por / durante

Dymn

Senior Member
Olá gente,

Gostava de saber se qualquer destas orações lhes parece correta:

Ontem estudei por três horas
Ontem estudei durante três horas
Ontem estudei três horas


Muito obrigado
 
  • englishmania

    Senior Member
    Português Europeu
    "Por + tempo" existe, mas é pouco comum, principalmente num registo coloquial. Muitas vezes omitimos qualquer preposição "Esperei 20 minutos", "Estive meia hora à espera".

    Penso que no Brasil "por" é mesmo a 1.ª opção a mais utilizada.
     
    Last edited:

    pfaa09

    Senior Member
    Portugal - Portuguese
    Ontem estudei durante 3 horas, dá a clara ideia que o estudo foi seguido, durou 3 horas seguidas.
    Ontem estudei 3 horas, não é claro que foram seguidas. Pode ter sido um estudo repartido, feito aos poucos e tudo somado deu as 3 horas.

    Relativamente à questão, eu acho que são todas correctas.
     

    Kutz

    Senior Member
    Spain, Spanish
    Eu tenho a suspeita de que esse por provém da tradução direta do inglês, for, e não é que não se use em português, já que inclusivamente vem nos livros de aprendizagem de português. No entanto, na minha opinião, é melhor empregar a preposição durante ou, como disse antes alguém, também daria sem nada. Eu não gosto do uso do por neste contexto.
     

    englishmania

    Senior Member
    Português Europeu
    Eu tenho a suspeita de que esse por provém da tradução direta do inglês, for, e não é que não se use em português, já que inclusivamente vem nos livros de aprendizagem de português. No entanto, na minha opinião, é melhor empregar a preposição durante ou, como disse antes alguém, também daria sem nada. Eu não gosto do uso do por neste contexto.
    Também me soa inglês, mas a verdade é que 'per' vem do latim e significa "ao longo de". (Alguns aspetos no PT BR, aliás, lembram-me o inglês, mas é apenas uma "teoria" minha.)

    O que o ciberdúvidas diz é que "durante" é mais adequada à contagem do tempo e parece mais concretizadora do que "por", que é mais vaga e dá a ideia de permanência.

    A verdade é que penso que depende da variante e que "por" me parece mais usual no Brasil e "durante" é mais comum em Portugal (pelo menos, coloquialmente).
     

    Dymn

    Senior Member
    É bastante comum no castelhano latinoamericano, pelo menos eu deparei-me com este uso de "por" muita vez. Não sei se as variedades americanas de ambas as línguas têm mais influência inglesa do que as europeias, mas sim, é normal que aos portugueses e espanhóis nos soe inglês.
     

    guihenning

    Senior Member
    Português do Brasil
    Não me parece que a língua inglesa tenha força suficiente para influenciar o português do Brasil em contextos que não sejam provindos de traduções ou expressões originalmente inglesas. A influência do inglês é sobretudo em neologismos e vocabulário técnico. De todo o modo, já vi esse uso de „por“ em textos mais antigos, o que sugere que não seja influência do inglês. É possível que seja inclusive arcaísmo que caiu em desuso na Europa, mas que se manteve nas Américas. Não estou fazendo mais do que deduzir, mas o caminho tende a ir por esses lados com esses paralelismos entre variantes americanas e europeias.
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    O uso dessas preposições em Portugal (ou a sua omissão) é um tanto arbitrário. Se nas frases propostas concordo que dizemos 'durante' ou omitimos a preposição e que essa é, genericamente, a forma maia comum, há expressões. igualmente de sentido temporal, em que o 'por' se usa também - e arriscaria mesmo dizer que, por vezes, até com maior frequência.
    'Vou para França (por) seis meses' - 'durante' é, neste caso, bastante mais improvável
    'Está por dias/horas' - 'por' é insubstituível
    'O documento é válido por noventa dias' - 'durante' ou a omissão são, neste caso, bastante mais improváveis
    'Vou-me embora por algum tempo'
     

    Dymn

    Senior Member
    'Vou para França (por) seis meses' - 'durante' é, neste caso, bastante mais improvável
    'Está por dias/horas' - 'por' é insubstituível
    'O documento é válido por noventa dias' - 'durante' ou a omissão são, neste caso, bastante mais improváveis
    'Vou-me embora por algum tempo'
    Também diríamos assim em castelhano (menos "está por dias/horas" que não percebo o que quer dizer). Seja como for, este uso é para dizer a duração do efeito que terá uma ação pontual no tempo.

    Também se pode usar "por" em castelhano quando se trata de algo temporário e breve, por exemplo "Por un segundo había pensado que ganaríamos", "Supongamos por un momento que yo no soy tu profesor", "Me encantaría ser princesa por un solo día". Talvez seja também assim em português.
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Também diríamos assim em castelhano (menos "está por dias/horas" que não percebo o que quer dizer).
    'Estar por dias/horas/' diz-se para falar de um acontecimento que está iminente, razão, aliás, pela qual muito raramente se usa referindo-se a períodos mais dilatados. O uso mais comum é até para falar da iminência da morte, para dizer que resta muito pouco tempo de vida a alguém.

    Também se pode usar "por" em castelhano quando se trata de algo temporário e breve, por exemplo "Por un segundo había pensado que ganaríamos", "Supongamos por un momento que yo no soy tu profesor", "Me encantaría ser princesa por un solo día". Talvez seja também assim em português.
    Exactamente igual.
     
    Last edited:
    < Previous | Next >
    Top