronúncia

guihenning

Senior Member
Português do Brasil
Oi, gente. Um aluno me perguntou o porquê de os dias da semana em português serem tão diferentes das outras línguas românicas. Depois de ter preparado a resposta para o dia seguinte, deparei-me com o fato de que ao lhe explicar terei de falar os dias em voz alta, e a quinta-feira me deixou hesitante. Para quem não sabe, os outros nomes dos dias da semana são (ou foram): lues, martes, mércores, joves, vernes, sábado e domingo. A questão é: como se pronuncia “joves”? ‘jóvs’ ou ‘jôvs’? Sendo Júpiter com “u”, fica difícil de saber. Eu estou tendendo para ‘jóvs’. No Brasil, há o adjetivo ‘joviano’, cuja pronúncia do ‘o’ é fechada, mas não sei se porque é fechada mesmo ou se porque neutralizamos o ‘o’. Sendo ‘joves’ em espanhol ‘jueves’ e geralmente a ditongação castelhana equivalendo a um ‘o’ aberto em português, não sei como decidir. Alguma ideia? O adjetivo ‘joviano’ existe em Portugal e, se sim, tem “o” aberto ou “u” na pronúncia?
Obrigado!
 
Last edited:
  • Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    'Jove' era um nome alternativo de Júpiter, suponho que originado no genitivo latino 'Jovis'. O 'o' creio que será aberto, mas só tenho a certeza do tal nome alternativo.

    P.S. A wikipédia em inglês refere o seguinte:

    The Latin name Iuppiter originated as a vocative compound of the Old Latin vocative *Iou and pater ("father") and came to replace the Old Latin nominative case *Ious. Jove[106] is a less common English formation based on Iov-, the stem of oblique cases of the Latin name.
    (...)
    Jove was the original namesake of Latin forms of the weekday now known in English as Thursday[115] (originally called Iovis Dies in Latin). These became jeudi in French, jueves in Spanish, joi in Romanian, giovedì in Italian, dijous in Catalan, Xoves in Galician, Joibe in Friulian, Dijóu in Provençal.

    P.S.S. Não reparei na pergunta sobre 'joviano'. Sim, existe, com o significado daquilo que respeita a Júpiter (planeta). Com o sentido de 'dominador' ou 'altivo', que também tem, creio que é mais comum 'jupiteriano'. Quem saberá melhor é o Presidente Macron, aqui da França, que lhe adoptou a pose (não se riam, 'Jupiter' é uma forma corrente de a imprensa se referir ao Presidente). Em português é comum o adjectivo 'jovial', com o significado de alegre, bem disposto. É difícil dizer se soa 'o' ou 'u', talvez um som intermédio ou propenda mais para o 'u'.
     
    Last edited:

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    Eu usaria com "o" aberto, usando jovem, como analogia.
    Porém todos os derivados do mesmo radical jov-, salvo um, que vem com acento gráfico, são fechados. Lista do Houaiss:

    jorna, jornada, jornadão, jornadeador, jornadeante, jornadear, jornal, jornalaço, jornalada, jornaleco, jornaleiro, jornalengo, jornalicastro, jornalice, jornaliço, jornalismo, jornalista, jornalisticar, jornalístico, jornalizar, jorne/jórnea; jovial, jovialidade, jovializante, jovializar, joviano, jovicêntrico, jovícola, jovilábio, jovinianista;
    'Jovem' vem de outro radical: juven-.
     
    Last edited:

    Guigo

    Senior Member
    Português (Brasil)
    Não me ative à etimologia e sim à eufonia. Em geral, o conjunto -ove, apresenta "o" aberto: move, movem, sove, sovem, trove, trovem, chove, etc.
     

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    Quanto à eufonia estou de acordo. Consultei há pouco um amigo, que é astrônomo, e ele me assegurou que o termo 'joviano', referente ao planeta Júpiter, se diz entre astrônomos com 'o' fechado, /ʒovi'anʊ/, ou algo que o valha.
     

    guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    Eu também tentei ir por derivados e utilizar ‘joviano’ como métrica. Até por isso consultei os tugas, porque eles geralmente mantêm ós abertos em algumas palavras, enquanto nós neutralizamos. Então poderia ser que a pronúncia brasileira de ‘joviano’ não me dissesse nada. Quanto à eufonia, estou de acordo com todos, ‘jóvs’ é melhor. Dizendo os nomes rapidamente, com ‘o’ aberto soa bem. O espanhol também dá a dica de que o ‘o’ seja aberto.

    miercoles — mércores
    jueves — joves /ó/

    Só sobrou mesmo a segunda-feira de estranho… ‘lues’ é muito esquisito. Talvez ‘lunhes’ fosse melhor, já que ‘lunes’ não pode por causa do ene intervocálico. Mas agora já estou descambando para achismos…
     

    machadinho

    Senior Member
    Português do Brasil
    /'luɪs/ como o nome 'Luís', porém paroxítona ou monossilábica? Ou talvez como se diz 'luz' em certos dialetos?
     
    Last edited:

    guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    É? Eu pensei em ‘lu-is. Mas o hiato pode ser meio chatinho... geralmente a queda do ene ou nasaliza, ou vira “nh” ou fica hiato. A Lua já foi “Lunha” um dia
    No sul, exceto os gaúchos e alguns catarinas, também pronunciamos luz como /lujs/
     

    Renan12321

    New Member
    Português
    É? Eu pensei em ‘lu-is. Mas o hiato pode ser meio chatinho... geralmente a queda do ene ou nasaliza, ou vira “nh” ou fica hiato. A Lua já foi “Lunha” um dia
    No sul, exceto os gaúchos e alguns catarinas, também pronunciamos luz como /lujs/
    Não sou professor, somente um curioso.
    Acho que vocês estão procurando a resposta no lugar errado. Não sei se adianta procurar em uma relação entre o Português e o Espanhol.
    A relação entre o Português e o Galego é muito mais forte.
    Veja esse Galego falando os dias da semana. Eles também utilizam as duas formas.
    No Galego eles ainda não perderam por completo o hábito de usar os dias pagãos.
    Joves tem "o" aberto.
     

    guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    Acho que vocês estão procurando a resposta no lugar errado. Não sei se adianta procurar em uma relação entre o Português e o Espanhol.
    A relação entre o Português e o Galego é muito mais forte.
    Geralmente adianta porque as mudanças fonéticas do latim vulgar para as línguas românicas seguem um padrão bastante linear e previsível. Em linhas gerais, a ditongação 'ue' do espanhol (vinda dum 'e' breve em latim) corresponde a um 'o' aberto em português. E ao contrário do português e do galego, o uso espanhol é vernáculo, o que sugere que seja mais confiável do que o galego para fins de comparação. Em português e em galego, por conta da metafonia, algumas vogais tiveram ao longo do tempo o timbre 'canônico' alterado e por isso mesmo uma relação com o espanhol ou com outra língua românica parece ser mais assertiva do que uma resposta vinda do galego que aparentemente só utiliza o sistema pagão por influência castelhana e não de maneira vernacular.
     
    Top