pretérito perfeito composto

< Previous | Next >
Oi pessoal,

Descobri que os Hispanohablantes utilizam o verbo "haber + ..do" ex: "he escuchado" nas situações nas quais a gente utiliza o Pretérito perfeito em Português "escutei".

Por quê? O que acham dessa situação ?
 
  • jester.

    Senior Member
    Germany -> German
    Espero que entiendas una respuesta en español.

    Puedo decirte que este uso frecuente del perfecto compuesto es típico del castellano ibérico. En los países de Suramérica se utiliza casi exclusivamente el pretérito indefinido.

    Espero que esta información te sirva. :)
     

    Outsider

    Senior Member
    Portuguese (Portugal)
    "Tenho escutado" também existe em português, mas com um sentido mais restrito. Às vezes he escuchado traduz-se como "tenho escutado/ouvido", mas o mais comum é "escutei/ouvi".
     

    Mangato

    Senior Member
    SPAIN (Galicia)
    Espero que entiendas una respuesta en español.

    Puedo decirte que este uso frecuente del perfecto compuesto es típico del castellano ibérico. En los países de Suramérica se utiliza casi exclusivamente el pretérito indefinido.

    Espero que esta información te sirva. :)
    Quiero hacer notar que en la comunidad en que vivo, Galicia, usamos casi exclusivamente el indefinido, por influencia del gallego, que carece de este tiempo compuesto . De todas formas el tiempo compuesto es mas preciso, y se refiere a una ocasión concreta y no acabada.
    Teño escoitado, teño ouvido también existen, pero al igual que comente Out es menos frecuente,

    Saludos
     
    Obrigado pelas respostas.
    Sim, essa construção existe em portugues tambem: "Tenho escutado". Mas, eu acho que ela representa uma situaçao continuando em portugues como "I have been listening" em ingles. (I listened and I am still listening: tenho escutado). Né? Mas em espanhol: He escuchado : J'ai entendu : I listened (talvez I have listened tambem) :confused:


    Espero que entiendas una respuesta en español.

    Puedo decirte que este uso frecuente del perfecto compuesto es típico del castellano ibérico. En los países de Suramérica se utiliza casi exclusivamente el pretérito indefinido.

    Espero que esta información te sirva. :)
    Sim, posso entender uma resposta em espanhol. E uma lingua bonita :) Se utiliza "escuché" em lugar de "he escuchado" nos países da América do Sul como em portugues ??:confused:
     

    Outsider

    Senior Member
    Portuguese (Portugal)
    Mas, eu acho que ela representa uma situaçao continuando em portugues como "I have been listening" em ingles. (I listened and I am still listening: tenho escutado). Né? Mas em espanhol: He escuchado : J'ai entendu : I listened (talvez I have listened tambem) :confused:
    Certo. :thumbsup:

    O sítio indicado pela Ediroa diz do pretérito perfeito composto espanhol que "expresa acciones concluidas en el pasado con un punto de vista temporal que se prolonga hasta el presente".

    Um boa descrição do pretérito perfeito composto português é que "exprime acções iniciadas no passado e continuadas ou repetidas até o presente".

    Não sei se é igual no galego.
     

    Mangato

    Senior Member
    SPAIN (Galicia)
    Na gramática galega não figuram tempos de verbos compostos. No indicativo há presente, imperfecto e pretérito perfecto. Este último é o equivalente ao indefinido do espanhol. Agora bem são inúmeras as expresões compostas do verbo ter +participio, acho que em funciões de auxiliar,
    teño visto, teño sentido, teño contado, tiña chegado... Não sei como se chama isto, más existir existem, e o sentido é o mesmo de acções não finalizadas.

    El viu camelos na rua.
    El ten visto camelos na rua.
    Acho que a descrição do pretérito perfeito composto português, da certo também para o galego
     

    Outsider

    Senior Member
    Portuguese (Portugal)
    Agora bem são inúmeras as expresões compostas do verbo ter +participio, acho que em funciões de auxiliar,
    teño visto, teño sentido, teño contado, tiña chegado... Não sei como se chama isto, más existir existem, e o sentido é o mesmo de acções não finalizadas.
    Na gramática portuguesa chamam-se "tempos compostos". :)

    Mas "tenho visto" e afins é um caso especial (como, de resto, também o espanhol he visto é especial). Não indica necessariamente finalização, mas mais um prolongamento até o presente (isto em português).
     

    mila77

    New Member
    Brazil-USA Portuguese-English
    Aqui na Espanha, tudo que acontece no mesmo dia e HE.
    "Te he entendido" "Te he asustado"
    Me he caido, he he he he....pois e, ouvi dizer que na Sudamerica nao e assim.
     

    Dianette

    Senior Member
    Ecuador - Spanish / Brazil - Portuguese
    Por lo menos en Ecuador se usa más el verbo oir: "he oido en las noticias que ..."

    Pero hay otros verbos como salir que su uso más frecuente es: "Salí ayer con María" y no "he salido", creo que depende del verbo también para conjugarlo así.

    Saludos !
     
    Gracias Dianette. Sim, faz sentido o que voce disse sobre o uso do verbe "salir" em espanhol. Eu acho que voce deve estar ainda na estrada pra poder dizer "he salido" em espanhol.

    Mira o titulo desse link : Romarsan ha superado los 4000...!!! nas paginas de "congrats". Se fosse portugues, seria "Romarsan superou os 4000" em lugar de "Romarsan tem superado"
     

    Carfer

    Senior Member
    Portuguese - Portugal
    Olá a todos:

    Uma das características mais interessantes das línguas é que quase nada é absoluto.

    Esta questão do indefinido versus perfeito composto em espanhol, então, é das mais exemplares. Eu diria, depende. Depende de se você é um falante do castelhano da América Latina ou, se do castelhano ibérico, qual é a sua região de origem. Se fôr de Madrid, por exemplo, esqueça, que não 'sabem' o que é o indefinido. Na Galiza só 'conhecem' este. E a variedade de região para região é grande, acreditem, e nem por isso deixam de se entender. De maneira que... estão a ver onde eu quero chegar!

    Aliás, deixem-me dizer que um inquérito feito na sala de professores da escola onde aprendo espanhol, em que os docentes provêm das mais variadas regiões de Espanha e da América Latina, deu os resultados mais díspares. Como sabem, a regra oficial tem que ver com a proximidade do acontecimento e com o facto de os seus efeitos ainda perdurarem ou não. Ou seja, para acontecimentos muito próximos ou que ainda perdurem, tempo composto. Para os longinquos ou já terminados, o indefinido. Parece simples? Pois não é. Há muita subjectividade na coisa. E parece que, perante a mesma questão concreta, se constatou que para alguns próximo era o que tinha ocorrido há cinco minutos, passe o exagero, para outros ainda era próximo o acontecido há muitos cincos mais. E fiquei com a sensação que aqueles que sustentavam o período único de cinco minutos (mais uma vez, perdoem a caricatura) só o faziam para não se indisporem com os ditames da R.A.E. enquanto os outros, sobretudo os madrilenos, não viam mal no uso do tempo composto 'ad infinitum'.

    Não tenho nada contra a existência de regras, mas, em bom rigôr, regras define-as a vida. É por isso, aliás, que falamos línguas 'vivas'.

    Cumprimentos para todos

    Carfer
     

    olivinha

    Senior Member
    Português, Brasil
    Eu diria, depende. Depende de se você é um falante do castelhano da América Latina ou, se do castelhano ibérico, qual é a sua região de origem.
    Concordo, Carfer. Quando dava aulas de inglês aqui em Madrid, a maioria dos meus alunos tinha muita dificuldade de entender o present perfect do inglês, ou na hora de usar o simple past, sempre metiam o present perfect por pura influência do espanhol. Um erro comum: Today we have had lunch together (tradução literal do espanhol Hoy hemos comido juntos).
    Mas havia uma aluna de Asturias que nunca cometia este tipo de erro, não porque tivesse um nível mais alto de inglês que o resto da turma, mas porque em Asturias, pelo que ela me explicou, quase não se usa a forma composta.
     

    Bega3

    Member
    Venezuela Español
    Oi. Sou venezuelano. Quanto a como é usado o pretérito perfecto compuesto no espanol da América do Sul, acho que é bem parecido ao uso do pretérito perfeito composto do português. Indica uma acção passada que tem sido repetida várias vezes e que pode voltar a ocorrer no futuro. Por exemplo, "He escuchado una y otra vez esa canción". Também pode indicar que a acção ocorreu num momento indeterminado do passado ou não é importante especificá-lo. Por exemplo, "yo ya he ido a Europa". Quando o momento é determinado, usa-se o pretérito perfecto simple: "Yo fui a Europa el año pasado"

    Espero que seja útil.
     

    Outsider

    Senior Member
    Portuguese (Portugal)
    Olá, Bega. Não estou tão certo de que o uso venezuelano seja igual ao português.

    "He escuchado una y otra vez esa canción"
    --> Tenho ouvido muitas vezes essa canção.:tick:
    Sim, mas também se pode traduzir como:

    Ouvi muitas vezes essa canção.:tick:
    Depende do contexto.

    "Yo ya he ido a Europa"
    --> Eu já tenho ido à Europa.:warning:

    Em português, habitualmente só tem sentido Eu já fui à Europa.:tick:
     

    Bega3

    Member
    Venezuela Español
    Olá, Outsider. Obrigado pela correcção. É verdade, no primeiro exemplo acho que dá para traduzir como "tenho ouvido" pelo facto de ser uma acção que aconteceu várias vezes, enquanto que o segundo exemplo não dá essa ideia. Como você disse, depende mesmo do contexto.
     
    ...Mas, eu acho que ela representa uma situaçao continuando em portugues...
    Pode-se dizer "uma situaçao continuando" em portugues?

    Por quê? O que acham dessa situação ?
    Pode-se dizer "acham dessa situaçao"? Devo dizer " Como acham essa situaçao"?

    Aqui na Espanha, tudo que acontece no mesmo dia e HE.
    "Te he entendido" "Te he asustado"
    Me he caido, he he he he....pois e, ouvi dizer que na Sudamerica nao e assim.
    Sim, tem razao! Eu notei que os atores espanhois nos filmes na TVE utilizam essa construçao "he.." para as situaçoes que acontecem no mesmo dia.

    Concordo, Carfer. Quando dava aulas de inglês aqui em Madrid, a maioria dos meus alunos tinha muita dificuldade de entender o present perfect do inglês, ou na hora de usar o simple past, sempre metiam o present perfect por pura influência do espanhol. Um erro comum: Today we have had lunch together (tradução literal do espanhol Hoy hemos comido juntos).
    Esse erro é comum entre alunos que falam frances e alemao tambem!

    PS Posso escrever em ingles nesse forum?
     
    Last edited:

    Tagarela

    Senior Member
    Português - Brasil
    Hola,

    En algun pais de habla española se suele usar solamente el pretérito simples y el participio es empleado solamente cuando se quiere decir de cosas con continuación/repetición? Perdonad mi errores y mi portuñol!Hasta luego.:
     

    gvergara

    Senior Member
    Español
    Hola,

    En algunos países de habla española se suele usar solamente el pretérito simple y el participio es empleado solamente cuando se quiere hablar (decir) de cosas que continúan/se repiten (con continuación/repetición)? Perdonad mi errores y mi portuñol! Hasta luego.:
    Sí. He escuchado colombianos, peruanos, ecuatorianos, venezolanos y puedo decir que en líneas generales el uso que se le da al presente perfecto es el mismo en nuestro país (a menos que haya escuchado una muestra mala de hispanohablantes) Este tiempo implica una acción que se ha repetido en el pasado y que puede volver a repetirse (He ido tres veces a África.===> puede que vuelva a ir allí alguna vez // Fui tres veces a África.===> acción concluida que no se volverá a repetir) También es cierto que el uso que se le da en España difiere, siendo, al parecer, utilizado no sólo en los casos en que nosotros lo usamos, sino también reemplazando al pretérito indefinido.

    Sigo sin entender, en todo caso, cuándo se utiliza el pretérito perfecto en portugués... En la oración Essa é uma luz que até hoje me atrai e que não foi ainda captada nem pelo cinema nem pela televisão. no comprendo por qué se utilizó ese tiempo en lugar del presente perfecto, pues en español (chileno, al menos) el indefinido JAMÁS va ligado al adverbio aún... Uds., amig@s, dicen que depende del contexto... pero no sé cuál sería ese contexto del cual hablan :(:(:(:( Saludos

    Gonzalo
     
    Last edited:

    Outsider

    Senior Member
    Portuguese (Portugal)
    Essa é uma luz que até hoje me atrai e que não foi ainda captada nem pelo cinema nem pela televisão.

    Bueno, es que se habla de un hecho puntual, isolado. Lo que interesa es si la luz ya ha sido captada alguna vez o no. Un vez basta. En este caso, siempre usamos el indefinido (aunque en portugués no se le llama "indefinido").
     

    gvergara

    Senior Member
    Español
    Essa é uma luz que até hoje me atrai e que não foi ainda captada nem pelo cinema nem pela televisão.

    Bueno, es que se habla de un hecho puntual, isolado. Lo que interesa es si la luz ya ha sido captada alguna vez o no. Un vez basta. En este caso, siempre usamos el indefinido (aunque en portugués no se le llama "indefinido").
    ¿Me podrías/n dar una oración similar donde sí se utilizaría el presente perfecto?

    Gonzalo
     

    XiaoRoel

    Senior Member
    galego, español
    Se pasas a ação á voz activa poderías usar o pretérito simples:

    Essa é uma luz que até hoje me atrai e que ainda não captou nem o cinema nem a televisão
     

    Outsider

    Senior Member
    Portuguese (Portugal)
    ¿Me podrías/n dar una oración similar donde sí se utilizaría el presente perfecto?

    Gonzalo
    Por ejemplo:

    Essa é uma luz que até hoje me atrai e que não tem sido captada ultimamente, nem pelo cinema nem pela televisão.​
    • El pretérito perfeito simples es para hechos o estados concluidos en el pasado y aislados. No importa que sigan siendo relevantes para el presente.
    • El pretérito perfeito composto es para hechos continuados desde el pasado hasta el presente.
     

    Alzbeta

    New Member
    Czech Republic - czech
    Hola a todos,
    alguien me puede explicar cuál es la diferencia entre el prerfecto compuesto en castellano y "perfeio composto" en portugués? Muchas gracias!
     

    Epilio

    Senior Member
    Spanish - Spain
    Mas havia uma aluna de Asturias que nunca cometia este tipo de erro, não porque tivesse um nível mais alto de inglês que o resto da turma, mas porque em Asturias, pelo que ela me explicou, quase não se usa a forma composta.
    Sim. Isso é porque nas Astúrias fala-se também a llingua asturiana que é uma lingua que comparte essa feição com o português e com o galego. O espanhol que lá se fala recebeu influências do asturianu, o que supõe que os asturianos não tenham esses erros gramaticais com o inglês.

    Àpropós, uma variedade da família astur-leonesa (o mirandés) tem uma protecção legal em teu país assaz considerável entanto que nós não lhe damos nenhuma. "Cosas veredes", como disse Don Quixote.
     

    KHALIFAH

    Senior Member
    "Spanish - Colombia"
    Opino que a pesar de lo dicho hasta ahora, sí es posible establecer una línea divisoria entre los dos idiomas. Pueden existir diferencias de grado regionales en el uso del pretérito compuesto, vale!, pero en Castellano la práctica consagró (ha consagrado) su empleo para referirse a una acción concluída en el tiempo, cuya escala, por subjetiva, no afecta el sentido. En Portugués, su empleo poco frecuente, casi literario, hace referencia a una acción reciente, que no ha concluido y que expresa principalmente continuidad.
     

    olivinha

    Senior Member
    Português, Brasil
    Àpropós, uma variedade da família astur-leonesa (o mirandés) tem uma protecção legal em teu país assaz considerável entanto que nós não lhe damos nenhuma. "Cosas veredes", como disse Don Quixote.
    Hola Epilio.
    En un hilo anterior, hemos hablado sobre el mirandés, e incluso en una de las respuestas había un enlace para una muy bella canción en mirandés. Es una lástima que no he podido encontrar dicho hilo. ¿Será que algun otro forero se acuerda de este hilo?
     

    olivinha

    Senior Member
    Português, Brasil
    Puxa, Carfer, obrigada!
    Mas creio que ainda há outro thread sobre o mirandés com outra canção (algo sobre minha mãe é bruxa).
     

    Outsider

    Senior Member
    Portuguese (Portugal)
    Mãe Bruxa. Mas não se trata de mirandês, e sim de um dialecto do português falado além-fronteira, na Extremadura espanhola.
     
    Last edited:

    cervantesphantom

    New Member
    Argentine Spanish
    Recordemos que el Pretérito Perfecto Compuesto del español es diferente del Pretérito Perfeito Composto del portugués. En español El Pretérito Perfecto Compuesto indica una acción pasada dentro del presente o relacionada al mismo pero que ocurrió UNA SOLA VEZ, en cambio en portugués, además de este matiz está el término de la acción repetitiva, inexistente en español. Por eso "tenho estudiado" no se puede traducir como "he estudiado" y sí como "he estado estudiando". De la misma manera "He comprado un coche" no se puede traducir como "Tenho comprado um carro", expresión que carece de sentido en portugués, por lo tanto la expresión español inicial "He comprado un coche" se traduce como "Eu comprei um carro". En portugués, el Pretérito Perfeito Composto es el único tiempo compuesto en el cual la acción ocurre de forma repetitiva, en todos los otros tiempos compuesto del portugués la acción ocurre una sola vez, al igual que en españo, (pero en español en todos los tiempos compuestos la acción ocurre una sola vez) ¡Un abrazo!
     

    cervantesphantom

    New Member
    Argentine Spanish
    Hola, Alzbeta: Vamos a la explicación.
    Recordemos que el Pretérito Perfecto Compuesto del español es diferente del Pretérito Perfeito Composto del portugués. En español El Pretérito Perfecto Compuesto indica una acción pasada dentro del presente o relacionada al mismo pero que ocurrió UNA SOLA VEZ, en cambio en portugués, además de este matiz está el término de la acción repetitiva, inexistente en español. Por eso "tenho estudiado" no se puede traducir como "he estudiado" y sí como "he estado estudiando". De la misma manera "He comprado un coche" no se puede traducir como "Tenho comprado um carro", expresión que carece de sentido en portugués, por lo tanto la expresión español inicial "He comprado un coche" se traduce como "Eu comprei um carro". En portugués, el Pretérito Perfeito Composto es el único tiempo compuesto en el cual la acción ocurre de forma repetitiva, en todos los otros tiempos compuesto del portugués la acción ocurre una sola vez, al igual que en español, (pero en español en todos los tiempos compuestos la acción ocurre una sola vez) ¡Un abrazo!
     
    < Previous | Next >
    Top